Euro compra R$ 4,281 venda R$ 4,2847 máxima 4,2928
Dólar Comercial compra R$ 3,7648 venda R$ 3,7678 máxima 3,8152
24 Jan - 04h43
quinta, 24 de janeiro de 2019
belem_403
Mobile - Residencial Marajoara
Cidades

Sindicato dos Bancários do Pará exige mais segurança para a categoria

12 Jan 2019 - 05h00Por Da Redação
Sindicato dos Bancários do Pará exige mais segurança para a categoria - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

“Esperamos que esse novo governo tenha a sensibilidade de chamar o sindicato para o diálogo, no sentido de construirmos ações e políticas que melhorem a segurança pública e bancária no Pará.” A declaração é do presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários do Pará (Seeb-PA), Gilmar Santos, ao comentar o primeiro ataque bancário de 2019 em Rondon do Pará, município da região sudeste do Estado, na madrugada dessa sexta-feira (11), que deixou a população assustada e unidades de instituições financeiras em um estado de cenário de guerra.  

“O crime praticado contra as agências bancárias de Rondon do Pará na madrugada de hoje demonstra o poder bélico das quadrilhas especializadas nesse tipo de assalto e o tamanho da fragilidade do nosso sistema de segurança”, considera Gilmar Santos. “Além disso, percebemos que Rondon tem um histórico de ocorrências de assaltos que merece atenção por parte dos bancos e dos órgãos de inteligência da segurança pública”, indicou.  

De acordo com o sindicato, a agência do Banco do Brasil de Rondon mais uma vez sofreu um atentado de explosão – a primeira ocorreu em novembro de 2015. O órgão informa que a cidade também registrou recentemente outros casos de assaltos a bancos, sendo um arrombamento a caixa eletrônico na unidade do Banco da Amazônia em junho de 2017, um “sapatinho” na agência da Caixa em maio de 2015 e um assalto na modalidade “vapor” ou “novo cangaço” no Banco da Amazônia em 2012. 

Os assaltos a bancos em cidades pequenas do interior no País, com a utilização de armamento pesado, violência contra a população e explosão de bancos recebeu a denominação de “novo cangaço" na região Nordeste, em alusão ao cangaceiro pernambucano Virgulino Ferreira da Silva, mais conhecido como Lampião (1898-1938). O crime classificado como “sapatinho”, no jargão policial, é o mesmo que agir na surdina, sem despertar grandes suspeitas. 

REUNIÃO

O presidente sindical Gilmar Santos afirmou que ainda não se sabe quantos funcionários trabalham nas instituições atingidas em Rondon. “Não temos precisamente essas informações. Temos uma equipe indo no domingo [13] a Rondon para verificar quantos trabalhadores estão lotados nessas agências e quais procedimentos devem ser adotados pelos bancos sobre o atendimento”, informou. “A priori faremos essa visita às agências na segunda-feira para conversar com os bancários e verificar como deveremos atuar mais precisamente.”

Ele também informou que o Seeb-PA já entrou em contato com o sistema de Segurança Pública do Estado solicitando cobertura nos municípios. “Teremos uma reunião com a Segup no dia 16 de janeiro para tratar melhor esse assunto”, disse, relacionando as maiores necessidades ou problemas recorrentes no tipo de episódio ocorrido em Rondon. 

“O grande problema é a precarização do atendimento ao público e o deslocamento dos bancários para outras localidades, tendo em vista que as unidades devem ficar fechadas por um tempo indeterminado para perícias e avaliação se caberá reforma ou aquisição de novo prédio para retomar o atendimento. Enquanto isso a população e os bancários ficam penalizados, tendo em vista que terão que buscar atendimento ou trabalhar em cidades próximas”, explicou.  

Ao avaliar que localidades mais precisam de proteção no interior do Estado, ele deu a entender que o perigo está em todo lugar. “A segurança é carente em todo o Pará, mas percebemos, ao longo dos anos, uma grande incidência nas regiões sul e sudeste do Pará e um crescimento expressivo de assaltos a bancos na Região Metropolitana de Belém e região nordeste do Estado”, detalhou.  
 
Dados comparativos
Assaltos a bancos 2017
 
Assaltos consumados: 40
Tentativas de assaltos: 31
Total de ocorrências: 71
 
Modalidades:
Arrombamento: 34
Sapatinho: 8
Vapor ou Novo Cangaço: 5
Explosão: 20
Assalto: 4

Assaltos a bancos 2018
 
Assaltos consumados: 46
Tentativas de assaltos: 23
Total de ocorrências: 69
 
Modalidades:
Arrombamento: 33
Sapatinho: 5
Vapor ou Novo Cangaço: 7
Explosão: 17
Assalto: 7

Fonte: Seeb-PA

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia Civil prende três acusados de roubo no Guamá
NESTA QUARTA-FEIRA

Polícia Civil prende três acusados de roubo no Guamá

23/01/2019 21:27
Polícia Civil prende três acusados de roubo no Guamá
Justiça Federal suspende ação do MPF que solicita o fechamento do aterro de Marituba
''IMPROCEDÊNCIA''

Justiça Federal suspende ação do MPF que solicita o fechamento do aterro de Marituba

23/01/2019 21:16
Justiça Federal suspende ação do MPF que solicita o fechamento do aterro de Marituba
Moradores fecham duas vias da Av. João Paulo II
PROTESTO

Moradores fecham duas vias da Av. João Paulo II

23/01/2019 20:26
Moradores fecham duas vias da Av. João Paulo II
Operação conjunta apreende 23kg de maconha na Terra Firme
TRÁFICO DE DROGAS

Operação conjunta apreende 23kg de maconha na Terra Firme

23/01/2019 20:00
Operação conjunta apreende 23kg de maconha na Terra Firme
Espaço Apoena é multado em R$ 20 mil e pode fechar as portas
NOSSA CULTURA POR UM TRIZ

Espaço Apoena é multado em R$ 20 mil e pode fechar as portas

23/01/2019 18:42
Espaço Apoena é multado em R$ 20 mil e pode fechar as portas
Últimas Notícias