Dólar Comercial compra R$ 4,1608 venda R$ 4,1623 máxima 4,1643
Euro compra R$ 4,6318 venda R$ 4,6343 máxima 4,6353
18 Out - 08h13
sexta, 18 de outubro de 2019
Banco da Amazônia - FNO 2
Unique_mobile
EXAME NACIONAL

Ministro da Educação afirma que provas do Enem foram todas impressas

A primeira remessa, de 408 mil provas, foi enviada no dia 3 de outubro, para locais de difícil acesso do Pará e Bahia

10 Out 2019 - 12h37Atualizado 10 Out 2019 - 12h48
Ministro da Educação afirma que provas do Enem foram todas impressas - Crédito: Agência Brasil Crédito: Agência Brasil

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 foram todas impressas e metade delas já foi remetida aos locais de aplicação. “Acabou o risco de não ter Enem”, enfatizou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, nesta quinta-feira, 10. O Enem 2019 será realizado nos dias 3 e 10 de novembro, em 1.727 municípios brasileiros. Mais de cinco milhões de pessoas farão o exame em 14 mil locais de aplicação de provas.

Foram impressas 10,3 milhões de provas. A primeira remessa, de 408 mil provas, foi enviada no dia 3 de outubro, para locais de difícil acesso do Pará e Bahia. Outros malotes seguiram para Rondônia, Piauí, Pernambuco e Mato Grosso. Os materiais estavam sob a guarda do 4º Batalhão de Infantaria Leve do Exército Brasilieiro, em Osasco, São Paulo.

O ministro ressaltou que apesar dos problemas enfrentados com a gráfica neste ano, o cronograma está sendo seguido e a prova está garantida. “Não teve problema nenhum com a gráfica”, ressaltou Weintraub. 

No início deste ano, a empresa RR Donnelley, que era detentora do contrato para a impressão do Enem, decretou falência. O Tribunal de Contas da União (TCU) autorizou, em abril, a contratação de nova gráfica. Foi escolhida a Valid S.A., garantindo a impressão das provas. A Valid era a gráfica seguinte na ordem de classificação na licitação realizada em 2016.

Neste ano, a contratação da segunda colocada foi autorizada pelo TCU para que a prova pudesse ser impressa a tempo, segundo o ministro. Para 2020, será feita uma nova licitação. O processo para a elaboração de novo edital está em andamento, segundo o Inep.

Será necessária uma megaoperação de logística e segurança. São 400 mil profissionais envolvidos em todo o processo da avaliação. Só a operação de transporte dos malotes envolve 31 mil colaboradores, a maioria, agentes de segurança pública. São 4,2 toneladas de papéis, transportados em 3.746 contêiners levados em aviões, carretas e barcos. 

Fonte: Agência Brasil

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Trump indica novo embaixador dos EUA no Brasil
MUDANÇAS

Trump indica novo embaixador dos EUA no Brasil

há 13 minutos atrás
Trump indica novo embaixador dos EUA no Brasil
Sábado será "Dia D" de vacinação contra o sarampo
SAÚDE

Sábado será "Dia D" de vacinação contra o sarampo

há 21 minutos atrás
Sábado será "Dia D" de vacinação contra o sarampo
Carlos Bolsonaro se desculpa por postagem no Twitter do pai
PERDÃO

Carlos Bolsonaro se desculpa por postagem no Twitter do pai

há 43 minutos atrás
Carlos Bolsonaro se desculpa por postagem no Twitter do pai
Sobe para seis o número de mortos em desabamento de prédio em Fortaleza
TRAGÉDIA

Sobe para seis o número de mortos em desabamento de prédio em Fortaleza

18/10/2019 07:00
Sobe para seis o número de mortos em desabamento de prédio em Fortaleza
Manequim com roupas em rio mobiliza equipes de resgate e policiais militares em Jundiaí
SUSTO

Manequim com roupas em rio mobiliza equipes de resgate e policiais militares em Jundiaí

17/10/2019 20:17
Manequim com roupas em rio mobiliza equipes de resgate e policiais militares em Jundiaí
Últimas Notícias