Dólar Comercial compra R$ 4,1955 venda R$ 4,1975 máxima 4,1965
Euro compra R$ 4,6465 venda R$ 4,6500 máxima 4,6489
20 Nov - 20h07
quarta, 20 de novembro de 2019
Vestibular Fibra
Vestibular Fibra Mobile
FAKE NEWS

Às vésperas de nova eleição, Espanha detecta alto número de notícias falsas

09 Nov 2019 - 09h14Atualizado 09 Nov 2019 - 09h16
Às vésperas de nova eleição, Espanha detecta alto número de notícias falsas - Crédito: REUTERS/Rafael Marchante/direitos reservados Crédito: REUTERS/Rafael Marchante/direitos reservados

As campanhas de desinformação na internet e nas redes sociais voltaram a aparecer nas eleições espanholas com intensidade semelhante ao que já havia acontecido na votação de 28 de abril ou na época de condenação dos líderes da independência catalã.

Desde que o Ministério do Interior pôs em ação, em 14 de outubro, um protocolo específico para combater as chamadas fake news durante a campanha eleitoral e proteger o sistema de contagem de votos de ataques cibernéticos, especialistas das forças de segurança detectaram "numerosos incidentes cibernéticos", todos eles de baixo risco, segundo fontes policiais.

No domingo, o país vai às urnas pela segunda vez. Vencedor do pleito de abril, mas sem formar maioria absoluta no Congresso, o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) não chegou a um acordo com o esquerdista Podemos que lhe garantisse os votos necessários para a nomeação do atual primeiro-ministro interino, Pedro Sánchez.

Na Espanha, o chefe do Governo deve ser apoiado pela maioria simples do Parlamento (176 de 350 cadeiras). Simulação feita por EL PAÍS a partir de pesquisas aponta que o PSOE conseguiria agora cerca de 117 deputados, seguido por Partido Popular (92) e pela sigla de extrema direita Vox (46), que ascendeu na reta final. Unidas Podemos (35) e Cidadãos (18) aparecem na sequência.

Não se sabe se entre esses incidentes de desinformação descobertos está a campanha do Facebook supostamente promovida a partir do entorno do PP para incentivar a abstenção de potenciais eleitores dos adversários. As fontes do Governo se amparam na segurança para não divulgar detalhes. "O Governo tem como prioridade máxima a lisura das eleições. Já a luta contra a desinformação é de mais longo alcance", acrescentam.

Fonte: El Pais.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Após voto de Toffoli sessão sobre compartilhamento de dados do Coaf é suspensa
NO SUPREMO

Após voto de Toffoli sessão sobre compartilhamento de dados do Coaf é suspensa

há 37 minutos atrás
Após voto de Toffoli sessão sobre compartilhamento de dados do Coaf é suspensa
Em depoimento à PF, porteiro que citou Bolsonaro recua e diz que se enganou
PRESSIONADO

Em depoimento à PF, porteiro que citou Bolsonaro recua e diz que se enganou

há 55 minutos atrás
Em depoimento à PF, porteiro que citou Bolsonaro recua e diz que se enganou
Bombeiros localizam mais um corpo nas buscas em Brumadinho
CRIME AMBIENTAL

Bombeiros localizam mais um corpo nas buscas em Brumadinho

20/11/2019 18:29
Bombeiros localizam mais um corpo nas buscas em Brumadinho
CCJ da Câmara aprova PEC que permite prisão em segunda instância
POLÍTICA

CCJ da Câmara aprova PEC que permite prisão em segunda instância

20/11/2019 18:13
CCJ da Câmara aprova PEC que permite prisão em segunda instância
Mãe vai à polícia depois de bebê voltar da creche com várias mordidas pelo corpo
DENÚNCIA

Mãe vai à polícia depois de bebê voltar da creche com várias mordidas pelo corpo

20/11/2019 15:57
Mãe vai à polícia depois de bebê voltar da creche com várias mordidas pelo corpo
Últimas Notícias