Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,5554 venda R$ 5,5559 máxima 5,5567
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,4465 venda R$ 6,4476 máxima 6,4524
26 Out - 05h50
terça, 26 de outubro de 2021
LIDER - MELHOR LAVAD - DESK - 08, 17 E 26/10 - 04/11
LIDER - MELHOR LAVAD - DESK - 08, 17 E 26/10 - 04/11
APÓS MINERAÇÃO

Pesquisadores encaram o desafio de reconstruir uma floresta na Amazônia. Assista!

Projeto é desenvolvido em área de 2,2 mil hectares de onde foram retiradas toneladas de bauxita, matéria prima do alumínio

29 Nov 2019 - 18h50Atualizado 06 Dez 2019 - 16h23
Plantio tradicional, regeneração e nucleação são as técnicas utilizadas no reflorestamento - Crédito: DivulgaçãoPlantio tradicional, regeneração e nucleação são as técnicas utilizadas no reflorestamento - Crédito: Divulgação

"É um desafio. Um desafio enorme". A descrição simples não alcança a dimensão do trabalho desenvolvido pela pesquisadora Gracialda Ferreira, da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), no reflorestamento de uma área de mineração no município de Paragominas, a cerca de 300 quilômetros de Belém, no Pará.

Ferreira integra juntamente com pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA), do Museu Emílio Goeldi, em Belém, e da Universidade de Oslo, na Noruega, o consórcio formado pela Mineração Paragominas, empresa integrante da multinacional norueguesa Hydro, para recuperar uma floresta amazônica em solo degradado por atividades como a pecuária e a extração de minério.

Pesquisadores de quatro instituições monitoram o desenvolvimento da fauna e da flora (Foto: Divulgação)

O Portal Roma News conversou com a professora responsável por acompanhar o desenvolvimento da vegetação e também com a pesquisadora Ana Cristina de Oliveira, da UFPA, que faz o monitoramento e acompanhamento de mamíferos tanto na aérea reflorestada quanto nas florestas remanescentes. Hoje, das 31 espécies originalmente encontradas na região, 19 já foram avistadas pela equipe de pesquisa na área de 2,2 mil hectares do reflorestamento. Entre eles, a onça pintada, animal ameaçado de extinção.

Onça Pintada é detectada por uma das 23 câmeras de monitoramento espalhadas pela área (Foto: Divulgação) 

Nossa equipe também visitou a área equivalente a 3,3 mil campos de futebol de onde foram retiradas toneladas de bauxita, matéria prima do alumínio, mas que há 10 anos passou a receber novamente cobertura vegetal. Parte dessa vegetação é plantada por equipes da própria Hydro, que mantém no local viveiros para a reprodução das espécies. Plantio tradicional, regeneração e nucleação, que consiste em criar núcleos para atrair a biodiversidade das áreas circundantes, são as técnicas utilizadas no reflorestamento. 

Mas há também a contribuição de animais herbívoros, como a anta, que, ao mesmo tempo em que se alimenta dos vegetais, contribui para espalhar suas sementes. 

Multiplicar esse círculo e recuperar o equilíbrio natural do ecossistema é parte importantíssima daquele desafio mencionado por Ferreira lá no início. Isso porque ele é fundamental para que a nova floresta, um dia, se torne autossuficiente e possa seguir sozinha seu curso de desenvolvimento.

Confira a reportagem completa:

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98547-6589ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caminhoneiros do Pará fecham BR-316 na manhã de hoje; veja os pontos
MANIFESTAÇÃO

Caminhoneiros do Pará fecham BR-316 na manhã de hoje; veja os pontos

há 50 minutos atrás
Caminhoneiros do Pará fecham BR-316 na manhã de hoje; veja os pontos
Veja quem pode vacinar hoje contra covid-19 na Grande Belém
PREPARA O BRAÇO

Veja quem pode vacinar hoje contra covid-19 na Grande Belém

há 50 minutos atrás
Veja quem pode vacinar hoje contra covid-19 na Grande Belém
Confira dicas para reduzir o consumo de combustível em até 40%
FIQUE ATENTO!

Confira dicas para reduzir o consumo de combustível em até 40%

há 51 minutos atrás
Confira dicas para reduzir o consumo de combustível em até 40%
Edmilson pode deixar Terapia Intensiva para Unidade de Internação em até 48 horas
EVOLUÇÃO

Edmilson pode deixar Terapia Intensiva para Unidade de Internação em até 48 horas

25/10/2021 22:24
Edmilson pode deixar Terapia Intensiva para Unidade de Internação em até 48 horas
Homem 'bebe todas', finge ser policial para não pagar conta e é preso em Parauapebas
CARA DE PAU

Homem 'bebe todas', finge ser policial para não pagar conta e é preso em Parauapebas

25/10/2021 22:00
Homem 'bebe todas', finge ser policial para não pagar conta e é preso em Parauapebas
Últimas Notícias