Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,3041 venda R$ 5,3046 máxima 5,3069
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,4042 venda R$ 6,4053 máxima 6,4071
12 Mai - 20h35
quarta, 12 de maio de 2021
LIDER - MELHOR ELET SECADOR - DESK - 03, 12, 21 e 29/05
LIDER - MELHOR ELET SECADOR - MOB - 03, 12, 21 e 29/05
CORONAVÍRUS

Morte de crianças e adolescentes por covid-19 é considerada baixa

As estatísticas comprovam que as taxas de hospitalização, de mortes e de letalidade da doença no Brasil são muito menores nesse grupo do que em outras faixas etárias.

04 Mai 2021 - 11h15Atualizado 04 Mai 2021 - 11h17
Morte de crianças e adolescentes por covid-19 é considerada baixa - Crédito: Divulgação/Freepik Crédito: Divulgação/Freepik

Após mais de um ano do início da pandemia do novo coronavírus, algumas impressões iniciais sobre a covid-19 se mostraram equivocadas. Entre elas, a de que a doença só atingia pessoas idosas e com doenças crônicas, e que as crianças e adolescentes estariam imunes. 

Mas, à medida que os mais jovens foram expostos ao vírus, eles também começaram a se contaminar e desenvolver formas mais graves e fatais da doença. Desde o começo da pandemia no Brasil, em março de 2020, mais de mil crianças e adolescentes já morreram de covid-19, de acordo a SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) e o Ministério da Saúde. 

O número deve servir como alerta para os pais, mas não é motivo para desespero, de acordo com especialistas ouvidos por um veículo de comunicação nacional. A mortalidade por covid-19 nessa faixa etária é considerada baixa quando comparada a outras causas nesse grupo. 

“Antes dos 5 anos, a maior causa disparada são problemas de má-formação ou relacionados ao parto. Após essa idade, lideram o ranking o homicídio, os acidentes, como os de trânsito e doméstico, e o câncer”, diz o médico Paulo Telles, pediatra e neonatologista pela SBP.

Os dados disponíveis mais recentes dão uma dimensão dessa comparação: 

Homicídios: 9,8 mil foram cometidos contra crianças e adolescentes até 19 anos em 2018, segundo a Fundação Abrinq;

Acidentes em geral: 3.300 anualmente, segundo a ONG Criança Segura,

Câncer: 2.565 mortes anuais, segundo o Atlas de Mortalidade por Câncer do Instituto Nacional de Câncer, de 2020. 

Além disso, as infecções graves e fatais nessas faixas etárias continuam raras. E as estatísticas comprovam que as taxas de hospitalização, de mortes e de letalidade da doença no Brasil são muito menores nesse grupo do que em outras faixas etárias e estão em baixa na comparação entre 2020 e 2021. 

Com informações da CNN

 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Senadores apontam contradição de Wajngarten em depoimento à CPI da Covid
INVESTIGAÇÃO

Senadores apontam contradição de Wajngarten em depoimento à CPI da Covid

há 11 minutos atrás
Senadores apontam contradição de Wajngarten em depoimento à CPI da Covid
Bilhete dentro de garrafa encontrada na praia pode ser de vítima do Titanic
NO CANADÁ

Bilhete dentro de garrafa encontrada na praia pode ser de vítima do Titanic

há 20 minutos atrás
Bilhete dentro de garrafa encontrada na praia pode ser de vítima do Titanic
Brasil registra 76.692 casos e 2.494 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS

Brasil registra 76.692 casos e 2.494 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas

há 1 hora atrás
Brasil registra 76.692 casos e 2.494 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas
Lei que determina afastamento de gestante na pandemia é sancionada
TELETRABALHO

Lei que determina afastamento de gestante na pandemia é sancionada

12/05/2021 19:31
Lei que determina afastamento de gestante na pandemia é sancionada
Nova remessa de vacinas começa a ser distribuída nesta quinta no Brasil
COVID-19

Nova remessa de vacinas começa a ser distribuída nesta quinta no Brasil

12/05/2021 19:27
Nova remessa de vacinas começa a ser distribuída nesta quinta no Brasil
Últimas Notícias