Dólar Comercial compra R$ 3,9260 venda R$ 3,9290 máxima 3,9275
Euro compra R$ 4,4109 venda R$ 4,4158 máxima 4,4174
22 Abr - 01h17
segunda, 22 de abril de 2019
Unique
encarte_formosa_mobile
VOLTOU ATRÁS

Bolsonaro diz que não quer e não tem direito de intervir na Petrobras

16 Abr 2019 - 20h07
Bolsonaro diz que não quer e não tem direito de intervir na Petrobras - Crédito: Sérgio Lima/AFP Crédito: Sérgio Lima/AFP

O presidente Jair Bolsonaro afirmou durante reunião nesta terça-feira (16) com ministros e o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, que não "quer" e não "tem direito de intervir na Petrobras", de acordo com o porta-voz do Planalto, Otávio Rêgo Barros. Ele falou com jornalistas após a coletiva de imprensa concedida pelos ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Infraestrutura, Bento Albuquerque. 

"Frase que nosso presidente disse logo no início da reunião: eu não quero e não tenho direito de intervir na Petrobras, eu não quero e não posso intervir na Petrobras. Eu não quero por questões de conceito, eu não posso por questões legais e até mesmo políticas", relatou Barros no início da conversa com jornalistas no Planalto.

Segundo o porta-voz, deve ser percebida a "clara intenção" de "absolutamente não praticar ação que possa demonstrar qualquer interferência direta na política desencadeada pela Petrobras". Barros também disse que Bolsonaro está "perfeitamente convencido da maneira que a Petrobras lida" com a política de preços. "A Petrobras tem total liberdade para decidir o quanto e quando aplicar reajuste, e até não aplicar", disse, quando questionado sobre a decisão em torno de um eventual novo reajuste no diesel.

A reunião que aconteceu mais cedo no Planalto, de acordo com Albuquerque, serviu para prestar esclarecimentos a Bolsonaro sobre a política de preços da estatal. O encontro ocorreu após a repercussão do recuo da Petrobras em reajustar em 5,7% o preço do óleo diesel na última sexta-feira, após uma ligação de Bolsonaro ao presidente da estatal. De acordo com Barros, o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, Décio Oddone, fez uma exposição durante a reunião para explicar os mecanismos da precificação.
 

Com informações de Estadão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Quase 3 meses após tragédia, 32 barragens da Vale estão interditadas
DEPOIS DE BRUMADINHO

Quase 3 meses após tragédia, 32 barragens da Vale estão interditadas

21/04/2019 16:23
Quase 3 meses após tragédia, 32 barragens da Vale estão interditadas
Polícia prende suspeitos de matar o ex-jogador Valdiram
EM SÃO PAULO

Polícia prende suspeitos de matar o ex-jogador Valdiram

21/04/2019 16:08
Polícia prende suspeitos de matar o ex-jogador Valdiram
Humorista Zelenski ganha a presidência na Ucrânia com discurso antissistema, aponta boca de urna
INTERNACIONAL

Humorista Zelenski ganha a presidência na Ucrânia com discurso antissistema, aponta boca de urna

21/04/2019 15:50
Humorista Zelenski ganha a presidência na Ucrânia com discurso antissistema, aponta boca de urna
Oito são presos após explosões em igrejas e hotéis no Sri Lanka
ATENTADO

Oito são presos após explosões em igrejas e hotéis no Sri Lanka

21/04/2019 15:38
Oito são presos após explosões em igrejas e hotéis no Sri Lanka
Criança morre após ser atropelada durante perseguição policial
EM SÃO PAULO

Criança morre após ser atropelada durante perseguição policial

21/04/2019 15:37
Criança morre após ser atropelada durante perseguição policial
Últimas Notícias