Polícia diz que sequestro de Marcelinho Carioca não foi planejado

A Polícia de São Paulo disse nesta terça-feira, 19, que o sequestro de Marcelinho Carioca não foi planejado. O ex-jogador de futebol e a colega foram sequestrados no domingo, 17, e libertados pela Polícia Militar (PM) na segunda-feira, 18. Eles estavam num cativeiro em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. Seis...

Publicado em 19 de dezembro de 2023 às 18:38

A Polícia de São Paulo disse nesta terça-feira, 19, que o sequestro de Marcelinho Carioca não foi planejado. O ex-jogador de futebol e a colega foram sequestrados no domingo, 17, e libertados pela Polícia Militar (PM) na segunda-feira, 18. Eles estavam num cativeiro em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo.

Seis pessoas já foram indiciadas por sequestro, extorsão, formação de quadrilha, roubo, lavagem de dinheiro e receptação tendo como vítimas Marcelinho Carioca e uma amiga dele. Quatro dessas pessoas indiciadas foram presas pelos crimes: dois homens e duas mulheres. Outro homem e mais uma mulher ainda são procurados.

A Divisão Antissequestro (DAS) de São Paulo, que investiga o caso, disse que também pediu à Justiça a prisão preventiva dos seis. Ao todo, dez pessoas participaram da ação criminosa contra o ex-jogador e a amiga, segundo o delegado Fábio Nelson Fernandes, diretor da DAS. A quadrilha não teria planejado o sequestro de Marcelinho e da amiga. De acordo com a investigação, ele ocorreu por acaso, quando criminosos viram o carro de luxo do atleta.

'O sequestro foi ocasional. O crime não foi planejado', afirmou Fábio, nesta terça.

Com informações de G1