Dólar Comercial compra R$ 4,1625 venda R$ 4,1627 máxima 4,1643
Euro compra R$ 4,6266 venda R$ 4,6285 máxima 4,6335
18 Out - 04h09
sexta, 18 de outubro de 2019
Vestibular Fibra
Vestibular Fibra Mobile
DÓI NO BOLSO

Aneel deve reduzir valor adicional de bandeiras tarifárias até o final do mês

Redução atende reivindicação do deputado federal Joaquim Passarinho (PSD-PA)

10 Out 2019 - 15h34Atualizado 10 Out 2019 - 15h51
Aneel deve reduzir valor adicional de bandeiras tarifárias até o final do mês - Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve reduzir, até o final do mês, o valor adicional cobrado pela bandeira tarifária de energia elétrica. O anúncio foi feito pelo deputado federal Joaquim Passarinho (PSD-PA) após reunião com o diretor-geral da Aneel, André Pepitone da Nóbrega, em Brasília.

“O diretor-geral da Aneel se comprometeu a não arredondar mais o preço das bandeiras, até porque não faz sentido, o resto da conta de energia não é arredondado”, informou o parlamentar. “Mas ele (presidente da Agência) pediu até o fim do mês para oficializar essa decisão já que a Aneel é um órgão colegiado e o processo precisa passar por um relator e ser votado, depois, pelos demais diretores”, explicou.

 Joaquim Passarinho é autor do PDL que pediu a suspensão do reajuste arredondado (Divulgação)

Com a modificação da regulamentação interna sobre o cálculo das bandeiras, ao invés de utilizar o arredondamento (R$1,50), a Aneel passará a utilizar o valor exato (R$1,34), no caso do cálculo da bandeira amarela.

Autor do Projeto de Decreto Legislativo (PDL) que propõem a suspensão da resolução que permitiu o reajuste arredondado das bandeiras, em discussão na Comissão de Minas e Energia da Câmara Federal, Passarinho explicou que a medida geraria aumentos acima da inflação.

“Isso ia gerar um aumento de R$ 314 milhões na arrecadação. Havia a promessa de que, no ano que vem, esse adicional seria repassado para a conta, mas alguém aceita pagar a mais o cartão de crédito e receber de volta no ano que vem em 12 meses? ”, questionou.

O argumento da Aneel era de que o arredondamento iria facilitar a compreensão dos consumidores.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Manequim com roupas em rio mobiliza equipes de resgate e policiais militares em Jundiaí
SUSTO

Manequim com roupas em rio mobiliza equipes de resgate e policiais militares em Jundiaí

17/10/2019 20:17
Manequim com roupas em rio mobiliza equipes de resgate e policiais militares em Jundiaí
Moradores usam esparadrapo para tampar rachadura em prédio na Bahia
MEDO

Moradores usam esparadrapo para tampar rachadura em prédio na Bahia

17/10/2019 20:03
Moradores usam esparadrapo para tampar rachadura em prédio na Bahia
Ex-funcionário avisa que Google pode acessar todos os documentos dos usuários de sua nuvem
PRIVACIDADE NA INTERNET

Ex-funcionário avisa que Google pode acessar todos os documentos dos usuários de sua nuvem

17/10/2019 18:59
Ex-funcionário avisa que Google pode acessar todos os documentos dos usuários de sua nuvem
Cresce trabalho com carteira assinada após seis anos
ECONOMIA

Cresce trabalho com carteira assinada após seis anos

17/10/2019 18:23
Cresce trabalho com carteira assinada após seis anos
Rodrigo Maia recebe entidades sociais e se compromete a evitar pautar projetos contra a livre manifestação
MOVIMENTOS SOCIAIS

Rodrigo Maia recebe entidades sociais e se compromete a evitar pautar projetos contra a livre manifestação

17/10/2019 18:06
Rodrigo Maia recebe entidades sociais e se compromete a evitar pautar projetos contra a livre manifestação
Últimas Notícias