Vídeo repercute ao mostrar efeito de 'droga zumbi' nos EUA; assista

Na última semana um vídeo que viralizou nas redes sociais chamou atenção para os efeitos da “droga zumbi” em pessoas pelas ruas da cidade de Filadélfia, nos EUA. Como é possível ver nas imagens, pessoas em situação calamitosa logo após ingerirem as substâncias conhecidas como o fentanil e a xilazina. Em...

Publicado em 24 de setembro de 2023 às 10:18

Na última semana um vídeo que viralizou nas redes sociais chamou atenção para os efeitos da 'droga zumbi' em pessoas pelas ruas da cidade de Filadélfia, nos EUA. Como é possível ver nas imagens, pessoas em situação calamitosa logo após ingerirem as substâncias conhecidas como o fentanil e a xilazina.



Em resumo, essas substâncias são misturadas com outras drogas e acabam aumentando a letalidade. Segundo informações, esses entorpecentes têm causado ferimentos graves e podem levar, inclusive, à amputação de membros. Acredita-se que o tráfico desses medicamentos é realizado na fronteira entre os EUA e o México.

Na cidade norte-americana alguns bairros são considerados como um 'mercado de drogas a céu aberto', como a região de Kensington. A xilazina é uma substância que se utiliza para sedar animais, enquanto que o fentanil, é um fármaco utilizado para tratar de dores intensas.

Os traficantes combinam as duas substâncias com outras drogas letais como a metanfetamina. De acordo com informações, o opioide é considerado 50 vezes mais poderoso que a heroína e já foi responsável por dois terços das 109.680 mortes nos EUA em decorrência de overdose, somente no ano de 2022. Na época, o país bateu o recorde de óbitos anuais por overdose.

Um comunicado oficial feito pelo Departamento de Saúde da Filadélfia e a Junta de Saúde, afirma que a xilazina atingiu a cidade de forma severa. 'Causando aumento das mortes e ferimentos graves que podem levar à sepse e até à amputação.'

Segundo relatos, o uso da droga tem aumentado nos últimos anos. Os indivíduos apresentam úlceras abertas e profundas, infecções, e tecidos necróticos, que levam à amputação do membro.

Autoridades americanas realizam um trabalho para tentar conter a entrada da droga ilegal no país através de monitoramento da fronteira com o México. As autoridades acreditam que os produtos utilizados para a confecção da substância são oriundos da China.

Com informações da IstoÉ