Dólar Comercial compra R$ 5,624 venda R$ 5,6246 máxima 5,6251
Euro compra R$ 6,6386 venda R$ 6,6415 máxima 6,6569
27 Out - 07h01
terça, 27 de outubro de 2020
LIDER MAG - MODA 2a- 26 E 27.10 - DESK
BASA - CAP DE GIRO - MOB - 24, 25 E 26.10 - ALTERN
IMUNIZANTE

Candidata à vacina para covid-19 terá ampliação dos testes no Brasil com apoio da Anvisa

25 Set 2020 - 14h30Atualizado 25 Set 2020 - 15h09
Candidata à vacina para covid-19 terá ampliação dos testes no Brasil com apoio da Anvisa - Crédito: Agência Brasil Crédito: Agência Brasil
O governo de São Paulo anunciou, nesta sexta-feira, 25, que os testes clínicos da vacina CoronaVac serão ampliados para mais quatro centros de pesquisas. O imunizante foi desenvolvido pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, e está em estudos de fase 3, que analisam a sua eficácia contra a covid-19.
 
Segundo anúncio feito pelo governador João Doria (PSDB) durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, a CoronaVac teve o apoio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para começar novos testes nas cidades de Barretos (SP), Pelotas (RS), Cuiabá (PR) e Campo Grande (MT).
 
"Lembrando que a vacina do Butantan, a CoronaVac, juntamente com o laboratório Sinovac, já vem sendo testada em 12 centros de excelência em cinco estados, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e no Paraná", disse Doria.
 
Dimas Covas, diretor do Butantan, explicou que a ampliação dos testes aumentará o número de voluntários envolvidos nos testes clínicos no Brasil de 9 mil para 13 mil. Com isso, é esperado que haja uma aceleração do processo de aprovação e registro da CoronaVac pela Anvisa.
 
"Esses centros vão acelerar a realização desse estudo de fase 3. E importante, essa ampliação ajuda na obtenção dos resultados", afirmou Dimas Covas. Na última atualização do Butantan, 6.000 voluntários já haviam sido vacinados.
 
O governo de São Paulo e o Butantan seguem confiantes na previsão do início da vacinação com a CoronaVac em dezembro. A partir de 15 de outubro, os testes clínicos de eficácia já poderão começar a serem avaliados.
 
"Dentro do nosso planejamento, teremos esse resultado (dos testes de fase 3) antes do final do ano, e (a vacina) disponível para ser utilizada em dezembro", afirmou Dimas Covas.
 
Fonte: UOL

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98469-4559ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro diz que não pode caber a um juiz decisão sobre obrigatoriedade da vacina
PRESIDENTE

Bolsonaro diz que não pode caber a um juiz decisão sobre obrigatoriedade da vacina

26/10/2020 14:30
Bolsonaro diz que não pode caber a um juiz decisão sobre obrigatoriedade da vacina
Ilhas Salomão registram primeiro caso do novo coronavírus
PANDEMIA

Ilhas Salomão registram primeiro caso do novo coronavírus

04/10/2020 08:47
Ilhas Salomão registram primeiro caso do novo coronavírus
Brasil tem mais de 145 mil mortes por Covid-19; 664 só nas últimas 24h
CORONAVÍRUS

Brasil tem mais de 145 mil mortes por Covid-19; 664 só nas últimas 24h

03/10/2020 19:00
Brasil tem mais de 145 mil mortes por Covid-19; 664 só nas últimas 24h
Pela primeira vez desde maio, média móvel de mortes por Covid-19 completa 10 dias abaixo de 700
BALANÇO CORONAVÍRUS

Pela primeira vez desde maio, média móvel de mortes por Covid-19 completa 10 dias abaixo de 700

03/10/2020 10:20
Pela primeira vez desde maio, média móvel de mortes por Covid-19 completa 10 dias abaixo de 700
Ritmo de testes para covid-19 cai 10% no último mês, aponta boletim do Ministério da Saúde
PANDEMIA

Ritmo de testes para covid-19 cai 10% no último mês, aponta boletim do Ministério da Saúde

03/10/2020 10:00
Ritmo de testes para covid-19 cai 10% no último mês, aponta boletim do Ministério da Saúde
Últimas Notícias