Euro compra R$ 4,1828 venda R$ 4,1852 máxima 4,2116
Dólar Comercial compra R$ 3,7024 venda R$ 3,7042 máxima 3,726
15 Fev - 16h17
sexta, 15 de fevereiro de 2019
Unique
unique_mobile
ASSINATURAS SUFICIENTES

Maia determina a criação de CPI para investigar rompimento de barragem em Brumadinho

13 Fev 2019 - 07h42
Maia determina a criação de CPI para investigar rompimento de barragem em Brumadinho - Crédito: Luis Macedo/Câmara dos Deputados Crédito: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), determinou a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as causas do rompimento da barragem em Brumadinho (MG), que ocorreu no fim de janeiro.

O despacho que determina a criação do colegiado é da última sexta-feira (8), mas só foi publicado nesta terça-feira (12). A criação da CPI deve ser lida em plenário. Cumprida esta etapa, abre-se prazo para que líderes façam a indicação de nomes para integrar o colegiado.

De acordo com as autoridades locais, o rompimento da barragem de Córrego do Feijão provocou a morte de pelo menos 165 pessoas. Ao todo, segundo a Defesa Civil de Minas Gerais, 155 pessoas ainda estão desaparecidas.

“Há número suficiente de assinaturas e fato determinado devidamente caracterizado no Requerimento, atendidas, assim, as disposições do art. 58, § 3º, da Constituição Federal e do art. 35, § 1º, do Regimento Interno da Câmara dos Deputados, razão pela qual determino a publicação do Requerimento e a constituição da Comissão para, nos termos do art. 35, § 3º, primeira parte, funcionar pelo prazo de 120 (cento e vinte) dias. Publique-se”, diz o documento assinado por Maia.

Este foi o primeiro pedido de CPI apresentado na legislatura, pela deputada Joice Hasselmann (PSL-SP). Assinam também como autores os deputados Carlos Sampaio (PSDB-SP) e Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ). O documento tem 194 assinaturas, mais que o número mínimo necessário.

De acordo com o regimento interno da Câmara, 5 CPIs podem funcionar simultaneamente na Casa.

Duas CPIs

Nesta terça-feira (12), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), leu em plenário o pedido de criação de CPI no Senado com o mesmo objeto da Câmara – apurar as causas do rompimento de uma barragem em Brumadinho.

A leitura é o último passo para a criação da CPI. A comissão será considerada criada, contudo, somente após publicação no "Diário Oficial do Senado Federal".

Risco de rompimento

Nesta terça-feira (12), a Vale rebateu as informações de que laudos da própria empresa indicavam risco de rompimento na da barragem. Executivos da empresa afirmaram em entrevista à imprensa que os relatórios não indicavam o risco iminente e que a barragem estava "estável".

Dois relatórios da Vale, um de 2017 e outro de 2018, indicam que a mineradora sabia dos riscos de rompimento da barragem 1 da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho.

Documento interno empresa de novembro de 2017 afirma que a barragem, já naquela época, tinha uma chance de colapso duas vezes maior que o nível máximo de risco individual tolerável.

Fonte: G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeitura do Rio alerta para risco de chuva forte durante esta sexta
AVISO!

Prefeitura do Rio alerta para risco de chuva forte durante esta sexta

há 10 minutos atrás
Prefeitura do Rio alerta para risco de chuva forte durante esta sexta
Mulher dá a luz a sete bebês em parto normal no Iraque
RARÍSSIMO

Mulher dá a luz a sete bebês em parto normal no Iraque

há 44 minutos atrás
Mulher dá a luz a sete bebês em parto normal no Iraque
Trump anuncia declaração nacional para construir muro
POLÍTICA

Trump anuncia declaração nacional para construir muro

há 46 minutos atrás
Trump anuncia declaração nacional para construir muro
Disney publica foto de casamento gay no Castelo da Cinderela
PRIDE

Disney publica foto de casamento gay no Castelo da Cinderela

há 1 hora atrás
Disney publica foto de casamento gay no Castelo da Cinderela
Gilmar Mendes anula etapa da Lava Jato em São Paulo
DECISÃO

Gilmar Mendes anula etapa da Lava Jato em São Paulo

15/02/2019 14:32
Gilmar Mendes anula etapa da Lava Jato em São Paulo
Últimas Notícias