Dólar Comercial compra R$ 5,5507 venda R$ 5,5512 máxima 5,5592
Euro compra R$ 6,4745 venda R$ 6,4773 máxima 6,4854
23 Set - 12h06
quarta, 23 de setembro de 2020
BASA - EM CADA ORAÇÃO... DESK - 18.9
SER LIDER DE MERC É ...- MOB
CARTEIRADA

Falso Delegado de Polícia é preso em Breves no Marajó

19 Ago 2018 - 09h04
Falso Delegado de Polícia é preso em Breves no Marajó - Crédito: Polícia Civil/Divulgação Crédito: Polícia Civil/Divulgação

Foi preso um homem que se identificava como delegado da Polícia Civil do Pará para obter passe-livre em viagens e outras vantagens, na última sexta-feira (17), enquanto viajava no navio que faz a linha de Belém para Breves, na Ilha do Marajó. O flagrante foi realizado pelo delegado Diego Máximo, da Delegacia de Breves, que fazia a mesma viagem e que descobriu o falsário após o acusado confessar que estava mentindo. O acusado foi identificado como Alan Pascoal Rego que vai responder pelo crime de falsa identidade.

O delegado explica que seguia em viagem no navio Bom Jesus, por volta de 6 horas da manhã, quando soube, por outras pessoas, que havia a bordo um homem que estava se identificando como delegado de Polícia Civil, mas que as pessoas desconfiavam que ele estava mentindo. Assim, o delegado Diego resolveu abordar o suspeito que se identificou verbalmente como "Delegado Pascoal da Homicídios".

Sem saber que conversava com um delegado de Polícia, Alan Pascoal chegou a afirmar que estava trabalhando demais, pois contava apenas com dez escrivães de Polícia em sua Delegacia. Além disso, explica o delegado Diego, "o suspeito utilizava vocabulário e vestimentas incompatíveis com o cargo de delegado, e possuía tatuagens em formato de coração no antebraço". 

Assim, o policial civil revelou ao falsário que era delegado de Polícia e solicitou a Alan que se identificasse por meio de documentos. O acusado alegou, no entanto, que não tinha a carteira de identidade funcional, nem arma nem distintivo policial. Em seguida, após o delegado avisar ao suspeito que ele seria preso por falsa identidade, Alan confessou que estava mentindo e pediu desculpas ao policial, alegando que "precisava ir embora porque estava atrasado para um compromisso".

Alan foi conduzido para a Delegacia de Breves, onde foi lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por falsa identidade, crime que tem pena prevista no Código Penal de três meses a um ano de reclusão, ou multa.

Após assinar o TCO, Alan Pascoal foi liberado. Ele se comprometeu a comparecer ao Fórum de Justiça em Breves para responder pelo crime.

Fonte: Polícia Civil

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia desarticula facção criminosa acusada de homicídios e tráfico de drogas
OPERAÇÃO

Polícia desarticula facção criminosa acusada de homicídios e tráfico de drogas

há 6 minutos atrás
Polícia desarticula facção criminosa acusada de homicídios e tráfico de drogas
Caixa d’água cai de caminhão na BR-316 e atinge motociclista da Guarda Municipal
ACIDENTE

Caixa d’água cai de caminhão na BR-316 e atinge motociclista da Guarda Municipal

há 59 minutos atrás
Caixa d’água cai de caminhão na BR-316 e atinge motociclista da Guarda Municipal
Pesquisa aponta que 87,1% dos paraenses não possuem plano de saúde
SAÚDE NO PARÁ

Pesquisa aponta que 87,1% dos paraenses não possuem plano de saúde

23/09/2020 10:45
Pesquisa aponta que 87,1% dos paraenses não possuem plano de saúde
Família pede na Justiça interrupção de gravidez de adolescente estuprada pelo pai
DIREITO

Família pede na Justiça interrupção de gravidez de adolescente estuprada pelo pai

23/09/2020 10:35
Família pede na Justiça interrupção de gravidez de adolescente estuprada pelo pai
Desocupação cresce 13,8% no Pará e atinge 474 mil pessoas em agosto
PNAD 2020

Desocupação cresce 13,8% no Pará e atinge 474 mil pessoas em agosto

23/09/2020 10:25
Desocupação cresce 13,8% no Pará e atinge 474 mil pessoas em agosto
Últimas Notícias