Dólar Comercial compra R$ 5,2214 venda R$ 5,2245 máxima 5,2229
Euro compra R$ 5,6684 venda R$ 5,6743 máxima 5,6944
08 Abr - 05h11
quarta, 08 de abril de 2020
Magazan Estilo
Magazan Estilo mobile
ECONOMIA

Brasil deve ter nova recessão com impacto do coronavírus

25 Mar 2020 - 14h00Atualizado 25 Mar 2020 - 14h01
Brasil deve ter nova recessão com impacto do coronavírus - Crédito: Reprodução Crédito: Reprodução
A economia brasileira caminha para uma recessão neste ano. Com o impacto do coronavírus, bancos e consultorias voltaram a revisar para baixo as projeções para o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) e parte dos analistas dá como certa uma retração da atividade, o que não ocorre desde 2016. Para a maioria deles, a dúvida já é de qual vai ser o tamanho da queda.
 
O avanço do coronavírus tem provocado uma paradeira na economia global e nacional. Parte da população está isolada em casa, o varejo baixou as portas para ajudar a conter a propagação do vírus, e fábricas tiveram de interromper ou reduzir a produção. Na ponta, o resultado dessa combinação são as demissões anunciadas pelas empresas, o que vai piorar o quadro do emprego no país.
 
A última vez que o mundo sentiu um impacto tão grande foi na crise financeira de 2008. No Brasil, a doença chegou num momento muito ruim. Os últimos números da economia no ano passado já apontavam para uma perda de ritmo. Antes de o surto se propagar, as projeções para o desempenho do PIB neste ano já estavam sendo reduzidas, já próximas a uma expansão de 1,5%.
 
Na leitura dos analistas, o estrago maior na economia brasileira deverá ser observado no segundo trimestre, quando os efeitos da paralisação da economia serão sentidos de forma mais intensa.
 
Nas projeções da MB Associados, a atividade econômica deve recuar 0,3% no primeiro trimestre de 2020 na comparação com os últimos três meses do ano passado. No segundo trimestre, o tombo deve ser de 6,5%.
 
Na semana passada, o Itaú também fez um exercício parecido, de como o resultado da economia pode variar, a depender do impacto do coronavírus. O banco estima que o PIB deve recuar 0,7% neste ano, levando em conta que o Brasil tenha um bloqueio equivalente a 75% do chinês.
 
Se o impacto for equivalente a 100% do bloqueio chinês, a queda do PIB brasileiro será de 1,6%. Num cenário mais positivo, em que o choque é de apenas 50% do observado na China, o Brasil ainda poderá colher um crescimento de 0,2%. "É uma crise que parece ser temporária. O produto cai muito e depois volta para o patamar em que deveria estar", disse o economista-chefe do banco Itaú, Mario Mesquita.
 
O banco estima que o PIB do segundo trimestre deve recuar 9,6% no segundo trimestre na comparação com os três meses anteriores, com uma recuperação de 11,9% no período de julho a setembro.
 
Fonte: G1

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Nas últimas 24 horas, 173 pessoas internadas tiveram alta no Brasil
COVID-19

Nas últimas 24 horas, 173 pessoas internadas tiveram alta no Brasil

07/04/2020 23:07
Nas últimas 24 horas, 173 pessoas internadas tiveram alta no Brasil
Sobe para 13.717 o número de casos da Covid-19 com 667 mortes, diz Ministério da Saúde
ATUALIZAÇÃO

Sobe para 13.717 o número de casos da Covid-19 com 667 mortes, diz Ministério da Saúde

07/04/2020 18:22
Sobe para 13.717 o número de casos da Covid-19 com 667 mortes, diz Ministério da Saúde
Pastor de igreja de Michelle Bolsonaro está internado com coronavírus
PANDEMIA

Pastor de igreja de Michelle Bolsonaro está internado com coronavírus

07/04/2020 18:02
Pastor de igreja de Michelle Bolsonaro está internado com coronavírus
Novo golpe via WhatsApp já fez mais de 560 mil vítimas. Saiba como se proteger!
GOLPE DA PÁSCOA

Novo golpe via WhatsApp já fez mais de 560 mil vítimas. Saiba como se proteger!

07/04/2020 16:55
Novo golpe via WhatsApp já fez mais de 560 mil vítimas. Saiba como se proteger!
Pagamento da primeira parcela de auxílio emergencial deve acontecer a partir de quinta-feira, diz ministro
CADASTRO ÚNICO

Pagamento da primeira parcela de auxílio emergencial deve acontecer a partir de quinta-feira, diz ministro

07/04/2020 16:02
Pagamento da primeira parcela de auxílio emergencial deve acontecer a partir de quinta-feira, diz ministro
Últimas Notícias