Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,0598 venda R$ 5,0603 máxima 5,0617
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,133 venda R$ 6,1341 máxima 6,1349
14 Jun - 20h35
segunda, 14 de junho de 2021
VALE - 500MIL HECT RECUP - Super B - 11 à 26/06
VALE - 500MIL HECT RECUP - Rec B - 11 à 26/06
CERTIFICADO NACIONAL

Senado aprova projeto que pode liberar entrada de vacinados em eventos

De acordo com o texto, o certificado será liberado apenas durante a permanência de surtos e pandemias.

11 Jun 2021 - 10h55Atualizado 11 Jun 2021 - 14h48
Senado aprova projeto que pode liberar entrada de vacinados em eventos - Crédito: Reprodução/Jonas Pereira/Agência Senado Crédito: Reprodução/Jonas Pereira/Agência Senado

O Senado Federal aprovou, na noite desta quinta-feira, 10, por unanimidade, um projeto de lei que cria um certificado nacional a ser portado por brasileiros que forem vacinados contra o novo coronavírus.

O texto determina que o documento poderá ser usado pelos estados e o Distrito Federal para suspender ou abrandar medidas restritivas de locomoção, ou mesmo, permitir o acesso de pessoas a serviços e locais. A matéria segue agora para a análise da Câmara dos Deputados.

Batizado de Certificado de Imunização e Segurança Sanitária (CSS) pelo relator Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), e não mais como Passaporte Nacional de Imunização e Segurança Sanitária (PSS), a matéria obriga que o certificado seja implementado por meio de plataforma digital a ser controlada pela União, em coordenação com os estados, o Distrito Federal e os municípios brasileiros.

De acordo com o texto, o certificado será liberado apenas durante a permanência de surtos e pandemias.  Segundo o relatório aprovado até aqui, “o titular do CSS não poderá ser impedido de entrar, circular ou utilizar qualquer espaço público ou privado, assim como não poderá sofrer sanções caso o faça, desde que respeitadas as medidas sanitárias profiláticas cabíveis”.

O documento terá a mesma validade que a vacina a ser aplicada na população. O texto prevê que poderá ser exigido um certificado similar a estrangeiros que entrarem no Brasil, mas, por outro lado, não há expectativa de outros países aceitarem o CCS brasileiro. Segundo o projeto, a lei entrará em vigor 45 dias após a sanção do presidente da República.

Com informações da CNN

 

 

 

 

 

 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Estudo revela que vacinas da Pfizer e AstraZeneca são eficazes contra variante Indiana
COVID-19

Estudo revela que vacinas da Pfizer e AstraZeneca são eficazes contra variante Indiana

há 30 minutos atrás
Estudo revela que vacinas da Pfizer e AstraZeneca são eficazes contra variante Indiana
Associação garante que termelétricas a gás podem gerar economia de R$ 8 bi a consumidores, di
AVALIAÇÃO

Associação garante que termelétricas a gás podem gerar economia de R$ 8 bi a consumidores, di

há 54 minutos atrás
Associação garante que termelétricas a gás podem gerar economia de R$ 8 bi a consumidores, di
Twitter suspende contas em ação contra uso de robôs
REDES SOCIAIS

Twitter suspende contas em ação contra uso de robôs

14/06/2021 19:10
Twitter suspende contas em ação contra uso de robôs
Brasil tem 827 mortes e mais de 39 mil novos casos de covid-19 em 24 horas
PANDEMIA

Brasil tem 827 mortes e mais de 39 mil novos casos de covid-19 em 24 horas

14/06/2021 18:52
Brasil tem 827 mortes e mais de 39 mil novos casos de covid-19 em 24 horas
Reino Unido adia relaxamento de lockdown em um mês por risco de variante Delta
PROLONGADO

Reino Unido adia relaxamento de lockdown em um mês por risco de variante Delta

14/06/2021 18:08
Reino Unido adia relaxamento de lockdown em um mês por risco de variante Delta
Últimas Notícias