Dólar Comercial compra R$ 5,3158 venda R$ 5,3163 máxima 5,3792
Euro compra R$ 5,9766 venda R$ 5,9782 máxima 6,0392
05 Jul - 11h16
domingo, 05 de julho de 2020
Basa Sua Conta
Equatorial Celpa mobile
CASO RAFAEL

Polícia do RS descobre que Alexandra Dougokenski estrangulou o filho na hora da morte: 'Amarrou uma corda de varal'

29 Jun 2020 - 09h00Atualizado 29 Jun 2020 - 10h14
Polícia do RS descobre que Alexandra Dougokenski estrangulou o filho na hora da morte: 'Amarrou uma corda de varal' - Crédito: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS Crédito: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul divulgou o novo depoimento de Alexandra Dougokenski na noite de ontem, 28. Segundo o depoimento, a mãe do menino Rafael Mateus Winques, de 11 anos, assassinado em 15 de maio no norte do estado, mudou seu depoimento e admitiu que estrangulou o garoto. 

Alexandra prestou novo depoimento aos investigadores na tarde de ontem, em Porto Alegre. O objetivo foi confrontar seu relato às evidências colhidas na reconstituição do crime, ocorrida em 18 de junho, na cidade de Planalto.

Segundo o delegado Eibert Moreira Neto, ela admitiu que, depois de ministrar duas doses do medicamento Diazepam, amarrou uma corda de varal no pescoço de Rafael enquanto ele ainda estava acordado e apertou.

"Após já ter repreendido ele pelo fato de estar passando diversas noites em claro mexendo no celular, fato que já vinha incomodando, ela resolveu ministrar o remédio para que ele dormisse. Ela foi para cama e, por volta das 2h, acordou e viu que ele ainda estava acordado mesmo após ter tomado o medicamento. Naquele momento ela perdeu o controle da situação e resolveu de fato estrangular ele", explicou o delegado.

De acordo com os investigadores, Alexandra confirmou que deu o laço no pescoço de Rafael, que se asfixiou e caiu da cama.

"Quando ele cai, ela sai do quarto e deixa ele asfixiando. Depois de um tempo ela retorna e vê que ele desfaleceu. Ela então vai ao quarto dela, pega uma sacola plástica, pois não consegue olhar para o rosto dele. Com essa sacola, cobre o resto do menino, pega ele no colo e transporta até a casa vizinha, onde tinha uma caixa", conta Moreira Neto.

"Ele se debateu, caiu e machucou a costela. Ele tem uma lesão, comprovada na necropsia. Ela não conseguiu acompanhar a cena. Saiu do quarto e deixou ele asfixiando”.

Fonte: UOL

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Gastronomia paraense na estreia do novo programa de Zeca Camargo
SABORES

Gastronomia paraense na estreia do novo programa de Zeca Camargo

05/07/2020 09:12
Gastronomia paraense na estreia do novo programa de Zeca Camargo
Ministério da Economia reconhece dificudade das empresas no acesso às linhas de crédito, que até o momento só liberaram 17% dos recursos
AINDA É POUCO

Ministério da Economia reconhece dificudade das empresas no acesso às linhas de crédito, que até o momento só liberaram 17% dos recursos

05/07/2020 09:04
Ministério da Economia reconhece dificudade das empresas no acesso às linhas de crédito, que até o momento só liberaram 17% dos recursos
Manaus e Tocantins estão abaixo da média nacional em saneamento básico
PRIVATIZAÇÃO

Manaus e Tocantins estão abaixo da média nacional em saneamento básico

05/07/2020 08:29
Manaus e Tocantins estão abaixo da média nacional em saneamento básico
Mega-Sena: Prêmio vai a R$33 milhões no próximo sorteio
LOTERIA

Mega-Sena: Prêmio vai a R$33 milhões no próximo sorteio

05/07/2020 08:26
Mega-Sena: Prêmio vai a R$33 milhões no próximo sorteio
Empresas boicotam publicidade no Facebook por discurso de ódio, incitação à violência e desinformação
REDE SOCIAL

Empresas boicotam publicidade no Facebook por discurso de ódio, incitação à violência e desinformação

04/07/2020 23:00
Empresas boicotam publicidade no Facebook por discurso de ódio, incitação à violência e desinformação
Últimas Notícias