Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,2329 venda R$ 5,235 máxima 5,234
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,3595 venda R$ 6,3626 máxima 6,3734
09 Mai - 23h32
domingo, 09 de maio de 2021
LIDER - MELHOR A CASA E SUA SOFA AZUL - DESK - 09, 18 e 27/05
LIDER - MELHOR A CASA E SUA SOFA AZUL - MOB - 09, 18 e 27/05
MEDIDA PROVISÓRIA

Compras relacionadas ao enfrentamento da pandemia seguem liberadas de licitação

04 Mai 2021 - 17h00Atualizado 04 Mai 2021 - 17h20
Compras relacionadas ao enfrentamento da pandemia seguem liberadas de licitação - Crédito: Reprodução / Américo Antonio / Sesa Crédito: Reprodução / Américo Antonio / Sesa

As compras de bens e serviços relacionados ao enfrentamento da pandemia de covid-19 poderão voltar a ser feitas com dispensa de licitação. A flexibilização das regras consta da Medida Provisória (MP) 1.047, sancionada nesta terça-feira, 4, pelo presidente Jair Bolsonaro.

Entre os bens abrangidos pelas regras simplificadas, estão vacinas, medicamentos, material hospitalar e serviços de engenharia nos hospitais. De acordo com a MP, bens usados podem ser adquiridos sem necessidade de licitação, desde que o fornecedor se responsabilize pelas condições de uso e funcionamento.

Segundo o Palácio do Planalto, a maior parte das medidas restabelecidas pela MP constava das leis 13.979 e 14.065, de 2020, que haviam expirado em 31 de dezembro do ano passado. Caberá ao Ministério da Saúde editar um ato definindo o prazo de vigência das condições excepcionais de contratação.

Em nota, o Ministério da Economia informou que a medida provisória permitirá garantir que bens, serviços e insumos usados no combate à pandemia cheguem de forma mais rápida à população, promovendo o combate à situação de emergência sanitária e ajudando a recuperar a economia. A pasta informou que a MP não tem impacto sobre as contas públicas, porque se trata apenas da adaptação das rotinas internas de órgãos federais e de entidades.

“O governo prevê a racionalização das compras, com minimização de custos – administrativos e financeiros – bem como a mitigação de esforços operacionais por cada órgão e entidade na garantia do atendimento à população, sem afastar o adequado processo administrativo, as justificativas para alocação dos recursos e a transparência ativa de todas as compras de governo”, destacou o Ministério da Economia no comunicado.

 

Com informações da Agência Brasil.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

TCU sugere ao Ministério da Saúde que leitos de hospitais militares sejam usados por civis
ALTERNATIVAS

TCU sugere ao Ministério da Saúde que leitos de hospitais militares sejam usados por civis

há 5 minutos atrás
TCU sugere ao Ministério da Saúde que leitos de hospitais militares sejam usados por civis
Flordelis afirma que morte de Paulo Gustavo 'não é castigo de Deus'
INDIGNAÇÃO

Flordelis afirma que morte de Paulo Gustavo 'não é castigo de Deus'

há 28 minutos atrás
Flordelis afirma que morte de Paulo Gustavo 'não é castigo de Deus'
Eduardo Cunha volta a usar redes sociais após ter prisão domiciliar revogada
VIDA VIRTUAL

Eduardo Cunha volta a usar redes sociais após ter prisão domiciliar revogada

há 49 minutos atrás
Eduardo Cunha volta a usar redes sociais após ter prisão domiciliar revogada
Média de mortes por covid recua 14,7%; Brasil registra 11 dias consecutivos de queda
REDUÇÃO

Média de mortes por covid recua 14,7%; Brasil registra 11 dias consecutivos de queda

09/05/2021 22:21
Média de mortes por covid recua 14,7%; Brasil registra 11 dias consecutivos de queda
Presidente da CPI da Covid, Aziz afirma que Queiroga será reconvocado para depor
ABAIXO DA EXPECTATIVA

Presidente da CPI da Covid, Aziz afirma que Queiroga será reconvocado para depor

09/05/2021 21:40
Presidente da CPI da Covid, Aziz afirma que Queiroga será reconvocado para depor
Últimas Notícias