Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,5868 venda R$ 5,5873 máxima 5,6769
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,6941 venda R$ 6,6993 máxima 6,8041
18 Abr - 03h16
domingo, 18 de abril de 2021
LIDER - MELHOR MODA - DESK - 18 E 27/04
LIDER - MELHOR MODA - MOB - 18 E 27/04
PAUTAS

Guedes diz a Brics que vacinas e recuperação econômica são prioridades

Ministro destacou importância de banco do bloco e pediu reforma no FMI

07 Abr 2021 - 19h08Atualizado 07 Abr 2021 - 19h09
Guedes diz a Brics que vacinas e recuperação econômica são prioridades - Crédito: Edu Andrade/Ministério da Economia Crédito: Edu Andrade/Ministério da Economia

A promoção da vacinação e o avanço da agenda de reformas estruturais para recuperar a economia são prioridades para o governo brasileiro, disse hoje, 7, o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ele participou da primeira reunião de 2021 dos ministros de Finanças e presidentes de Bancos Centrais do Brics (grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

No encontro, que costuma ser realizado paralelamente à reunião de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI), Guedes apresentou informações atualizadas sobre a vacinação contra a covid-19 no Brasil e destacou a importância de parcerias do Brasil com os demais países do Brics.

Na reunião, Guedes mencionou as políticas emergenciais que reduziram o impacto da crise econômica gerada pela pandemia, citando o auxílio emergencial, o programa de redução de jornada e de suspensão de contratos em troca da preservação do emprego e as ações de saúde pública. O ministro afirmou que o Brasil continua empenhado em adotar políticas fiscal e monetária que criem condições para a recuperação sustentada da economia, melhorando o ambiente de negócios e estimulando os investimentos privados.

Sob a presidência rotativa da Índia, os ministros e presidentes dos Bancos Centrais do Brics debateram a atual conjuntura econômica e as perspectivas de recuperação no período pós-pandemia. Os participantes também discutiram as atividades do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), banco de fomento mantido pelos países do Brics, e defenderam a colaboração em investimentos em infraestrutura, cooperação alfandegária e a reforma de quotas do Fundo Monetário Internacional.

Desenvolvimento

O ministro Paulo Guedes manifestou o apoio do Brasil à Estratégia Geral do NDB entre 2022 e 2026. Para ele, a instituição financeira pode financiar importantes projetos no Brasil e tem potencial para expandir-se, com atuação estratégica em países em desenvolvimento.

Sobre os investimentos em infraestrutura, Guedes disse apoiar o funcionamento de mercados abertos e a crescente participação do setor privado, assim como a aplicação de instrumentos financeiros inovadores. Chamou atenção para o potencial de investimentos em infraestrutura digital voltados para a recuperação econômica inclusiva, sustentável e duradoura, citando a inclusão financeira promovida pelo pagamento do auxílio emergencial por meio de aplicativo.

FMI

Em relação à reforma das quotas no FMI, Guedes pediu que haja avanços na 16ª Revisão Geral de Quotas, que encerrará os trabalhos em dezembro de 2023. O ministro manifestou apoio do Brasil aos mecanismos de complementação de liquidez discutidos no FMI e no G20 (grupo das 20 maiores economias do planeta), como a alocação adicional de direitos especiais alocativos e a extensão do perdão do serviço das dívidas a alguns países mais pobres. O ministro também defendeu que pequenas e médias economias fortemente afetadas pela pandemia tenham acesso mais fácil a medidas de apoio.

 

Fonte: Agência Brasil

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil terá em maio 4 milhões de doses do Covax Facility, diz Ministério da Saúde
IMUNIZAÇÃO NACIONAL

Brasil terá em maio 4 milhões de doses do Covax Facility, diz Ministério da Saúde

17/04/2021 23:32
Brasil terá em maio 4 milhões de doses do Covax Facility, diz Ministério da Saúde
Brasil tem 13,9 milhões de casos e 371,6 mil mortes
CORONAVÍRUS

Brasil tem 13,9 milhões de casos e 371,6 mil mortes

17/04/2021 22:31
Brasil tem 13,9 milhões de casos e 371,6 mil mortes
Caso Henri Borel: defesa de Jairinho vai usar argumento de 'distúrbios psicológicos' para justificar agressões
ARTICUÇÃO

Caso Henri Borel: defesa de Jairinho vai usar argumento de 'distúrbios psicológicos' para justificar agressões

17/04/2021 22:11
Caso Henri Borel: defesa de Jairinho vai usar argumento de 'distúrbios psicológicos' para justificar agressões
Flávio Bolsonaro sofre acidente de quadriciclo no Ceará
SUSTO

Flávio Bolsonaro sofre acidente de quadriciclo no Ceará

17/04/2021 21:34
Flávio Bolsonaro sofre acidente de quadriciclo no Ceará
Bebê morre ao morder fio de carregador de celular plugado na tomada
TRAGÉDIA

Bebê morre ao morder fio de carregador de celular plugado na tomada

17/04/2021 21:09
Bebê morre ao morder fio de carregador de celular plugado na tomada
Últimas Notícias