Dólar Comercial compra R$ 5,3906 venda R$ 5,3921 máxima 5,3985
Euro compra R$ 6,3778 venda R$ 6,3841 máxima 6,3931
19 Set - 02h51
sábado, 19 de setembro de 2020
BASA - EM CADA ORAÇÃO... DESK - 18.9
SER LIDER DE MERC É ...- MOB
INTERNACIONAL

Polícia entra em confronto com manifestantes em Beirute

É o segundo dia de protestos contra o governo depois da explosão

09 Ago 2020 - 20h30Atualizado 09 Ago 2020 - 20h15
Polícia entra em confronto com manifestantes em Beirute - Crédito: © ALI HASHISHO Crédito: © ALI HASHISHO

A polícia libanesa lançou bombas de gás lacrimogêneo para tentar dispersar manifestantes que jogavam pedras e bloqueavam uma via perto do Parlamento em Beirute neste domingo, 9, no segundo dia de protestos contra o governo pela explosão devastadora da última terça-feira (4) no porto da capital.

O fogo irrompeu em uma entrada para a Praça do Parlamento, enquanto os manifestantes tentavam invadir uma área isolada, segundo imagens de TV. Os manifestantes também invadiram os escritórios de ministérios.

A enorme explosão matou 158 pessoas e feriu mais de 6 mil além de destruir partes da cidade, num momento de crise política e econômica, gerando fortes apelos para que o governo renuncie.

Policiais da tropa de choque entraram em confronto com os manifestantes, enquanto milhares de pessoas seguiam para a Praça do Parlamento e para a Praça dos Mártires, disse um correspondente da Reuters.

"Demos a esses líderes tantas chances de nos ajudar e eles sempre falharam. Queremos todos eles fora, especialmente o Hezbollah, porque é uma milícia e apenas intimida as pessoas com suas armas", disse Walid Jamal, um manifestante desempregado, referindo-se ao o grupo armado mais influente do país, apoiado pelo Irã, que tem ministros no governo.

O patriarca cristão maronita, Bechara Boutros al-Rai, disse que o gabinete deveria renunciar, uma vez que não pode mudar a forma como governa. "A renúncia de um parlamentar ou ministro não é suficiente, todo o governo deveria renunciar, pois não é capaz de ajudar o país a se recuperar", afirmou em seu sermão de domingo.

A ministra da Informação, Manal Abdel Samad, disse hoje que estava renunciando ao cargo, citando a explosão e o fracasso do governo em realizar reformas.

Os protestos de sábado foram os maiores desde outubro, quando milhares de pessoas foram às ruas para exigir o fim da corrupção e da má governança.

Cerca de 10 mil pessoas se reuniram na Praça dos Mártires, que foi transformada em uma zona de batalha à noite entre a polícia e os manifestantes. Eles que tentaram romper uma barreira ao longo de uma via que leva ao Parlamento. Alguns manifestantes invadiram ministérios do governo e a Associação de Bancos Libaneses.

Um policial foi morto e a Cruz Vermelha disse que mais de 170 pessoas ficaram feridas.

O primeiro-ministro e a Presidência disseram que 2.750 toneladas de nitrato de amônia altamente explosivo, usado na fabricação de fertilizantes e bombas, foram armazenadas por seis anos sem medidas de segurança no depósito do porto.

O governo garante que punirá os responsáveis.

Fonte: Agência Brasil

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil terá discussão sobre novo marco legal da radiodifusão em 2021
COMUNICAÇÃO

Brasil terá discussão sobre novo marco legal da radiodifusão em 2021

18/09/2020 21:30
Brasil terá discussão sobre novo marco legal da radiodifusão em 2021
Avião de Bolsonaro arremete no MT por causa da fumaça de queimadas
NA MANHÃ DE HOJE

Avião de Bolsonaro arremete no MT por causa da fumaça de queimadas

18/09/2020 17:25
Avião de Bolsonaro arremete no MT por causa da fumaça de queimadas
Pai manda mensagem à ex-mulher antes de matar filho: ‘sofra pelo resto da vida’
CRIME

Pai manda mensagem à ex-mulher antes de matar filho: ‘sofra pelo resto da vida’

18/09/2020 17:00
Pai manda mensagem à ex-mulher antes de matar filho: ‘sofra pelo resto da vida’
Ministério da Saúde atualiza dados e ações de enfrentamento no combate à covid-19 no Brasil
ACOMPANHE

Ministério da Saúde atualiza dados e ações de enfrentamento no combate à covid-19 no Brasil

18/09/2020 16:30
Ministério da Saúde atualiza dados e ações de enfrentamento no combate à covid-19 no Brasil
Manaus entra em alerta diante de possível ‘segunda onda’ da covid-19
PANDEMIA

Manaus entra em alerta diante de possível ‘segunda onda’ da covid-19

18/09/2020 16:00
Manaus entra em alerta diante de possível ‘segunda onda’ da covid-19
Últimas Notícias