Dólar Comercial compra R$ 5,5459 venda R$ 5,5466 máxima 5,5592
Euro compra R$ 6,4764 venda R$ 6,4784 máxima 6,487
23 Set - 13h31
quarta, 23 de setembro de 2020
VLAE - DIA DA AMAZ - DESK - 15.9
LIDER MAGAZAN - BIJU MOB - 23.9
MUDANÇAS

Nova gasolina se torna obrigatória no país a partir desta segunda

03 Ago 2020 - 08h47Atualizado 03 Ago 2020 - 10h32
Nova gasolina se torna obrigatória no país a partir desta segunda - Crédito: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas Crédito: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Entram em vigor nesta segunda-feira, 03, os novos padrões para a gasolina comercializada no Brasil inteiro. Com base em novas especificações definidas pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis), o combustível terá qualidade superior e melhor rendimento, mas será também mais caro para os consumidores. Em Santa Catarina, a expectativa dos sindicatos do setor é de um aumento entre 10 e 15 centavos.

A gasolina nos postos não deve, no entanto, mudar do dia para a noite. Conforme a própria resolução da ANP, a partir desta segunda as refinarias têm 60 dias para trocarem totalmente a gasolina vendida, enquanto os postos têm 90 dias. O período servirá para a adequação dos estabelecimentos, que precisam zerar o estoque da gasolina “velha” até passar a vender somente o novo combustível.

Uma das principais mudanças é o estabelecimento de um limite mínimo de massa específica para a gasolina automotiva. A partir de agosto, a gasolina vendida às distribuidoras precisará ter 715 quilos por metro cúbico. Antes, os fornecedores só precisavam informar os valores desse parâmetro, e a ausência de um limite mínimo fazia com que a gasolina vendida no Brasil fosse menos densa que a de outros mercados.

A massa específica da gasolina está relacionada à sua densidade, e quanto maior ela for, maior é a capacidade de um mesmo volume de combustível gerar energia. A gasolina mais densa tem mais energia disponível para ser convertida no momento da combustão, e isso fará com que os veículos sejam capazes de circular mais com menos combustível. A redução do consumo poderá ser de 4% a 6%, estimam os estudos que embasaram a mudança publicada pela ANP.

Outra novidade nas especificações é o estabelecimento de uma faixa com limite máximo e mínimo de temperatura para uma evaporação de 50% da gasolina, parâmetro que é chamado de destilação e mede a volatilidade do combustível. Antes, a ANP regulava apenas o limite máximo. Ednéia Caliman explica que um perfil adequado de destilação gera melhora na qualidade da combustão em ponto morto, na dirigibilidade, no tempo de resposta na partida a frio e no aquecimento adequado. Esses ganhos favorecem a eficiência do motor, resume a especialista da ANP.

Fonte: ANP.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

SP tem aumento nos casos após feriado, afirma David Uip
PANDEMIA

SP tem aumento nos casos após feriado, afirma David Uip

há 31 minutos atrás
SP tem aumento nos casos após feriado, afirma David Uip
Prévia da inflação em setembro fica em 0,45%, diz IBGE
ECONOMIA

Prévia da inflação em setembro fica em 0,45%, diz IBGE

há 46 minutos atrás
Prévia da inflação em setembro fica em 0,45%, diz IBGE
Desemprego subiu 27,6% em quatro meses de pandemia
PNAD 2020

Desemprego subiu 27,6% em quatro meses de pandemia

23/09/2020 12:30
Desemprego subiu 27,6% em quatro meses de pandemia
Quase 40% dos estudantes da Região Norte ficaram sem atividade escolar em agosto
LEVANTAMENTO

Quase 40% dos estudantes da Região Norte ficaram sem atividade escolar em agosto

23/09/2020 12:30
Quase 40% dos estudantes da Região Norte ficaram sem atividade escolar em agosto
Câmara instala comissão para reformar Lei da Lavagem de Dinheiro
MUDANÇAS

Câmara instala comissão para reformar Lei da Lavagem de Dinheiro

23/09/2020 12:15
Câmara instala comissão para reformar Lei da Lavagem de Dinheiro
Últimas Notícias