Dólar Comercial compra R$ 3,9196 venda R$ 3,9198 máxima 3,9222
Euro compra R$ 4,3974 venda R$ 4,3980 máxima 4,4052
23 Abr - 21h25
terça, 23 de abril de 2019
Unique
chinthya_mobile
SAÚDE

Pará vai usar 55 mil mosquiteiros com inseticida para espantar a malária

10 Nov 2018 - 21h22
Pará vai usar 55 mil mosquiteiros com inseticida para espantar a malária - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

O Ministério da Saúde vai distribuir 55 mil mosquiteiros impregnados com inseticidas de longa duração como estratégia complementar ao combate à malária. A distribuição, será realizada este mês, vai beneficiar 66,9 mil pessoas de sete municípios considerados prioritários no enfrentamento da doença: Bagre, Oeiras do Pará, Anajás, Curralinho, Itaituba, Cametá e Portel.

A ação é complementar “porque a principal estratégia é o diagnóstico e tratamento precoce, buscando evitar os óbitos e a gravidade da doença, assim como reduzir a carga de plasmódio circulante no território, visto que o único reservatório do agente que causa a malária é o ser humano”, explica Cássio Peterka, coordenador substituto dos Programas Nacionais de Controle e Prevenção da Malária e das Doenças Transmitidas pelo Aedes.

Em 2011 e 2012, foram distribuídos mais de um milhão de mosquiteiros na região amazônica. Por ser uma estratégia efetiva para prevenção e controle da malária, o Ministério da Saúde a adotou com o objetivo de realizar aquisições e distribuição anual deste insumo.

Além disso, foi publicada a Portaria 1.958, de 28 de junho, que autoriza o repasse de recursos financeiros do Fundo Nacional de Saúde aos fundos estaduais e municipais de Saúde, totalizando o montante de R$ 10,3 milhões, para custeio da intensificação das ações de controle da doença, aos estados e alguns municípios prioritários do Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia e Roraima.

Além do repasse de recursos extras e exclusivos para o combate à doença, o Ministério investe na ampliação do diagnóstico, garante o abastecimento dos estados em relação aos testes rápidos e prevê ampliação de mais 20% da rede diagnóstica de malária no Brasil para 2019. O Ministério da Saúde garante, ainda, o tratamento completo pelo SUS e envia insumos para as ações de controle vetorial (inseticidas).

Com informações do Blog do ZeDudu*

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia Civil do Pará captura acusado por crime de homicídio em Santarém
INVESTIGAÇÃO

Polícia Civil do Pará captura acusado por crime de homicídio em Santarém

há 1 hora atrás
Polícia Civil do Pará captura acusado por crime de homicídio em Santarém
Polícia Civil do Pará prende envolvidos em tráfico de drogas durante operação
EM MOSQUEIRO

Polícia Civil do Pará prende envolvidos em tráfico de drogas durante operação

há 1 hora atrás
Polícia Civil do Pará prende envolvidos em tráfico de drogas durante operação
Mulher é sequestrada em Ananindeua
SEQUESTRO

Mulher é sequestrada em Ananindeua

há 2 horas atrás
Mulher é sequestrada em Ananindeua
Empresa não paga conta de energia elétrica e população fica sem água em Ananindeua
FALTA DE ÁGUA

Empresa não paga conta de energia elétrica e população fica sem água em Ananindeua

há 2 horas atrás
Empresa não paga conta de energia elétrica e população fica sem água em Ananindeua
Sespa registra redução do número de mortes por meningite
SAÚDE

Sespa registra redução do número de mortes por meningite

há 2 horas atrás
Sespa registra redução do número de mortes por meningite
Últimas Notícias