Dólar Comercial compra R$ 5,5613 venda R$ 5,5638 máxima 5,588
Euro compra R$ 6,473 venda R$ 6,4788 máxima 6,4782
28 Set - 05h52
segunda, 28 de setembro de 2020
VALE - DIA DA AMAZ - DESK - 15.9
BASA - EM CADA ORAÇÃO... - MOB 18.9 A 18.10
APÓS QUATRO MESES

Volta a ser permitido corte de energia por falta de pagamento da conta

03 Ago 2020 - 15h07Atualizado 03 Ago 2020 - 15h58
Volta a ser permitido corte de energia por falta de pagamento da conta - Crédito: JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC Crédito: JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC

Os cortes de energia de clientes com pagamento atrasado voltaram a ser permitidos no país após mais de quatro meses de proibição, segundo medida da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A resolução que tinha proibido a suspensão do serviço começou a valer em março por causa da pandemia de coronavírus, chegou a ser prorrogada pelo governo, e teve validade até 31 de julho.

Os cortes estão autorizados a acontecer desde 1º de agosto, mas a Aneel explica que lei federal proíbe "efetuar cortes por falta de pagamento às sextas, aos sábados, domingos, feriados e dias que antecedem feriados".

De acordo com a Aneel, os cortes de energia voltam a ser permitidos a partir dessa semana, mas a distribuidora deve enviar ao consumidor nova notificação sobre existência de pagamentos pendentes, ainda que já tenha encaminhado em período anterior para o mesmo débito.

Para as famílias de baixa renda, o corte de energia elétrica por falta de pagamento segue proibido até o fim do ano, conforme decisão anunciada no dia 21 de julho pela Aneel. Essa prorrogação vale apenas para os consumidores enquadrados como "baixa renda", beneficiados pela Tarifa Social de Energia Elétrica.

Além das famílias de baixa renda, a regra vale também para:

consumidores que não estejam recebendo a fatura impressa;
consumidores em locais onde não há posto de arrecadação, como lotéricas e instituições financeiras;
consumidores que dependem de equipamentos elétricos essenciais à preservação da vida.

A Aneel também aprovou um calendário de retomada de a partir de 1º de agosto, desde que haja aval das autoridades locais de saúde. A lista inclui o atendimento presencial e a entrega da fatura impressa.

Até o dia 31 de agosto, as empresas também devem retomar os serviços solicitados pelos consumidores, como ressarcimento por danos em equipamentos.

Fonte: G1

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Auxílio Emergencial: Confira quem recebe nesta segunda-feira
PAGAMENTO

Auxílio Emergencial: Confira quem recebe nesta segunda-feira

há 52 minutos atrás
Auxílio Emergencial: Confira quem recebe nesta segunda-feira
ELEIÇÕES 2020

Chegam a 42 mil os candidatos que mudaram declaração de cor para eleição deste ano

há 53 minutos atrás
Capital paulista tem dia mais quente do ano
TERMÔMETRO

Capital paulista tem dia mais quente do ano

27/09/2020 22:30
Capital paulista tem dia mais quente do ano
Pandemia leva a queda de 66% no faturamento do turismo no Amazonas
CRISE

Pandemia leva a queda de 66% no faturamento do turismo no Amazonas

27/09/2020 22:00
Pandemia leva a queda de 66% no faturamento do turismo no Amazonas
Médico protesta ao ter atendimento negado em restaurante de luxo em São Paulo
CONFUSÃO

Médico protesta ao ter atendimento negado em restaurante de luxo em São Paulo

27/09/2020 20:21
Médico protesta ao ter atendimento negado em restaurante de luxo em São Paulo
Últimas Notícias