Polícia Federal conclui operação das eleições 2022 com prisão de 139 pessoas

A Polícia Federal (PF) informou na manhã desta segunda-feira, 31, o balanço da Operação Eleições 2022. Segundo os dados, foram presas 139 pessoas e R$ 161,2 mil em bens e dinheiro em espécie. Entre os dias 28 e 30 de outubro, período em que foi deflagrada a segunda fase da Operação Eleições 2022, a Polícia...

Publicado em 31 de outubro de 2022 às 15:42

A Polícia Federal (PF) informou na manhã desta segunda-feira, 31, o balanço da Operação Eleições 2022. Segundo os dados, foram presas 139 pessoas e R$ 161,2 mil em bens e dinheiro em espécie.

Entre os dias 28 e 30 de outubro, período em que foi deflagrada a segunda fase da Operação Eleições 2022, a Polícia Federal instaurou nove inquéritos policiais para apurar crimes eleitorais, 93 termos circunstanciados de ocorrência, prendeu 139 pessoas e apreendeu R$ 161,2 mil em bens e valores.

No período, foram registrados 43 casos de violação do sigilo do voto, 19 de desobediência a ordens da Justiça Eleitoral, 17 de boca de urna e 16 de promoção de desordem que prejudicasse os trabalhos eleitorais.

Números 2022

Em 2022, a Polícia Federal já instaurou 1365 inquéritos policiais para apurar crimes eleitorais, lavrou 229 termos circunstanciados de ocorrência, prendeu 487 pessoas e apreendeu R$ 8,4 milhões em bens e valores.

Com informações da Polícia Federal