Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,3041 venda R$ 5,3046 máxima 5,3069
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,4031 venda R$ 6,4058 máxima 6,4074
12 Mai - 21h20
quarta, 12 de maio de 2021
ALUBAR - COND ENERGIA - DESK - 07.05 a 07.06
LIDER - MELHOR ELET SECADOR - MOB - 03, 12, 21 e 29/05
FLEXIBILIZAÇÃO

Covid-19: União Europeia pode reabrir fronteiras e deixar Brasil de fora

03 Mai 2021 - 23h06Atualizado 04 Mai 2021 - 07h35
Covid-19: União Europeia pode reabrir fronteiras e deixar Brasil de fora - Crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil Crédito: Tomaz Silva/Agência Brasil

A União Europeia pode dar um grande passo no que se diz respeito a um retorno à normalidade, com a abertura das suas fronteiras. Isso porque, nesta segunda-feira, 3, foi apresentado um plano pela Comissão Europeia que pode garantir que viagens não essenciais, que estão proibidas na região desde março, poderiam voltar a ser permitidas já a partir de junho, para viajantes de locais que possuem a "situação epidemiológica controlada".

Com a alta temporada de viagens durante o verão europeu chegando, cidades como Paris, Roma e Berlim estariam liberadas para receber viajantes de países onde a covid-19 está controlada e que já tiverem tomado duas doses de imunizantes contra a doença, aprovadas pelo bloco ou pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A proposta será analisada na próxima quarta-feira, 5, pelo Estados-membros que precisará alcançar a aprovação da maioria para passar a valer. A proposta atende a entrada em toda a zona de livre trânsito interno da União Europeia, exceto a Irlanda, além de Islândia, Liechtenstein, Islândia e Suíça.

Mas, uma triste notícia para os brasileiros que residem no Brasil, pois, o país ficará de fora da permissão de entrada à Europa . O limite proposto para visitar os países que compõe a UE precisa atender uma taxa de até 100 novos casos de covid-19 por 100 mil habitantes em 14 dias. Conforme os registros mais recentes do Centro de Controle de Doenças Europeu (ECDC), a taxa brasileira é quatro vezes maior que o limite imposto, chegando a 400 novos casos por até 100 mil habitantes.

Apenas sete países encontram-se dentro do limite atual, de 25 novos casos por 100 mil habitantes. Com o aumento do limite imposto, deve aumentar para 40, o número de países que terão permissão de entrada, incluindo Reino Unido, Japão e Rússia.

Além disso, o público que se vacinou com imunizantes das fabricantes chinesas Sinovac Biotech, que produzem a CoronaVac, e Sinopharm, certamente serão impedidas de entrar na UE, que não chegou a aprovar suas vacinas. A OMS, deverá apresentar um parecer até o fim desta semana incluindo as duas principais vacinas chinesas e o imunizante da Moderna em sua lista para uso emergencial.

Até agora, a OMS incluiu: Pfizer, AstraZeneca e Johnson & Johnson.

 

Com informações da Veja

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Secretário de Cultura passa por cateterismo de emergência
SAÚDE

Secretário de Cultura passa por cateterismo de emergência

há 15 minutos atrás
Secretário de Cultura passa por cateterismo de emergência
Senadores apontam contradição de Wajngarten em depoimento à CPI da Covid
INVESTIGAÇÃO

Senadores apontam contradição de Wajngarten em depoimento à CPI da Covid

há 56 minutos atrás
Senadores apontam contradição de Wajngarten em depoimento à CPI da Covid
Bilhete dentro de garrafa encontrada na praia pode ser de vítima do Titanic
NO CANADÁ

Bilhete dentro de garrafa encontrada na praia pode ser de vítima do Titanic

12/05/2021 20:15
Bilhete dentro de garrafa encontrada na praia pode ser de vítima do Titanic
Brasil registra 76.692 casos e 2.494 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS

Brasil registra 76.692 casos e 2.494 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas

12/05/2021 19:35
Brasil registra 76.692 casos e 2.494 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas
Lei que determina afastamento de gestante na pandemia é sancionada
TELETRABALHO

Lei que determina afastamento de gestante na pandemia é sancionada

12/05/2021 19:31
Lei que determina afastamento de gestante na pandemia é sancionada
Últimas Notícias