Dólar Comercial compra R$ 5,5507 venda R$ 5,5527 máxima 5,6264
Euro compra R$ 6,5681 venda R$ 6,5727 máxima 6,6425
20 Out - 14h43
terça, 20 de outubro de 2020
BASA - PIX - 19.10 A 19.11 - DESK
CESUPA - FORA DA CURVA - MOB - 08 A 22.09
DIREITOS HUMANOS

Relatório da ONU aponta grave desigualdade no acesso a alimentos em todo o mundo

16 Out 2020 - 14h30Atualizado 16 Out 2020 - 14h45
Relatório da ONU aponta grave desigualdade no acesso a alimentos em todo o mundo - Crédito: Agência Brasil Crédito: Agência Brasil

Uma refeição básica está muito além do alcance de milhões de pessoas em 2020, de acordo com um novo estudo divulgado pelo Programa Mundial de Alimentos (PMA) da Organização das Nações Unidas (ONU).

Segundo a pesquisa, a pandemia de covid-19 agrava a situação causada por conflitos, mudanças climáticas e problemas econômicos.
O relatório Custos de um Prato de Alimentos 2020 destaca os países onde uma refeição simples, como arroz com feijão, custa mais, quando comparada com o rendimento das pessoas. 

Foram 36 países analisados e o Sudão do Sul está no topo da lista, com ingredientes básicos custando 186% da renda diária de uma pessoa. Dezessete dos 20 principais países nessa situação estão na África Subsaariana. 

Em Moçambique, uma refeição custa cerca de 21.89% da renda diária. A pesquisa afirma que “após duas décadas de paz e estabilidade, a insegurança na província de Cabo Delgado ameaça o progresso socioeconômico”.  Além disso, Moçambique continua a ser um dos países mais propensos a desastres do mundo, com secas e pragas afetando as culturas básicas em grande parte do país. 

Causas 

O relatório destaca o conflito como um fator central para a fome em muitos países, pois obrigou as pessoas a fugir de suas casas, terras e empregos. A situação baixou drasticamente o rendimento e a disponibilidade de alimentos a preços acessíveis. 

A ligação entre segurança alimentar e paz foi destacada na semana passada, quando o PMA recebeu o Prêmio Nobel da Paz por seu trabalho no combate à fome. 

No país com o prato de comida mais caro, o Sudão do Sul, a violência já deslocou mais de 60 mil pessoas e está prejudicando colheitas e meios de subsistência.   

Com o início da pandemia, a renda diária gasta com comida na mais nova nação do mundo aumentou 27%, para 186%. Se um morador de Nova Iorque tivesse que pagar a mesma proporção de seu salário por uma refeição, gastaria US$ 393. 

Burkina Fasso faz parte desta lista de países pela primeira vez, com o número de pessoas que enfrentam níveis de crise de fome triplicando para 3,4 milhões de pessoas. No Burundi, a instabilidade política, o declínio nas remessas e as interrupções no comércio e no emprego deixaram as pessoas do país expostas à insegurança alimentar. 

O Haiti também figura entre os 20 primeiros, com consumidores gastando mais de um terço de sua renda diária em um prato de comida, o equivalente a US$ 74 para alguém no estado de Nova Iorque. As importações representam mais da metade dos alimentos e 83% do arroz consumido no Haiti, tornando o país vulnerável à inflação e à volatilidade dos preços nos mercados internacionais.

Em comunicado, o diretor executivo do PMA, David Beasley, disse que “são as pessoas mais vulneráveis que sentem os piores efeitos”.
Segundo ele, as vidas “dessas pessoas já estavam no limite antes da pandemia de coronavírus, e agora sua situação é muito pior, com a pandemia ameaçando uma catástrofe humanitária”.

Fonte: Agência Brasil

 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Departamento de Justiça e 11 estados americanos processam Google por práticas ilegais
MONOPÓLIO

Departamento de Justiça e 11 estados americanos processam Google por práticas ilegais

há 10 minutos atrás
Departamento de Justiça e 11 estados americanos processam Google por práticas ilegais
Senador Chico Rodrigues retifica comunicado e vai se afastar por 121 dias
DINHEIRO NAS NÁDEGAS

Senador Chico Rodrigues retifica comunicado e vai se afastar por 121 dias

há 29 minutos atrás
Senador Chico Rodrigues retifica comunicado e vai se afastar por 121 dias
França fecha mesquita em Paris após decapitação de professor
RETALIAÇÃO A MUÇULMANOS

França fecha mesquita em Paris após decapitação de professor

20/10/2020 13:36
França fecha mesquita em Paris após decapitação de professor
Doria tem R$ 29 milhões em bens bloqueados por suspeita de improbidade na Prefeitura de São Paulo
AÇÃO DE 2018

Doria tem R$ 29 milhões em bens bloqueados por suspeita de improbidade na Prefeitura de São Paulo

20/10/2020 13:30
Doria tem R$ 29 milhões em bens bloqueados por suspeita de improbidade na Prefeitura de São Paulo
Suplente de Flordelis é alvo de mandados por suspeita de ‘rachadinhas’ na Assembleia Legislativa do RJ
PEDRO AUGUSTO

Suplente de Flordelis é alvo de mandados por suspeita de ‘rachadinhas’ na Assembleia Legislativa do RJ

20/10/2020 13:00
Suplente de Flordelis é alvo de mandados por suspeita de ‘rachadinhas’ na Assembleia Legislativa do RJ
Últimas Notícias