Dólar Comercial compra R$ 5,4044 venda R$ 5,4049 máxima 5,4187
Euro compra R$ 6,0124 venda R$ 6,0151 máxima 6,03
01 Jun - 15h37
segunda, 01 de junho de 2020
Alcoa
Basa - Amazônia Vida mobile
CABEÇA ERGUIDA

Lukinha aceita reclamações da torcida e pede confiança: 'Sei que posso dar mais'

17 Mar 2020 - 15h00Atualizado 17 Mar 2020 - 15h18
Lukinha aceita reclamações da torcida e pede confiança: 'Sei que posso dar mais' - Crédito: Samara Miranda/Ascom Remo Crédito: Samara Miranda/Ascom Remo

Um dos jogadores mais criticados no atual elenco do Clube do Remo é o meia Lukinha. Com partidas irregulares desde o início da temporada de 2020, a torcida azulina tem pegado no pé do atleta.

Com 22 anos, o jogador se demonstrou maduro quanto as reclamações do torcedor. "Sim, eu tava errando o último passe. Sei que posso dar mais. O campo tava muito pesado no início do jogo (contra o Independente). A bola tava pesada e eu acabava errando. Na hora do último passe eu tava errando sempre", confessou.

O Remo está matematicamente classificado para às semifinais do Campeonato Paraense. Mas Lukinha queria ter garantido, de fato a classificação, na partida do último final de semana, contra o Independente. "Fizemos um bom jogo. O Independente veio pra se defender, mas impomos nosso ritmo. Tivemos 28 cruzamentos na área. Mas é isso, vai ter jogo que vai acontecer da bola bater e não entrar. Queríamos classificar no jogo anterior. Todo jogo vai ser guerra. Ainda temos que mostrar muito. Depois que o Mazola chegou o time é outro. Vamos com tudo. Força e garra não pode faltar", disse.
 
Outra grande reclamação do torcedor azulino é a falta de pontaria dos homens de frente. No Pazarão, em oito jogos, o Remo marcou apenas nove gols. No treino de ontem, 16, Mazola Junior reuniu com os atletas para cobrar um melhor desempenho na parte final do campo. "A gente tem que ser mais ágil pra chegar na hora certa e botar a bola na rede. Mas estamos aprimorando isso nos treinamentos. Tem que ter cobrança. Mesmo ganhando, tem que haver pra gente não acomodar. Confiamos no trabalho dele (Mazola) pra gente fazer o melhor", afirmou Lukinha.
 
Com o risco do campeonato ser paralisado ou até mesmo ser realizado de portões fechados, Lukinha encara a situação com normalidade. "Pra nós é diferente. Contamos com a nossa torcida em massa. Acho que é bom pra tirar a gente do risco, evitar o risco para a torcida. De onde eu venho tive vários jogos com pouca torcida, mas não sem. É normal, mas contamos com o apoio da massa azulina", finalizou.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Clube do Remo abre redes sociais para divulgação de pequenos empreendedores e ações sociais
SOLIDARIEDADE

Clube do Remo abre redes sociais para divulgação de pequenos empreendedores e ações sociais

23/03/2020 22:00
Clube do Remo abre redes sociais para divulgação de pequenos empreendedores e ações sociais
Remo libera elenco e marca 'reapresentação' para dia 20 de abril
SÓ EM ABRIL

Remo libera elenco e marca 'reapresentação' para dia 20 de abril

23/03/2020 18:32
Remo libera elenco e marca 'reapresentação' para dia 20 de abril
Remo coloca Baenão à disposição das autoridades para combate ao coronavírus
PORTAS ABERTAS

Remo coloca Baenão à disposição das autoridades para combate ao coronavírus

20/03/2020 12:15
Remo coloca Baenão à disposição das autoridades para combate ao coronavírus
Médico do Remo fala sobre situação de Carlos Alberto: 'Os cuidados são redobrados'
PANDEMIA DE CORONAVÍRUS

Médico do Remo fala sobre situação de Carlos Alberto: 'Os cuidados são redobrados'

18/03/2020 16:50
Médico do Remo fala sobre situação de Carlos Alberto: 'Os cuidados são redobrados'
'Sabemos que tem muita coisa para corrigir', avalia Eduardo Ramos
CONSCIENTE

'Sabemos que tem muita coisa para corrigir', avalia Eduardo Ramos

18/03/2020 15:20
'Sabemos que tem muita coisa para corrigir', avalia Eduardo Ramos
Últimas Notícias