Dólar Comercial compra R$ 5,2903 venda R$ 5,2927 máxima 5,2934
Euro compra R$ 6,2769 venda R$ 6,2814 máxima 6,2806
05 Ago - 18h48
quarta, 05 de agosto de 2020
PMB ICOAR E OUT 27.7
PMB ICOAR E OUT - MOB 27.7
INJUSTIÇADO

Justiça do Rio revoga prisão de faxineiro detido por se parecer com assaltante

06 Jul 2020 - 13h00Atualizado 06 Jul 2020 - 13h18
Justiça do Rio revoga prisão de faxineiro detido por se parecer com assaltante - Crédito: REPRODUÇÃO Crédito: REPRODUÇÃO

A justiça do Rio de Janeiro revogou a prisão preventiva de um homem de 33 anos que havia sido preso provavelmente por engano. 

 Wilton Oliveira da Costa, conhecido como Sinha, foi solto do Presídio Ary Franco, em Água Santa, no último sábado, 4. Ele ficou preso por 54 dias, após ter sido acusado de cometer um assalto.

Familiares e colegas de trabalho, no entanto, faziam uma campanha de mobilização na internet, afirmando que o mesmo estava em sua atuação profissional como jardineiro no Hospital Federal do Andaraí, no momento em que o crime ocorreu.

“Estou muito feliz com a soltura, mas muito revoltada com toda a situação. Essa prisão preventiva foi como uma condenação, um pesadelo do qual tentamos preservar ao máximo nossa filha de 5 anos. Ela acha que ele está chegando de uma viagem hoje. Foram 54 dias longe da família por ele parecer com a pessoa que cometeu o assalto... mesmo que a gente estivesse mostrando desde o início que ele estava no trabalho, com documento assinado pela chefia”, disse Marcele Oliveira, esposa de Sinha no dia da liberação.

Segundo a decisão judicial, não existiam razões legais para a manutenção do encarceramento cautelar, já que Wilton foi apenas apontado como parecido com o assaltante, através de reconhecimento fotógrafo feito pela vítima. Pesou também o fato de Sinha ser réu primário.

Wilton, no entanto, ainda fica obrigado a comparecer ao Juízo mensalmente, do dia 1 ao dia 10 de cada mês, a partir de agosto, para informar e justificar suas atividades e está proibido de ausentar-se da Comarca por prazo superior a sete dias.

Nos 54 dias que o marido esteve preso injustamente, Marcele disse que a situação financeira apertou. Sinha faz faculdade de Educação Física, mas parte importante da renda familiar vinha de seu trabalho como faxineiro, cujo salário ficou suspenso por quase dois meses. A saída para a família foi fazer uma vaquinha online para pagar as contas.

“Eu vendo bolos também, mas precisamos fazer essa vaquinha para pagar o aluguel de casa e o advogado. Conseguimos, até o momento, R$ 790”. 

Sinha deve ir nesta segunda-feira ao Hospital Federal do Andaraí, a pedida da coordenação. A família espera saber se ele ainda tem o emprego.

Fonte: Extra.com

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

15 milhões de brasileiros não têm acesso à água tratada. 40% das escolas brasileiras não têm água nem para lavar as mãos
PANDEMIA

15 milhões de brasileiros não têm acesso à água tratada. 40% das escolas brasileiras não têm água nem para lavar as mãos

há 6 minutos atrás
15 milhões de brasileiros não têm acesso à água tratada. 40% das escolas brasileiras não têm água nem para lavar as mãos
Expulso da PM por faltar serviço, Gabriel Monteiro considera decisão ilegal: 'Fui dispensado por questão médica'
YOUTUBER

Expulso da PM por faltar serviço, Gabriel Monteiro considera decisão ilegal: 'Fui dispensado por questão médica'

05/08/2020 17:40
Expulso da PM por faltar serviço, Gabriel Monteiro considera decisão ilegal: 'Fui dispensado por questão médica'
Brasileira morre na Austrália após ataque a facadas de desconhecido
SUSPEITO PRESO

Brasileira morre na Austrália após ataque a facadas de desconhecido

05/08/2020 17:21
Brasileira morre na Austrália após ataque a facadas de desconhecido
Vídeo: Grande incêndio atinge mercado nos Emirados Árabes
TRAGÉDIA

Vídeo: Grande incêndio atinge mercado nos Emirados Árabes

05/08/2020 17:00
Vídeo: Grande incêndio atinge mercado nos Emirados Árabes
Caixa alega segurança jurídica e vai manter calendário de saque do FGTS
BENEFÍCIO

Caixa alega segurança jurídica e vai manter calendário de saque do FGTS

05/08/2020 16:53
Caixa alega segurança jurídica e vai manter calendário de saque do FGTS
Últimas Notícias