Dólar Comercial compra R$ 3,8262 venda R$ 3,8282 máxima 3,8272
Euro compra R$ 4,3645 venda R$ 4,3684 máxima 4,3669
24 Jun - 22h50
segunda, 24 de junho de 2019
TCM
TCM_mobile
VOLTOU ATRÁS

Bolsonaro diz que não quer e não tem direito de intervir na Petrobras

16 Abr 2019 - 20h07Atualizado 16 Abr 2019 - 20h09
Bolsonaro diz que não quer e não tem direito de intervir na Petrobras - Crédito: Sérgio Lima/AFP Crédito: Sérgio Lima/AFP

O presidente Jair Bolsonaro afirmou durante reunião nesta terça-feira (16) com ministros e o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, que não "quer" e não "tem direito de intervir na Petrobras", de acordo com o porta-voz do Planalto, Otávio Rêgo Barros. Ele falou com jornalistas após a coletiva de imprensa concedida pelos ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Infraestrutura, Bento Albuquerque. 

Engenho do Dedé2

"Frase que nosso presidente disse logo no início da reunião: eu não quero e não tenho direito de intervir na Petrobras, eu não quero e não posso intervir na Petrobras. Eu não quero por questões de conceito, eu não posso por questões legais e até mesmo políticas", relatou Barros no início da conversa com jornalistas no Planalto.

Segundo o porta-voz, deve ser percebida a "clara intenção" de "absolutamente não praticar ação que possa demonstrar qualquer interferência direta na política desencadeada pela Petrobras". Barros também disse que Bolsonaro está "perfeitamente convencido da maneira que a Petrobras lida" com a política de preços. "A Petrobras tem total liberdade para decidir o quanto e quando aplicar reajuste, e até não aplicar", disse, quando questionado sobre a decisão em torno de um eventual novo reajuste no diesel.

A reunião que aconteceu mais cedo no Planalto, de acordo com Albuquerque, serviu para prestar esclarecimentos a Bolsonaro sobre a política de preços da estatal. O encontro ocorreu após a repercussão do recuo da Petrobras em reajustar em 5,7% o preço do óleo diesel na última sexta-feira, após uma ligação de Bolsonaro ao presidente da estatal. De acordo com Barros, o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, Décio Oddone, fez uma exposição durante a reunião para explicar os mecanismos da precificação.
 

Com informações de Estadão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Idoso morre em palco ao receber prêmio de concurso
EM MINAS GERAIS

Idoso morre em palco ao receber prêmio de concurso

há 9 minutos atrás
Idoso morre em palco ao receber prêmio de concurso
Resolução promete abrir mercado e reduzir preço do gás natural
NOVAS AÇÕES

Resolução promete abrir mercado e reduzir preço do gás natural

há 15 minutos atrás
Resolução promete abrir mercado e reduzir preço do gás natural
Homem descobre que todos os seus órgãos estão invertidos aos 66 anos
SITUS INVERSUS TOTALIS

Homem descobre que todos os seus órgãos estão invertidos aos 66 anos

24/06/2019 20:34
Homem descobre que todos os seus órgãos estão invertidos aos 66 anos
Bolsonaro anuncia que vetará lista para estatais
POLÍTICA

Bolsonaro anuncia que vetará lista para estatais

24/06/2019 20:00
Bolsonaro anuncia que vetará lista para estatais
Advogado diz que filho de Flordelis nega confissão
PASTOR ASSASSINADO

Advogado diz que filho de Flordelis nega confissão

24/06/2019 18:53
Advogado diz que filho de Flordelis nega confissão
Últimas Notícias