Dólar Comercial compra R$ 5,5321 venda R$ 5,5326 máxima 5,6232
Euro compra R$ 6,0318 venda R$ 6,0335 máxima 6,0371
24 Mai - 22h11
domingo, 24 de maio de 2020
Natura
Basa - Amazônia Vida mobile
CRIME AMBIENTAL

Aves silvestres são apreendidas em prédio de luxo do Umarizal

25 Abr 2019 - 22h31Atualizado 25 Abr 2019 - 22h36
Aves silvestres são apreendidas em prédio de luxo do Umarizal - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Dez aves da fauna silvestre foram apreendidas pela Polícia Civil, nesta quinta-feira, 25. Os animais estavam em um cativeiro ilegal, situado em um prédio de luxo, no bairro do Umarizal.

No local, foram resgatadas os seguintes pássaros: uma patativa pintada, duas coleirinhas, dois curiós, um bicudo, duas rolinhas, um bigode e um chupim. O dono do apartamento foi detido e vai responder pelo crime ambiental na Justiça. O procedimento foi realizada na Divisão Especializada em Meio-Ambiente (Dema). 

Segundo a denúncia, o local onde as aves eram criadas de forma ilegal era no apartamento de propriedade de Alberto Carlos Silva Carneiro, na Rua Bernal do Couto, no bairro do Umarizal. Segundo o delegado Waldir Freire, diretor da Dema, a polícia recebeu uma denúncia anônima informando sobre a guarda ilegal dos animais. Em seguida, uma viatura foi até o endereço denunciado.

No prédio, os policiais militares foram atendidos pelo zelador do edifício que permitiu o acesso deles até o rol de entrada do imóvel, onde ficaram no aguardo enquanto o zelador foi até o apartamento para requisitar a autorização para entrada. A equipe policial aguardou por cerca de vinte minutos até que foi solicitado que a viatura desse uma volta ao redor do prédio. Foi nesse momento em que os policiais perceberam que animais silvestres estavam sendo soltos no apartamento. Diante disso, a guarnição policial subiu até o apartamento onde foram atendidos pelo dono do imóvel que permitiu a entrada deles ao local, onde, na sacada, constataram a presença das aves.

A sacada estava toda telada e as aves estavam guardadas em dois alçapões (tipos de gaiolas). Foi emitida uma lavratura do procedimento de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime ambiental. Após assinar o documento, o dono do imóvel foi liberado para responder ao processo na Justiça em liberdade. Os animais foram apreendidos e permanecerão à disposição da Justiça, para serem soltos na natureza.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pará tem 24.815 infectados e 2.290 mortes por covid-19
BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Pará tem 24.815 infectados e 2.290 mortes por covid-19

24/05/2020 20:43
Pará tem 24.815 infectados e 2.290 mortes por covid-19
Governo do Estado divulga estudo sobre “tendência de redução” de casos da covid-19 na Grande Belém
PÓS-LOCKDOWN

Governo do Estado divulga estudo sobre “tendência de redução” de casos da covid-19 na Grande Belém

24/05/2020 19:45
Governo do Estado divulga estudo sobre “tendência de redução” de casos da covid-19 na Grande Belém
Prefeitura de Salinópolis afrouxa medidas restritivas contra covid-19 e libera comércio e praia do Atalaia
DESCUMPRIU DECRETO ESTADUAL

Prefeitura de Salinópolis afrouxa medidas restritivas contra covid-19 e libera comércio e praia do Atalaia

24/05/2020 19:07
Prefeitura de Salinópolis afrouxa medidas restritivas contra covid-19 e libera comércio e praia do Atalaia
No penúltimo dia de lockdown, Pará registra 49,9% e fica na 4ª posição do ranking de isolamento social
PESQUISA

No penúltimo dia de lockdown, Pará registra 49,9% e fica na 4ª posição do ranking de isolamento social

24/05/2020 16:00
No penúltimo dia de lockdown, Pará registra 49,9% e fica na 4ª posição do ranking de isolamento social
Pará registra mais 340 pacientes infectados e 66 vítimas fatais da covid-19
ATUALIZAÇÃO

Pará registra mais 340 pacientes infectados e 66 vítimas fatais da covid-19

24/05/2020 13:00
Pará registra mais 340 pacientes infectados e 66 vítimas fatais da covid-19
Últimas Notícias