Dólar Comercial compra R$ 5,2046 venda R$ 5,2061 máxima 5,2054
Euro compra R$ 5,736 venda R$ 5,7397 máxima 5,7465
01 Abr - 01h29
quarta, 01 de abril de 2020
Grupo Líder Gratidão
Grupo Líder Gratidão mobile
TRAGÉDIA NO RIO

Vítimas de incêndio do Hospital Badim morreram por asfixia e desligamento de aparelhos

13 Set 2019 - 15h08Atualizado 13 Set 2019 - 15h11
Vítimas de incêndio do Hospital Badim morreram por asfixia e desligamento de aparelhos - Crédito: CELSO PUPO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Crédito: CELSO PUPO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

A Polícia Civil confirmou no início da tarde desta sexta-feira, 13, que a morte das vítimas do incêndio que atingiu o Hospital Badim, na Zona Norte do Rio, foi provocada por asfixia. De acordo com a delegada Gisele de Lima Pereira, subsecretária de gestão administrativa da Polícia Cívil, os dez corpos trazidos para o Instituto Médico Legal de São Cristóvão foram identificados por exames de papiloscopia.

A Polícia Civil também vai apurar se um pico de luz pode ter causado o incêndio. A informação da breve queda de energia foi passada por familiares de pacientes, mas a companhia de energia Light nega o fato.

A perícia técnica do Instituto de Criminalista Carlos Éboli começou por volta das 8h desta sexta-feira e ainda não tem previsão para acabar. Até o momento os agentes apreenderam aparelhos de armazenamento do circuito interno de câmeras.

“A perícia ainda está em andamento. Analisando as imagens vamos poder confirmar se houve realmente o pico de luz ou não, e depois temos que ver tecnicamente se isso pode ter causado algum curto. Vamos verificar se há imagens da existência do fogo e da propagação. Só com a prova técnica do perito e com as filmagens, que nós vamos ver o que aconteceu”, explicou o delegado Roberto Ramos.

Através da assessoria de imprensa, a Light informou que não houve registro de interrupção na rede elétrica da empresa antes do incêndio.

O subsolo do Hospital Badim está alagado, segundo a polícia, por causa da água usada para combater o incêndio. No local, havia um aparelho de raio x, mas o delegado descartou a possibilidade de vazamento de material radioativo.

Um dos prédios do hospital, sitiado no número 390, foi administrativamente interditado para que seja realizado o trabalho da perícia.

Fonte: O Dia.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ministro do STF proíbe campanhas contra isolamento da covid-19
DECISÃO

Ministro do STF proíbe campanhas contra isolamento da covid-19

31/03/2020 23:28
Ministro do STF proíbe campanhas contra isolamento da covid-19
Paulo Guedes assegura a prefeitos que governo federal manterá os repasses do FMP
ARRECADAÇÃO

Paulo Guedes assegura a prefeitos que governo federal manterá os repasses do FMP

31/03/2020 23:20
Paulo Guedes assegura a prefeitos que governo federal manterá os repasses do FMP
Pesquisadores brasileiros buscam moléculas para combater a covid-19
PESQUISA

Pesquisadores brasileiros buscam moléculas para combater a covid-19

31/03/2020 22:52
Pesquisadores brasileiros buscam moléculas para combater a covid-19
Bolsonaro volta a defender fim do isolamento em nome da economia
REDE NACIONAL

Bolsonaro volta a defender fim do isolamento em nome da economia

31/03/2020 20:40
Bolsonaro volta a defender fim do isolamento em nome da economia
Governo vai prorrogar fechamento das fronteiras, exceto para brasileiros retornarem ao país, diz ministro
NOVAS AÇÕES

Governo vai prorrogar fechamento das fronteiras, exceto para brasileiros retornarem ao país, diz ministro

31/03/2020 19:39
Governo vai prorrogar fechamento das fronteiras, exceto para brasileiros retornarem ao país, diz ministro
Últimas Notícias