Dólar Comercial compra R$ 5,338 venda R$ 5,3385 máxima 5,4619
Euro compra R$ 5,9224 venda R$ 5,9251 máxima 6,0735
31 Mai - 07h37
domingo, 31 de maio de 2020
XP Invest
XP Invest mobile
CIÊNCIA E SAÚDE

OMS anuncia primeiro teste em grande escala de vacina contra malária

Vacina tem proteção parcial contra a doença. Três países africanos receberão doses

23 Abr 2019 - 20h29Atualizado 23 Abr 2019 - 21h44
OMS anuncia primeiro teste em grande escala de vacina contra malária -

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou nesta terça-feira (23) que iniciará a implementação da primeira vacina contra a malária. A vacina, desenvolvida ao longo de 30 anos, tem proteção parcial contra a doença em crianças pequenas.

O primeiro país a receber doses da vacina será o Malaui. Nas próximas semanas, Gana e Quênia receberão doses também.

Segundo comunicado da OMS, a vacina RTS, S é a primeira e, até hoje, a única vacina que mostra um efeito protetor contra a malária em crianças pequenas e entrará para o calendário de vacinação destes países.

Nos testes, além da proteção parcial, a vacina também conseguiu reduzir a necessidade de transfusões de sangue em 29%. As transfusões são necessárias contra a anemia severa causada pela doença.

A eficácia da vacina foi estabelecida em teste anteriores envolvendo mais de 15 mil crianças da África subsaariana. Ficou comprovado que crianças que receberam 4 doses da vacina tiveram um risco significativamente menor de desenvolver malária.

Segundo a OMS, a malária mata 435 mil pessoas por ano, a maioria delas crianças menores de cinco anos.

“Temos visto ganhos tremendos de mosquiteiros e outras medidas para controlar a malária nos últimos 15 anos, mas o progresso estagnou e até reverteu em algumas áreas. Precisamos de novas soluções para recuperar a resposta da malária, e essa vacina nos oferece uma ferramenta promissora para chegar lá ”, disse o diretor-geral da OMS, Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus.

"A vacina contra a malária tem o potencial de salvar dezenas de milhares de vidas de crianças"-Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS.

A doença infecciosa é causada por protozoários transmitidos pela fêmea infectada do mosquito Anopheles. Os sintomas podem incluir febre alta, dor de cabeça, tremores e calafrios.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

MPF pede suspensão de norma que recomendou uso de cloroquina para covid-19
CORONAVÍRUS

MPF pede suspensão de norma que recomendou uso de cloroquina para covid-19

30/05/2020 22:30
MPF pede suspensão de norma que recomendou uso de cloroquina para covid-19
EUA solicitam Guarda Nacional para conter protestos em Minneapolis
CASO DE RACISMO

EUA solicitam Guarda Nacional para conter protestos em Minneapolis

30/05/2020 22:00
EUA solicitam Guarda Nacional para conter protestos em Minneapolis
Brasil atinge 28.834 mortes por covid-19 e passa a França no número de vítimas
PANDEMIA DO CORONAVÍRUS

Brasil atinge 28.834 mortes por covid-19 e passa a França no número de vítimas

30/05/2020 19:42
Brasil atinge 28.834 mortes por covid-19 e passa a França no número de vítimas
STF nega pedido de reabertura de comércio em Duque de Caxias
PANDEMIA

STF nega pedido de reabertura de comércio em Duque de Caxias

30/05/2020 19:30
STF nega pedido de reabertura de comércio em Duque de Caxias
Mães menores de idade podem pedir auxílio emergencial a partir deste sábado, 30
NOVIDADE

Mães menores de idade podem pedir auxílio emergencial a partir deste sábado, 30

30/05/2020 18:10
Mães menores de idade podem pedir auxílio emergencial a partir deste sábado, 30
Últimas Notícias