Euro compra R$ 4,2763 venda R$ 4,2778 máxima 4,2928
Dólar Comercial compra R$ 3,7705 venda R$ 3,771 máxima 3,7753
24 Jan - 08h10
quinta, 24 de janeiro de 2019
Residencial Marajoara
mobile_belem_403
POLÍTICA

CNJ decide apurar indicação de Sérgio Moro como ministro

10 Nov 2018 - 08h21Por Rodrigo Monteiro
CNJ decide apurar indicação de Sérgio Moro como ministro - Crédito: Sergio Lima/AFP Crédito: Sergio Lima/AFP

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, abriu nesta sexta-feira, 9, procedimento para apurar a indicação do juiz federal Sérgio Moro como futuro ministro da Justiça no governo de Jair Bolsonaro.

A decisão de Humberto Martins foi tomada após entidades, partidos e cidadãos apresentarem representações contra Moro, alegando que houve atuação política por parte do juiz ao aceitar ser ministro ainda como integrante da magistratura.

Martins concedeu prazo de 15 dias para que Moro preste explicações e deu o mesmo prazo para que a corregedoria regional do Tribunal Regional Federal da 4ª Região se manifeste sobre se existe no órgão alguma apuração no mesmo sentido sobre o juiz.

Sérgio Moro é responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância em Curitiba, incluindo os que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso desde abril na capital paranaense cumprindo pena de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP). O petista ainda é alvo de outras duas ações penais em Curitiba.

Deixe seu Comentário

Leia Também

De biquíni, servidora é flagrada usando carro de presos para ir à praia em SP
ACREDITE SE PUDER!

De biquíni, servidora é flagrada usando carro de presos para ir à praia em SP

há 58 minutos atrás
De biquíni, servidora é flagrada usando carro de presos para ir à praia em SP
União Europeia quer eleições livres na Venezuela
MOBILIZAÇÃO INTERNACIONAL

União Europeia quer eleições livres na Venezuela

24/01/2019 07:07
União Europeia quer eleições livres na Venezuela
Sisu chega a ter 500 mil acessos simultâneos
ALTA DEMANDA

Sisu chega a ter 500 mil acessos simultâneos

24/01/2019 06:42
Sisu chega a ter 500 mil acessos simultâneos
Ghosn renuncia à presidência da Renault, diz ministro da França
DETIDO NO JAPÃO

Ghosn renuncia à presidência da Renault, diz ministro da França

24/01/2019 06:37
Ghosn renuncia à presidência da Renault, diz ministro da França
"Tudo o que falamos em Davos temos condições de fazer", afirma Bolsonaro
PROMESSAS

"Tudo o que falamos em Davos temos condições de fazer", afirma Bolsonaro

24/01/2019 06:33
"Tudo o que falamos em Davos temos condições de fazer", afirma Bolsonaro
Últimas Notícias