Dólar Comercial compra R$ 5,4144 venda R$ 5,4149 máxima 5,4146
Euro compra R$ 6,3711 venda R$ 6,3739 máxima 6,3755
21 Set - 22h08
segunda, 21 de setembro de 2020
SER LIDER DE MERC É... - DESK
BASA - EM CADA ORAÇÃO... - MOB 18.9 A 18.10
PANDEMIA

Justiça diz que Saúde não pode desmobilizar hospitais de campanha

Ordem é para manter em funcionamento cinco unidades

03 Ago 2020 - 21h10Atualizado 03 Ago 2020 - 20h52
Justiça diz que Saúde não pode desmobilizar hospitais de campanha - Crédito: © Divulgação/Governo do Rio de Janeiro Crédito: © Divulgação/Governo do Rio de Janeiro

A Justiça do Rio de Janeiro obrigou a Secretaria de Estado de Saúde (SES) a manter abertos cinco hospitais de campanha erguidos para o combate à pandemia de covid-19. Em decisão deste domingo (2) a juíza Neusa Regina Larsen de Alvarenga Leite, da 14ª Vara de Fazenda Pública, determinou que o estado cumpra a decisão da segunda instância, de 20 de maio, determinada pela 25ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça.

Na decisão de maio, o colegiado seguiu, por unanimidade, o voto da relatora, a desembargadora Isabela Pessanha Chagas, e fixou um prazo de 20 dias para que o Poder Público colocasse todos os hospitais de  campanha em funcionamento.

Na segunda-feira passada, 27, o secretário de Saúde, Alex Bousquet, anunciou a desativação dos hospitais de campanha em duas etapas: a desmobilização dos hospitais de Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Nova Friburgo, no dia 5 de agosto. Já os hospitais de São Gonçalo e do Maracanã estão com o encerramento das atividades marcado para uma semana depois, no dia 12.

Explicação

A decisão foi baseada em critérios técnicos e é mais uma fase do planejamento estratégico de enfrentamento à covid-19 no estado. O secretário reafirmou que as determinações judiciais sobre os hospitais de campanha serão respeitadas e que a desmobilização só ocorrerá quando não houver obstáculos jurídicos.

Segundo Bousquet, o fechamento dos hospitais de campanha não terá impacto no atendimento dos pacientes que necessitam de internação. A rede de saúde referenciada para coronavírus conta atualmente com mais de 900 leitos, número que poderá ser ampliado com o apoio da SES aos municípios.

O secretário explicou que, “desde o princípio, era previsto que os hospitais de campanha encerrassem as atividades quando houvesse a redução da curva de casos e óbitos e quando a oferta de leitos da rede de saúde existente fosse suficiente. Este momento chegou. O passo foi avaliado em conjunto com técnicos do governo”, avaliou Bousquet.

Intimação

Na decisão, a juíza Neusa Regina de Alvarenga Leite escreveu que o Estado foi intimado para se manifestar acerca do descumprimento da liminar deferida em 2º grau de jurisdição e afirmou que não há mais a necessidade de manutenção da estrutura dos hospitais de campanha, em virtude da redução do contágio da doença covid-19.

"O Estado precisa recorrer ao colegiado. No entanto, não cabe ao juiz de 1º grau analisar a pertinência, ou não, da decisão do 2º grau, mas apenas determinar o seu cumprimento”, diz a juíza em outro trecho da decisão.

Segundo a magistrada, compete ao Estado apresentar tal justificativa no agravo de instrumento, pois é vedado ao 1º grau alterar decisão da 2ª instância. "Assim, determino ao Estado que cumpra a tutela de urgência deferida pelo tribunal.”

Defesa

Em nota, a SES informa que já havia decisão judicial para manter os hospitais de campanha abertos e diz que já está cumprindo. A secretaria destaca que os hospitais de campanha de São Gonçalo e do Maracanã estão abertos, como a pasta vem informando. “No momento, as unidades estão sem pacientes devido à disponibilidade de vagas para atendimento de pacientes com covid-19 em unidades regulares da rede estadual.”

A SES afirma, porém, que a decisão do Tribunal de Justiça não se estende às unidades de Nova Iguaçu, Duque de Caxias e Nova Friburgo.

Fonte: Agência Brasil

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro anuncia que Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA
ECONOMIA

Bolsonaro anuncia que Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA

21/09/2020 18:20
Bolsonaro anuncia que Brasil terá cota adicional na exportação de açúcar aos EUA
Mato Grosso pede ajuda da Força Nacional no combate a incêndios
PANTANAL

Mato Grosso pede ajuda da Força Nacional no combate a incêndios

21/09/2020 17:20
Mato Grosso pede ajuda da Força Nacional no combate a incêndios
Parecer contra Witzel poderá ser votado já na quarta-feira na Alerj
IMPEACHMENT

Parecer contra Witzel poderá ser votado já na quarta-feira na Alerj

21/09/2020 17:00
Parecer contra Witzel poderá ser votado já na quarta-feira na Alerj
TST determina fim da greve dos Correios
PARALISAÇÃO

TST determina fim da greve dos Correios

21/09/2020 17:00
TST determina fim da greve dos Correios
Marco Aurélio libera meio bilhão da Andrade Gutierrez que TCU havia bloqueado
DECISÃO STF

Marco Aurélio libera meio bilhão da Andrade Gutierrez que TCU havia bloqueado

21/09/2020 16:47
Marco Aurélio libera meio bilhão da Andrade Gutierrez que TCU havia bloqueado
Últimas Notícias