Dólar Comercial compra R$ 5,3238 venda R$ 5,3243 máxima 5,324
Euro compra R$ 6,0276 venda R$ 6,0292 máxima 6,0324
13 Jul - 02h05
segunda, 13 de julho de 2020
Basa Sua Conta
Basa Sua Conta
MENSALDADES ATRASADAS

Taxa de inadimplência no ensino superior privado aumenta 23,9% em maio

29 Jun 2020 - 17h12Atualizado 29 Jun 2020 - 17h31Por Redação
Taxa de inadimplência no ensino superior privado aumenta 23,9% em maio - Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A taxa de inadimplência no ensino superior privado no Brasil ficou em 23,9% em maio, percentual 51,7% maior que o registrado no mesmo período de 2019. As mensalidades em atraso referentes aos cursos presenciais tiveram aumento ainda maior no período (55,1%), e as de cursos de ensino a distância (EAD) subiram 8,6%.

O percentual de inadimplência nas instituições de grande porte ficou em 23,4% e nas instituições de pequeno ou médio porte, em 24,2% no mesmo período. Na comparação com abril deste ano, houve queda de 9,1/% na inadimplência. Houve queda tanto na modalidade presencial (-11,4%) quanto no EAD (-7,9%).

Os dados fazem parte da 3ª Pesquisa Cenário Econômico das Instituições de Ensino Superior Privadas e foram divulgados nesta segunda-feira, 29, pelo Semesp, entidade que representa as universidades privadas no país. Segundo o diretor executivo do Semesp, Rodrigo Capelato, que é economista, os dados refletem duas das consequências da pandemia de covid-19: aumento do número de desempregados e queda na renda dos trabalhadores.

“Com relação à queda de maio ante abril, muitos alunos que estavam inadimplentes renegociaram, não necessariamente pagaram, mas parcelaram para pagar no segundo semestre ou depois de formados. Outro aspecto é que vários alunos tinham brecado o pagamento por conta do choque inicial da pandemia, pensando que iam perder renda, emprego, teriam suspensão do contrato de trabalho, ou que não haveria aula. Com o passar do tempo, e as coisas entrando minimamente em uma normalidade, aulas acontecendo, e vendo que a renda vai se manter, eles retomaram o pagamento”, explicou Capelato.

A pesquisa mostra também que houve aumento de 14,2% no número de alunos que desistiram ou trancaram a matrícula no mês de maio. No caso dos cursos presenciais, a evasão aumentou 14,3%. Já nos cursos EAD, a taxa de evasão caiu 2,4%. Quanto ao porte das instituições, a taxa de evasão entre os alunos das pequenas ou médias foi de 4,1%. Nas universidades de porte grande, a taxa subiu 9,9%. Na comparação com abril, o aumento foi de 31,3%. Cerca de 3,6% dos alunos deixaram o curso em maio perante os 2,8% do mês de abril. A maior taxa de evasão foi sentida pelos alunos da modalidade EAD.

Demissão de professores

Capelato ressaltou que a inadimplência, a evasão e a captação de novos alunos são fatores que influenciam na sustentabilidade das instituições, o que pode interferir na capacidade de as universidades manterem seu corpo docente integralmente. Segundo o economista, uma norma estabelecida no acordo coletivo dos profissionais impede que haja demissões depois de iniciado o semestre, de forma a ser uma garantia para o professor.

Segundo o representante do Semesp, com o planejamento adequado, é possível ainda aumentar o número de estudantes, reduzir o valor das mensalidades e ter mais capacidade para atender os alunos quando eles estiverem nos campi.

*Fonte: Agência Brasil

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mulheres grávidas devem se preocupar com a saúde vascular
CUIDADOS

Mulheres grávidas devem se preocupar com a saúde vascular

12/07/2020 21:30
Mulheres grávidas devem se preocupar com a saúde vascular
Estado do Rio tem quase 130 mil casos de covid-19, com 11.415 mortes
CORONAVÍRUS

Estado do Rio tem quase 130 mil casos de covid-19, com 11.415 mortes

12/07/2020 21:00
Estado do Rio tem quase 130 mil casos de covid-19, com 11.415 mortes
Nise Yamaguchi é suspensa do Hospital Albert Einstein após fala sobre holocausto
POLÊMICA

Nise Yamaguchi é suspensa do Hospital Albert Einstein após fala sobre holocausto

12/07/2020 17:35
Nise Yamaguchi é suspensa do Hospital Albert Einstein após fala sobre holocausto
Espanha ordena confinamento de 200 mil pessoas neste domingo, 12
PANDEMIA

Espanha ordena confinamento de 200 mil pessoas neste domingo, 12

12/07/2020 16:55
Espanha ordena confinamento de 200 mil pessoas neste domingo, 12
Gilmar Mendes critica a manutenção do Ministério da Saúde nas mãos do Exército
POLÊMICA

Gilmar Mendes critica a manutenção do Ministério da Saúde nas mãos do Exército

12/07/2020 15:53
Gilmar Mendes critica a manutenção do Ministério da Saúde nas mãos do Exército
Últimas Notícias