Dólar Comercial compra R$ 5,4365 venda R$ 5,4377 máxima 5,4471
Euro compra R$ 6,4269 venda R$ 6,4314 máxima 6,4398
23 Nov - 13h51
segunda, 23 de novembro de 2020
BASA - CAP DE GIRO GIF - DESK - 23.11 A 31.12 - DESK
LIDER - A CASA É SUA 7 corr - MOB
JUSTIÇA

TSE pede números que fizeram disparos pelo WhatsApp nas eleições

11 Out 2019 - 09h39Atualizado 11 Out 2019 - 09h43
TSE pede números que fizeram disparos pelo WhatsApp nas eleições - Crédito: Reprodução Crédito: Reprodução

 O ministro Jorge Mussi, corregedor da Justiça Eleitoral no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), determinou nesta quinta-feira, 10, que todas as operadoras de telefonia celular informem os números das linhas usadas por quatro agências de comunicação suspeitas de terem feito disparos em massa pelo WhatsApp durante a eleição de 2018.

As operadoras terão três dias, a partir da data da notificação, para responder ao tribunal. A determinação se estende a sócios de 3 das 4 agências de comunicação suspeitas.

A decisão foi no âmbito de uma Aije (ação de investigação judicial eleitoral) ajuizada pelo PDT após a publicação de reportagem do jornal Folha de S.Paulo intitulada "Empresários bancam campanha contra o PT pelo WhatsApp", em 18 de outubro de 2018.

A ação investiga se a campanha do então candidato e hoje presidente da República, Jair Bolsonaro, se beneficiou de algum modo dessa prática, que é considerada ilegal.

Além dessa Aije, existe uma outra, ajuizada pela chapa do candidato derrotado Fernando Haddad (PT), que trata do mesmo tema e pede a cassação do diploma de Bolsonaro caso seja confirmado o abuso de poder econômico em seu benefício.

As agências alvo da medida são Quickmobile, Yacows, Croc Services e SMS Market, citadas na reportagem de outubro de 2018. Dessas, somente o sócio da Quickmobile Peterson Querino não foi alvo da determinação de Mussi.

Querino foi excluído das ações que tratam do assunto no TSE porque, segundo o ministro, a Justiça não conseguiu localizá-lo para intimá-lo para apresentar defesa.

A partir dos números registrados em nomes das agências de comunicação, o ministro deverá buscar saber se o WhatsApp bloqueou essas linhas ou adotou outras medidas relacionadas a elas.

Fonte: Notícias Minuto.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ministro diz que Brasil deve perder cerca de 300 mil vagas de trabalho em 2020
ECONOMIA

Ministro diz que Brasil deve perder cerca de 300 mil vagas de trabalho em 2020

há 11 minutos atrás
Ministro diz que Brasil deve perder cerca de 300 mil vagas de trabalho em 2020
Vídeo: Policial Militar agride mulher algemada dentro de quartel no Mato Grosso do Sul
FLAGRANTE

Vídeo: Policial Militar agride mulher algemada dentro de quartel no Mato Grosso do Sul

23/11/2020 11:37
Vídeo: Policial Militar agride mulher algemada dentro de quartel no Mato Grosso do Sul
Carrefour reabre loja em Porto Alegre, onde João Alberto foi morto
RIO GRANDE DO SUL

Carrefour reabre loja em Porto Alegre, onde João Alberto foi morto

23/11/2020 11:34
Carrefour reabre loja em Porto Alegre, onde João Alberto foi morto
Nascidos em fevereiro recebem hoje parcela do auxílio emergencial
AMPARO

Nascidos em fevereiro recebem hoje parcela do auxílio emergencial

23/11/2020 11:27
Nascidos em fevereiro recebem hoje parcela do auxílio emergencial
Cartão de confirmação do Revalida 2020 é disponibilizado pelo Inep
EDUCAÇÃO

Cartão de confirmação do Revalida 2020 é disponibilizado pelo Inep

23/11/2020 10:36
Cartão de confirmação do Revalida 2020 é disponibilizado pelo Inep
Últimas Notícias