Antes de posse no STF, Dino diz que lamenta ter que deixar Ministério da Justiça

Faltando menos de 20 dias de deixar a função de ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, disse que lamenta ter que deixar o Ministério da Justiça. A fala aconteceu na manhã desta quinta-feira, 21. O futuro ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) falou ainda que o sentimento de deixar a pasta é...

Publicado em 21 de dezembro de 2023 às 17:53

Faltando menos de 20 dias de deixar a função de ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, disse que lamenta ter que deixar o Ministério da Justiça. A fala aconteceu na manhã desta quinta-feira, 21. O futuro ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) falou ainda que o sentimento de deixar a pasta é 'ambíguo'.

Dino também mencionou o 'caso Marielle' e lembrou que tem um compromisso irrenunciável com a defesa da constituição. 'De um lado estou honrado, feliz de ter a oportunidade de breve passar a integrar o Supremo Tribunal Federal do Brasil, por outro lado, lamento muito, pois gosto muito do que faço, tenho muito orgulho de integrar essa equipe com meus colegas, sob comando do presidente Luiz Inácio Lula da Silva', frisou.

Conforme decisão acordada com o presidente Lula, Dino permanece no comando da pasta até 8 de janeiro, data em que o Planalto articula um ato pela democracia com a participação dos chefes dos Três Poderes. Em seguida, ele deixará o cargo e voltará à vaga de senador pelo Maranhão até 22 de fevereiro, data da posse no STF.