Dólar Comercial compra R$ 5,6418 venda R$ 5,6425 máxima 5,6421
Euro compra R$ 6,7972 venda R$ 6,8003 máxima 6,7993
01 Mar - 20h22
segunda, 01 de março de 2021
VALE-SUPERBANNER DESK-COMBATE CORONAVIRUS-18/02 A 04/03
MGZ-REC-INSP-21/02 A 09/03
TRAUMA

Mulher acusa pastor casado de assédio sexual em fundo de igreja

Após divulgação do caso outras vítimas do líder religioso apareceram

22 Fev 2021 - 17h00Atualizado 22 Fev 2021 - 17h07
Mulher acusa pastor casado de assédio sexual em fundo de igreja - Crédito: Pinterest Crédito: Pinterest

Uma mulher de 29 anos denunciou um pastor de 51 anos por assédio, Segundo a vítima os ataques aconteciam à força dentro da igreja. O acusado também teria enviado fotos íntimas para o WhatsApp da jovem após o ato. 

Os assédios teriam começado no dia 4 de fevereiro, em um local de culto localizado na rua Triângulo Mineiro, Jardim Macaúbas, em Campo Grande, em que ambos frequentavam. A mulher foi chamada para limpar um cômodo nos fundos da igreja, a convite do homem e da esposa dele. O acusado aproveitou a saída da esposa para atacar a moça.

‘Ele me abraçou e me manteve abraçada...aí começou a querer me beijar e dizia: ‘me dá uma bitoquinha?’. Só que eu virava o rosto e ele alcançava apenas a bochecha’, disse a vítima do pastor. 

De acordo com a jovem, o homem era muito próximo à família e agia carinhosamente com ela. Ele teria se aproveitado disso para praticar os atos. A mulher relata que preferiu permanecer calada sobre os ocorridos por ter ficado com ele, mas o acusado insistiu em manter contato e passou a enviar mensagens para o celular dela.

A vítima explica que ‘No começo eram só figurinhas, gifs (fotos animadas), Mas, o tom dele mudou e ele passou a sinalizar que queria manter relação sexual´. 

Orientada pela irmã, a jovem pegou fotos aleatórias de seios e decotes na internet e enviou ao membro da igreja em uma das ocasiões, ele retribuiu com uma foto de cueca. Depois, mandou a foto do pênis. 

De acordo com a vítima, o pastor usava a estratégia de mandar as imagens e mensagens e, em seguida, apagava, para não deixar rastro. No entanto, ela baixou um aplicativo que recupera os arquivos deletados. Depois de conseguir as provas, o assédio foi revelado aos pais, que ficaram chocados. 

A denúncia se espalhou para a igreja e a vítima disse ter sido procurada por outras meninas que também sofreram abuso, mas não tiveram coragem de denunciar, em razão do suspeito ser o líder do Ministério.

Com informações de Portal Topmídias News

 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Contaminação pela covid-19 através dos olhos é possível, dizem especialistas
PORTA DE ENTRADA

Contaminação pela covid-19 através dos olhos é possível, dizem especialistas

01/03/2021 19:00
Contaminação pela covid-19 através dos olhos é possível, dizem especialistas
Balança comercial tem superávit de US$ 1,152 bilhão em fevereiro
RESULTADO

Balança comercial tem superávit de US$ 1,152 bilhão em fevereiro

01/03/2021 18:54
Balança comercial tem superávit de US$ 1,152 bilhão em fevereiro
IR faz com que três milhões de brasileiros devolvam auxílio emergencial
ECONOMIA

IR faz com que três milhões de brasileiros devolvam auxílio emergencial

01/03/2021 18:39
IR faz com que três milhões de brasileiros devolvam auxílio emergencial
Limite do Pix aumenta a partir de hoje; entenda o que mudou
MUDANÇAS

Limite do Pix aumenta a partir de hoje; entenda o que mudou

01/03/2021 18:33
Limite do Pix aumenta a partir de hoje; entenda o que mudou
Anvisa alerta para uso do nome da agência em golpes de estelionato
JUSTIÇA

Anvisa alerta para uso do nome da agência em golpes de estelionato

01/03/2021 17:55
Anvisa alerta para uso do nome da agência em golpes de estelionato
Últimas Notícias