Dólar Comercial compra R$ 3,9283 venda R$ 3,9293 máxima 3,9407
Euro compra R$ 4,4183 venda R$ 4,4215 máxima 4,4523
18 Abr - 09h35
quinta, 18 de abril de 2019
Unique
encarte_formosa_mobile
CASO ODEBRECHT

Ex-presidente peruano Alan Garcia se suicida antes de ser preso

17 Abr 2019 - 12h55Por Da Redação
Ex-presidente peruano Alan García antes de prestar depoimento no caso Oderbrecht em Lima, em 2017 - Crédito: REUTERS/Guadalupe PardoEx-presidente peruano Alan García antes de prestar depoimento no caso Oderbrecht em Lima, em 2017 - Crédito: REUTERS/Guadalupe Pardo

O ex-presidente do Peru, Alan García, morreu no final da manhã desta quarta-feira (17), após ter atirado contra a própria cabeça diante de uma ordem de prisão preventiva emitida pela Justiça. García, de 69 anos, foi antes levado para o hospital Casimiro Ulloa.

A Justiça do Peru havia determinado a prisão de dez dias do ex-presidente pela acusação de receber dinheiro ilegal da Odebrecht em uma campanha eleitoral em 2006, de acordo com o site do jornal peruano "El Comercio".

Segundo a publicação, às 6h25 de Lima (8h25 em Brasília), policiais chegaram à casa de García com um mandado de busca e apreensão.

Pouco depois, uma equipe de escolta pediu ao ex-presidente que descesse, porque também havia um pedido de detenção. Eles relataram que García se comunicou com seus advogados e, então, se escutou um disparo.

Ele foi levado ao hospital Casimiro Ulloa e, segundo a TV peruana America, onde foi submetido a uma cirurgia mas não resistiu.

Propinas da Odebrecht

A Odebrecht é investigada no Peru por ter pago propina para ganhar contratos de obras de infraestrutura. Os casos de suborno da Odebrecht no país já levaram à prisão o ex-presidente Pedro Pablo Kuczynski e a líder da oposição, Keiko Fujimori.

Kuczynski, que nega envolvimento com qualquer irregularidade, foi detido na quarta-feira (10), após a emissão de uma ordem de prisão preliminar por suspeita de envolvimento com esquema de lavagem de dinheiro.

Os ex-presidentes Ollanta Humala e Alejandro Toledo também tiveram a imagem abalada por envolvimento com irregularidades relacionadas à construtora brasileira.

Em fevereiro, a Odebrecht fechou acordo de colaboração com o governo do Peru. A companhia já fez acertos similares com outros sete países: Brasil, Estados Unidos, Suíça, República Dominicana, Panamá, Equador e Guatemala.

Com informações do Globo.com

Deixe seu Comentário

Leia Também

Morre homem baleado ao ajudar músico que teve carro atingido por 80 tiros
VIOLÊNCIA

Morre homem baleado ao ajudar músico que teve carro atingido por 80 tiros

há 34 minutos atrás
Morre homem baleado ao ajudar músico que teve carro atingido por 80 tiros
Forte terremoto atinge o leste do Taiwan e assusta a população
A TERRA TREMEU

Forte terremoto atinge o leste do Taiwan e assusta a população

há 54 minutos atrás
Forte terremoto atinge o leste do Taiwan e assusta a população
Governo exonera general Marco Vieira do cargo de secretário especial do Esporte
CAIU MAIS UM

Governo exonera general Marco Vieira do cargo de secretário especial do Esporte

há 59 minutos atrás
Governo exonera general Marco Vieira do cargo de secretário especial do Esporte
Câmara de SP aprova proibição de canudo plástico na capital
SUSTENTABILIDADE

Câmara de SP aprova proibição de canudo plástico na capital

18/04/2019 07:45
Câmara de SP aprova proibição de canudo plástico na capital
Toffoli diz que 'Liberdade de expressão não pode servir à alimentação do ódio'
A POLÊMICA CONTINUA

Toffoli diz que 'Liberdade de expressão não pode servir à alimentação do ódio'

18/04/2019 07:40
Toffoli diz que 'Liberdade de expressão não pode servir à alimentação do ódio'
Últimas Notícias