Euro compra R$ 4,2969 venda R$ 4,2996 máxima 4,3423
Dólar Comercial compra R$ 3,7898 venda R$ 3,7903 máxima 3,8276
18 Mar - 16h44
segunda, 18 de março de 2019
Unique
DEPOIS FOI LIBERADO

Adolescente nega participação em planejamento do massacre de escola em Suzano

Jovem de 17 anos é ex-aluno da Escola Estadual Professor Raul Brasil. Polícia chegou a prender desenhos e jogos de videogame na casa dele.

15 Mar 2019 - 14h20Por Da Redação
Adolescente nega participação em planejamento do massacre de escola em Suzano - Crédito: Reprodução / EPA/SEBASTIAO MOREIRA Crédito: Reprodução / EPA/SEBASTIAO MOREIRA

Por volta das 10h50 da manhã desta sexta-feira, 15, o adolescente de 17 anos, suspeito de ter participado do planejamento do massacre da escola de Suzano, em São Paulo, chegou ao Fórum da cidade acompanhado da mãe e da polícia por medida de segurança.

Segundo a polícia, o jovem é ex-aluno da Escola Estadual Raul Brasil e foi colega de classe de um dos assassinos. Em depoimento, ele negou participação no crime e foi liberado.

A polícia realizou buscas na casa do adolescente e apreendeu desenhos e jogos de videogame. A perícia fará uma varredura em sites de compras pela internet para verificar se ele adquiriu algum tipo de objeto relacionado ao ataque. O relatório da perícia será entregue à Justiça no final do dia.

Com base no relatório e no depoimento do adolescente, o MP fará uma nova manifestação e encaminhará à juíza. Na tarde da última quinta-feira, 14, o delegado-geral da Polícia Civil, Ruy Ferraz Fontes, afirmou ter pedido à Justiça a apreensão do jovem e aguardava decisão da Vara da Infância e Juventude.

De acordo com a polícia, o material relacionado à participação do adolescente já tinha sido recolhido pelos investigadores. Segundo investigações, o dono do estacionamento onde os assassinos guardaram o carro alugado para esconder as armas teria informado para a polícia sobre a participação de uma terceira pessoa.

"Ainda não confirmamos a informação, estamos submetendo a fotografia do adolescente ao responsável pelo estacionamento para confirmar. Temos outros dados que fazem crer que esse indivíduo participou pelo menos da fase de planejamento”, disse o delegado-geral da Polícia Civil, Ruy Ferraz Fontes.

A investigação aponta que, depois do ataque na escola, um dos assassinos matou o comparsa e, em seguida, se suicidou. A polícia diz que os dois tinham um "pacto", segundo o qual cometeriam o crime e depois se suicidariam.

Informações: Globo.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

Elevador de prédio de luxo despenca e deixa dois mortos
EM SALVADOR

Elevador de prédio de luxo despenca e deixa dois mortos

há 27 minutos atrás
Elevador de prédio de luxo despenca e deixa dois mortos
Professor deixa o RJ após ter sido pesquisado por acusado de matar Marielle Franco
AMEAÇADO

Professor deixa o RJ após ter sido pesquisado por acusado de matar Marielle Franco

há 28 minutos atrás
Professor deixa o RJ após ter sido pesquisado por acusado de matar Marielle Franco
Bolsonaro libera EUA, Austrália, Canadá e Japão de visto para o Brasil
MUDANÇA REPENTINA?

Bolsonaro libera EUA, Austrália, Canadá e Japão de visto para o Brasil

há 40 minutos atrás
Bolsonaro libera EUA, Austrália, Canadá e Japão de visto para o Brasil
Mourão afirma que reforma da previdência será aprovada este semestre
REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Mourão afirma que reforma da previdência será aprovada este semestre

há 59 minutos atrás
Mourão afirma que reforma da previdência será aprovada este semestre
Senado pretende acabar com aposentadoria especial de políticos
MUDANÇA NA APOSENTADORIA

Senado pretende acabar com aposentadoria especial de políticos

18/03/2019 14:56
Senado pretende acabar com aposentadoria especial de políticos
Últimas Notícias