Dólar Comercial compra R$ 4,0054 venda R$ 4,0062 máxima 4,0080
Euro compra R$ 4,4420 venda R$ 4,4433 máxima 4,4449
17 Ago - 22h01
sábado, 17 de agosto de 2019
Banco da Amazônia 940x230px
Banco da Amazônia 300x100 mobile
NESTA SEXTA-FEIRA

Em Belém, Ministra Damares chora ao falar de abuso sexual sofrido na infância

17 Mai 2019 - 19h04Atualizado 17 Mai 2019 - 20h43
Em Belém, Ministra Damares chora ao falar de abuso sexual sofrido na infância - Crédito: Daniel Santos/Roma News Crédito: Daniel Santos/Roma News

A ministra da Família, Mulher e dos Direitos Humanos, Damares Alves, esteve em Belém na tarde desta sexta-feira, 17, na Fundação Cultural do Pará. A presença de Damares se deu por conta da data alusiva ao 18 de Maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A programação aconteceu na Semana Paraense de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças, do Governo do Estado, por meio da Secretaria Extraordinária de Estado de Cidadania e Fundação ParáPaz.

Na oportunidade, a ministra falou da série de estupros dos quais foi vítima quando era criança. Damares revela que foi violentada por dois pastores da igreja que ela e a família frequentavam. Aos 10, ela pensou em se matar e conta que subiu em uma goiabeira com veneno de rato dentro de um saquinho plástico. A explicação do que a fez desistir foi "ter visto Jesus".  "O primeiro abusador foi às vias de fato. Fui estuprada por dois anos. Ele dizia que eu era 'enxerida', que a culpa era minha e que, se falasse, meu pai morreria", disse a ministra. O segundo, que a machucou quatro vezes, em uma delas, ejaculou em seu rosto. "Falar sobre isso me dói. Me expor custa demais. Mas entendo que preciso passar a mensagem de que sobrevivi", contou.

A ministra também falou sobre ações que podem combater esse tipo de crime. "Sim. Sou a favor da educação sexual. Vou conversar com o Ministério da Educação sobre isso. A escola vai ter que ter um papel importante para combater abusos contra crianças. A primeira ideia é capacitar professores para identificar violências contra os alunos. Mas é preciso respeitar as especificidades de cada idade. E a família deve ser ouvida e consultada. Se a família não quiser que o filho aprenda sobre o assunto, vai ser responsabilizada por isso", afirmou.

A Semana Paraense de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes encerra no sábado (18) com caminhadas e a ação “18 de Maio-Faça Bonito”. A concentração está prevista para às 8h, em Belém, nas Praça do Relógio (Ver-o-Peso), da República, e no Entroncamento. Em Ananindeua, será na Praça da Bíblia. Serão repassadas informações sobre a data e como reconhecer as situações de violência, estimulando a denúncia de casos por meio do Disque 100, número nacional e gratuito, para informação dessas e de outras situações de violação dos direitos humanos.

18 de maio – O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituído em 1998. A data faz referência ao dia da morte da menina Araceli Cabrera Sanches. Com apenas oito anos de idade, ela foi sequestrada em 18 de maio de 1973, drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. A mobilização de entidades públicas e privadas resultou na criação desse dia de luta pelo fim da exploração sexual de crianças e adolescentes.

Fundação ParáPaz – Órgão do Governo do Pará vinculado à Secretaria de Estado de Articulação da Cidadania, a Fundação ParáPaz é responsável pela coordenação, articulação e integração das políticas públicas voltadas à infância, adolescência, juventude e às pessoas em situação de vulnerabilidade social, atuando por meio de ações de prevenção, redução e solução de conflitos, promovendo a cultura de paz no Estado do Pará. A Parápaz tem unidades em Belém, Marituba e Ananindeua, além de Altamira, Breves, Marabá e Bragança.

 

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Integrantes de associação de milicianos que atuavam em área de conflitos agrários são presos
SUDESTE DO PARÁ

Integrantes de associação de milicianos que atuavam em área de conflitos agrários são presos

há 39 minutos atrás
Integrantes de associação de milicianos que atuavam em área de conflitos agrários são presos
Amigos organizam vaquinha para translado do corpo de doutorando paraense para Belém
LUTO

Amigos organizam vaquinha para translado do corpo de doutorando paraense para Belém

17/08/2019 19:00
Amigos organizam vaquinha para translado do corpo de doutorando paraense para Belém
Susipe realiza ação de combate à tuberculose no Complexo de Santa Izabel
COM APOIO FEDERAL

Susipe realiza ação de combate à tuberculose no Complexo de Santa Izabel

17/08/2019 16:11
Susipe realiza ação de combate à tuberculose no Complexo de Santa Izabel
Veículo pega fogo em frente a shopping no centro de Belém. Assista!
SUSTO

Veículo pega fogo em frente a shopping no centro de Belém. Assista!

17/08/2019 14:17
Veículo pega fogo em frente a shopping no centro de Belém. Assista!
Vídeo: Mulher que sobreviveu a estupro, tortura e 32 facadas relata momentos de terror
TENTATIVA DE FEMINICÍDIO

Vídeo: Mulher que sobreviveu a estupro, tortura e 32 facadas relata momentos de terror

17/08/2019 13:58
Vídeo: Mulher que sobreviveu a estupro, tortura e 32 facadas relata momentos de terror
Últimas Notícias