Dólar Comercial compra R$ 4,0215 venda R$ 4,0228 máxima 4,0265
Euro compra R$ 4,5721 venda R$ 4,5731 máxima 4,5925
19 Mai - 17h33
domingo, 19 de maio de 2019
cerpa
cerpa_mobile
PEDIDO DE SOCORRO

Jovem com deficiência apela nas redes sociais por ajuda para trocar prótese da perna

24 Abr 2019 - 05h00Por Dáleth Oliveira
Prótese desgastada tem que ser substituída - Crédito: ReproduçãoPrótese desgastada tem que ser substituída - Crédito: Reprodução
Sem ter mais a quem recorrer para conseguir uma prótese para substituir a que já está em condições muito precárias, Regilene Araújo, 25 anos, resolveu fazer uma vaquinha online para arrecadar recursos para comprar a nova prótese.
 
“Já não sei mais até quando esperar” desabafou Regilene, que está há dez meses espera uma nova prótese, solicitada ao Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (CIIR), do Governo do Estado. A jovem perdeu a sua perna esquerda em 2009, quando sofreu um acidente na cidade em que mora, Marituba. Na ocasião, uma caçamba a atropelou e o motorista fugiu, não prestando socorro, deixando Regilene presa nas ferragens.
 
“Mecânicos que estavam próximos ao local do acidente que vieram me socorrer. Após a chegada do socorro médico, fui levada ao Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua, onde fiquei cinco meses internada lutando por minha vida”, contou.
 
Com o acidente, Regilene sofreu várias lesões pelo corpo, fratura na bacia e comprometeu uma de suas pernas que, depois, decidiu amputá-la para que uma infecção não se generalizasse. “Naquela época, a minha sede era de viver, então não foi difícil tomar a decisão”, relatou.
 
Hoje, Regilene superou as dificuldades de ter perdido o seu membro e vive normalmente com uma prótese. A jovem é bem ativa, gosta de caminhar e praticar exercícios físicos. Ela conta que já está usando a segunda perna, que recebeu em 2015 na Unidade de Referência Especializada Demétrio Medrado.
 
 
 
Entretanto, esta prótese já está bastante deteriorada. Nas fotos compartilhadas pela jovem em sua conta no Facebook, é possível visualizar rachaduras na estrutura. “Como vocês estão vendo na foto, está desgastada, velha e me deixando com lesões, eu fico preocupada de quebrar a qualquer momento e não poder mais fazer o que eu gosto, caminhar, fazer exercício físico, ter uma vida ativa”, disse em sua publicação.
 

 
Pelo medo de não receber a prótese do CIIR a tempo, Regilene resolveu pedir ajuda de seus amigos e de quem mais se solidarizar com a situação, para comprar uma substituta o quanto antes. “Uma prótese desta custa em média 7 a 10 mil reais. No momento eu não tenho condições de comprar uma nova” contou, ao anunciar uma “vaquinha online” para arrecadar o dinheiro necessário.
 
O sonho de Regilene é comprar uma prótese de qualidade superior a esta que está usando, mas segundo ela, sairia muito mais caro. Por não se ver mais sem a sua perna, ela pretende comprar a que ficar ao alcance.
 
A assessoria do Centro informou que as demandas como as de Regilene começarão a ser atendidas a partir de maio. Quer ajudar? Acesse o link da vaquinha online clicando aqui, ou faça a sua doação para Rosiane Araújo Silva, pelo banco Caixa Econômica, agência 3200, operação 013, conta 6467, dígito 7.
 
Na manhã desta quarta-feira, 24, a assessoria do CIIR enviou a seguinte nota:
 
Em resposta à demanda do Portal Roma News sobre conteúdo de matéria publicada nesta quarta-feira, 24, sob o título: “Portadora de deficiência apela nas redes sociais por ajuda para trocar prótese da perna”, a Assessoria de Imprensa do Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (CIIR) informa que a instituição, por questões éticas, não comenta assuntos relacionados à pacientes.

Mas de modo geral, informa que a prótese é um procedimento de alta complexidade e requer preparo do coto do paciente para sua adequação/definição das especificações para produção do melhor dispositivo possível.

A direção ressalta que o CIIR não se responsabiliza por dispositivos fabricados em outras unidades ou em campanhas para arrecadação. No entanto, afirma o compromisso em produzir, o que for mais adequado aos pacientes. Importante destacar que, na maioria dos casos, há necessidade de inserção do usuário no programa de reabilitação física, sendo essencial para melhores resultados na utilização da prótese, onde pelo que consta, nenhum paciente teve alta melhorada até o momento.

A direção do CIIR coloca-se à disposição para atender, individualmente, os pacientes para esclarecimento de  dúvidas a cerca do processo e, aproveita para informar que vários meios auxiliares de locomoção já começaram a ser entregues, onde em maio finalizaremos essa primeira etapa.

Serviço: o CIIR funciona em um complexo localizado na rodovia Arthur Bernardes, 1.000. Mais informações: 4042-2157/2158/2159.

Dáleth Oliveira com supervisão de Aline Brelaz

Deixe seu Comentário

Leia Também

Onze pessoas são assassinadas em um bar no bairro do Guamá
CHACINA

Onze pessoas são assassinadas em um bar no bairro do Guamá

19/05/2019 16:23
Onze pessoas são assassinadas em um bar no bairro do Guamá
Polícia prende filhos acusados de sequestrar a própria mãe fazendeira em Marabá
INACREDITÁVEL!

Polícia prende filhos acusados de sequestrar a própria mãe fazendeira em Marabá

19/05/2019 16:09
Polícia prende filhos acusados de sequestrar a própria mãe fazendeira em Marabá
Vídeo mostra como ficou o interior da casa atingida por avião. Assista!
IMAGENS FORTES

Vídeo mostra como ficou o interior da casa atingida por avião. Assista!

19/05/2019 11:45
Vídeo mostra como ficou o interior da casa atingida por avião. Assista!
Projeto que alfabetiza pessoas em situação de rua terá aula inaugural nesta segunda, 20
ALFABETIZAÇÃO EM MOVIMENTO

Projeto que alfabetiza pessoas em situação de rua terá aula inaugural nesta segunda, 20

19/05/2019 11:43
Projeto que alfabetiza pessoas em situação de rua terá aula inaugural nesta segunda, 20
Universitários promovem mostra científica ao ar livre na Praça da República
EDUCAÇÃO E CIÊNCIA

Universitários promovem mostra científica ao ar livre na Praça da República

19/05/2019 10:03
Universitários promovem mostra científica ao ar livre na Praça da República
Últimas Notícias