Dólar Comercial compra R$ 4,1947 venda R$ 4,1949 máxima 4,1948
Euro compra R$ 4,6196 venda R$ 4,6203 máxima 4,6261
29 Jan - 02h01
quarta, 29 de janeiro de 2020
Unique
Unique_mobile
VOLTA AO MUNDO

Fumaça de incêndios na Austrália deve dar a volta completa na Terra, mostra Nasa

14 Jan 2020 - 10h46Atualizado 14 Jan 2020 - 10h49
Fumaça de incêndios na Austrália deve dar a volta completa na Terra, mostra Nasa -

A fumaça dos enormes incêndios na Austrália dará uma volta completa na Terra, segundo a Agência Espacial Americana (Nasa), ao informar que a volta à Terra se completará em breve, retornando até o país de origem.

As chamas gigantes têm devastado a costa leste australiana há meses, empurrando fumaça para o oceano Pacífico. A Nasa diz que a fuligem gerada no primeiro dia deste ano, por exemplo, já cruzou a América do Sul, tornando o céu de algumas regiões turvo.

A expectativa é que essa fumaça continue o seu deslocamento até "completar uma volta completa pelo planeta", diz a Agência.  A Nasa diz que as chamas mais recentes foram tão grandes que produziram um "número incomum" de pyrocumulonimbus — tempestades geradas pelo fogo, que causaram o envio de fumaça para a estratosfera, com algumas sendo detectadas a uma altura de 17,7 km.

"Uma vez na estratosfera, a fumaça pode viajar por milhares de quilômetros, afetando globalmente as condições atmosféricas", explica a Nasa. A agência espacial diz que está estudando os efeitos da fumaça que alcança essa altitude e se ela provoca um efeito de "aquecimento ou esfriamento atmosférico".

A Nasa percebeu que a fumaça mudou a cor dos céus em áreas da América do Sul e afetou dramaticamente a Nova Zelândia, onde tem provocado "problemas severos de qualidade do ar" e "neves escuras nos topos das montanhas".

Cidades grandes da Austrália, como Sydney, Melbourne, Canberra e Adelaide, também vivenciaram níveis perigosos de qualidade do ar devido à fumaça dos incêndios. Nesta terça-feira, 14, moradores de Melbourne enfrentaram um segundo dia consecutivo de níveis perigosos de poluição atmosférica, o que levantou preocupações relacionadas à saúde pública.

Fogo - Centenas de incêndios nos últimos meses na Austrália mataram pelo menos 28 pessoas e destruíram mais de 2 mil casas. Acredita-se que 800 milhões de animais tenham morrido e que cerca de 10 milhões de hectares tenham sido atingidos desde o início da temporada de queimadas, em junho de 2019

A escala sem precedentes e a intensidade desses incêndios são resultado das mudanças climáticas, dizem especialistas. Mais de 100 focos de incêndio continuam a queimar no leste do país, embora temperaturas mais frescas e as chuvas tenham ajudado os esforços dos bombeiros.

 

Fonte: G1

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Teto de shopping desaba durante tempestade em Belo Horizonte. Assista!
RISCO

Teto de shopping desaba durante tempestade em Belo Horizonte. Assista!

28/01/2020 23:27
Teto de shopping desaba durante tempestade em Belo Horizonte. Assista!
MEC libera acesso ao resultado do Sisu e abre inscrições para o Prouni
EDUCAÇÃO

MEC libera acesso ao resultado do Sisu e abre inscrições para o Prouni

28/01/2020 22:50
MEC libera acesso ao resultado do Sisu e abre inscrições para o Prouni
Sobe para 52 o número de mortes por causa das chuvas
EM MINAS GERAIS

Sobe para 52 o número de mortes por causa das chuvas

28/01/2020 21:11
Sobe para 52 o número de mortes por causa das chuvas
Cancelado alerta de tsunami após terremoto de magnitude 7,7 no Caribe
AMEAÇA DESCARTADA

Cancelado alerta de tsunami após terremoto de magnitude 7,7 no Caribe

28/01/2020 20:50
Cancelado alerta de tsunami após terremoto de magnitude 7,7 no Caribe
Brasil tem dois novos casos de suspeita de coronavírus
JÁ SÃO TRÊS

Brasil tem dois novos casos de suspeita de coronavírus

28/01/2020 18:55
Brasil tem dois novos casos de suspeita de coronavírus
Últimas Notícias