Dólar Comercial compra R$ 5,5843 venda R$ 5,5854 máxima 5,6264
Euro compra R$ 6,6023 venda R$ 6,6059 máxima 6,6425
20 Out - 13h31
terça, 20 de outubro de 2020
LIDER - CAFÉ- DESK - 20 E 21.11
BASA - PIX - 19.10 A 19.11 - MOB
MARITUBA

MP recomenda reavaliação e suspensão de obras em Aterro Sanitário

16 Out 2020 - 09h32Atualizado 16 Out 2020 - 09h39
MP recomenda reavaliação e suspensão de obras em Aterro Sanitário - Crédito: Ascom MPPA Crédito: Ascom MPPA

O Ministério Público do Pará recomendou à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) que apresente em até 5 dias úteis documentos comprovando a avaliação dos impactos sinérgicos das obras que serão realizadas pelo Grupo Equatorial Energia no terreno do Centro de Tratamento de Resíduos Sólidos de Marituba (CPTRM). A avaliação deve verificar possíveis impactos que a obra da empresa de energia de construção de um linhão pode causar ao meio ambiente e aos equipamentos do aterro sanitário, que atende cerca de 2 milhões de pessoas. 

A recomendação foi expedida nesta quinta-feira, 15. Caso a Semas não tenha realizado tal análise, o MPPA requer a suspensão da licença que permite o início dos trabalhos. A Secretaria tem 48h para informar o acatamento ao pedido e 20 dias úteis para fazer a avaliação do impacto das obras da empresa de energia no CPTRM. 

Parte da obra que resultará na instalação da linha de transmissão de energia da Equatorial passará pelo terreno do aterro sanitário, gerando riscos à segurança e estabilidade do CPTRM.

De acordo com a recomendação, a Equatorial apresentou documentos usando imagens antigas do empreendimento (2017), não sendo possível ter clareza de qual a incidência do traçado do linhão em relação aos equipamentos existentes na CPTRM, tais como maciço e lagoas de chorume, ou seja, dentro do CPTRM, existem áreas de tratamento de chorume e outros espaços que podem ser afetados pela construção. E caso isso aconteça, pode haver poluição ambiental, gerando danos ao meio ambiente e à população vizinha ao aterro. 

O Grupo Equatorial e a Guamá Tratamento de Resíduos, responsável pela administração do aterro também receberam a Recomendação para que não realizem qualquer intervenção voltada à instalação da linha de transmissão de energia elétrica ou qualquer obra civil antes de avaliarem os impactos sinérgicos dos empreendimentos. As empresas devem também apresentar em até 5 dias úteis análise técnica que mostre que as obras não irão afetar a estabilidade do maciço e aos demais equipamentos do Centro de Tratamento de Resíduos.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Paraense é estuprada por funcionário de hotel no Rio de Janeiro; homem é preso pela polícia
ABSURDO

Paraense é estuprada por funcionário de hotel no Rio de Janeiro; homem é preso pela polícia

20/10/2020 12:06
Paraense é estuprada por funcionário de hotel no Rio de Janeiro; homem é preso pela polícia
Justiça determina transferência de paciente cardíaco sem atendimento em Parauapebas
72 HORAS

Justiça determina transferência de paciente cardíaco sem atendimento em Parauapebas

20/10/2020 11:55
Justiça determina transferência de paciente cardíaco sem atendimento em Parauapebas
Vídeo: moradores registram incêndio em imóvel na Marquês de Herval, em Belém
FOGO

Vídeo: moradores registram incêndio em imóvel na Marquês de Herval, em Belém

20/10/2020 11:27
Vídeo: moradores registram incêndio em imóvel na Marquês de Herval, em Belém
Suspeitos de execução de jovem morrem em confronto com a polícia em Marituba
DEU RUIM

Suspeitos de execução de jovem morrem em confronto com a polícia em Marituba

20/10/2020 10:55
Suspeitos de execução de jovem morrem em confronto com a polícia em Marituba
Vídeo: rádio comunitária de Portel é destruída após ataque na madrugada desta terça-feira, 20
ATENTADO

Vídeo: rádio comunitária de Portel é destruída após ataque na madrugada desta terça-feira, 20

20/10/2020 10:00
Vídeo: rádio comunitária de Portel é destruída após ataque na madrugada desta terça-feira, 20
Últimas Notícias