Dólar Comercial compra R$ 5,1661 venda R$ 5,1691 máxima 5,1787
Euro compra R$ 5,6904 venda R$ 5,6959 máxima 5,7135
30 Mar - 13h59
segunda, 30 de março de 2020
Unique
Unique_mobile
PREVENÇÃO

Cooperativas de transporte adotam medidas para impedir propagação da Covid-19

26 Mar 2020 - 17h14Atualizado 26 Mar 2020 - 17h20
Cooperativas de transporte adotam medidas para impedir propagação da Covid-19 - Crédito: Redes Sociais Crédito: Redes Sociais
As cooperativas que atuam na área transporte vêm adotando diversos procedimentos para garantir um serviço com maior segurança possível aos riscos de contaminação do novo coronavírus. Tanto nas cooperativas do modelo complementar na Região Metropolitana de Belém quanto nas de transporte intermunicipal nos interiores do Estado, aumentou-se a higienização dos veículos e a utilização de equipamentos de proteção.
 
A Cooperativa de Profissionais Autônomos no Transporte de Passageiros e Turismo do Outeiro (Cooptransalto), do distrito de Belém, realiza a desinfecção dos veículos no cumprimento de cada itinerário Outeiro-Icoaraci-Outeiro. Além disso, a singular disponibiliza, para cada motorista e cobrador, material básico de higiene e proteção e orienta acerca dos métodos de prevenção contra o novo coronavírus.
 
“Conscientizamos nossos cooperados sobre a importância de nos prevenir contra o Coronavirus, tomamos as atitudes necessárias para melhor atender e proteger nossa comunidade. Todos nós precisamos fazer nossa parte”, comentou o presidente da cooperativa, Itanael Lopes.
 
No interior do Estado, as cooperativas seguem suas atividades mesmo com rotas e itinerários reduzidos pela baixa procura da população. A falta de informação adequada também contribui para isso. Mediante decreto do Governo do Estado, foi suspenso o transporte coletivo interestadual de passageiros, terrestre, marítimo e fluvial. No entanto, o transporte coletivo intermunicipal não foi indicado pelo Poder Executivo como uma das atividades a serem suspensas.
 
A Central das Cooperativas de Transporte do Estado do Pará (Cencopa) continua com suas atividades operando em 14 municípios. A Central reforçou os procedimentos de limpeza, disponibiliza álcool para facilitar a higienização das mãos e orientou todas as equipes de atendimento quanto aos protocolos de higiene.
 
“Estamos funcionando normalmente e sempre preparados para receber a população de forma saudável e segura. Contamos com a colaboração de todos também para que possamos passar por esse momento da melhor maneira. Nossa prioridade sempre será o bem estar de nossos clientes, e por isso, estamos atentos às medidas de segurança da OMS”, explicou o vice-presidente da Cencopa, Tarley Carvalho.
 
Efeitos econômicos
 
Apesar das medidas adotadas, as cooperativas já começaram a sentir os efeitos da crise provocada pelo isolamento social e consequente diminuição da circulação de pessoas. Na Cooperativa Mista de Transporte de Passageiros em Marabá (Copasul), por exemplo, são 82 cooperados diretamente afetados e cerca de 300 pessoas indiretamente. A cooperativa também faz parte da Central que reúne 1.000 cooperados da região sul e sudeste, nas quais estão envolvidas indiretamente 2.500 pessoas, também afetadas.
 
“Temos muitos carros parados. Alguns cooperados já começam a sentir fortemente a baixa procura da população. Precisávamos de alguma forma de apoio financeiro para manter nossos motoristas e cobradores que já se veem sem receita, sem pagamento. O segmento do transporte é um dos mais prejudicados neste momento e precisa ser olhado com uma atenção maior”, reiterou Tarley, que também é o presidente da cooperativa.
 
Atualmente, a Cencopa está funcionamento com menos de 10% da frota por conta da medidas que prefeitos estão tomando na região sul e sudeste. O número de usuários da cooperativa diminuiu cerca de 90%.  O quadro de funcionários também foi reduzido 80%. Mesmo sem casos suspeitos, muitos municípios estão decretando estado de calamidade pública.
 
Já na Cooptransalto houve uma queda de 50% no número de usuários de transporte, o que também influencia na renda das 33 famílias que dependem do serviço. Anteriormente os 25 veículos da cooperativa atendiam 4100 pessoas por dia. O número hoje caiu para 2050. A diretoria estuda a possibilidade de adotar um sistema de revezamento de veículos nas ruas.
 
Fonte: Ascom Sistema OCB/PA

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Funcionários da Santa Casa gravam vídeo com orientações para prevenção da Covid-19
POSITIVIDADE

Funcionários da Santa Casa gravam vídeo com orientações para prevenção da Covid-19

30/03/2020 12:15
Funcionários da Santa Casa gravam vídeo com orientações para prevenção da Covid-19
Com ônibus vazios, transporte de Belém sofre impacto e sindicato fala em paralisação
PANDEMIA

Com ônibus vazios, transporte de Belém sofre impacto e sindicato fala em paralisação

30/03/2020 12:15
Com ônibus vazios, transporte de Belém sofre impacto e sindicato fala em paralisação
Sobe para 21 o número de infectados pelo coronavírus no Pará
PANDEMIA

Sobe para 21 o número de infectados pelo coronavírus no Pará

30/03/2020 11:24
Sobe para 21 o número de infectados pelo coronavírus no Pará
Cinco bairros de Belém terão fornecimento de água interrompido nesta segunda
LIMPEZA EM RESERVATÓRIO

Cinco bairros de Belém terão fornecimento de água interrompido nesta segunda

30/03/2020 09:36
Cinco bairros de Belém terão fornecimento de água interrompido nesta segunda
Paraense diagnosticado com covid-19 grava vídeo pedindo isolamento e ‘desculpas’
DE PARAUAPEBAS

Paraense diagnosticado com covid-19 grava vídeo pedindo isolamento e ‘desculpas’

30/03/2020 09:12
Paraense diagnosticado com covid-19 grava vídeo pedindo isolamento e ‘desculpas’
Últimas Notícias