Dólar Comercial compra R$ 5,3158 venda R$ 5,3163 máxima 5,3792
Euro compra R$ 6,0004 venda R$ 6,0031 máxima 6,0018
06 Jul - 03h01
segunda, 06 de julho de 2020
Equatorial Celpa
Basa Sua Conta
CORONAVÍRUS

Infectologistas paraenses dizem que caso de médico de Parintins não foi reinfecção

31 Mai 2020 - 15h24Atualizado 31 Mai 2020 - 15h32
Infectologistas paraenses dizem que caso de médico de Parintins não foi reinfecção - Crédito: Reprodução/Facebook Crédito: Reprodução/Facebook

Infectologistas paraenses explicaram neste domingo, 31, ao Portal Roma News, que não há evidências científicas que comprovam a possibilidade de reinfecção pelo novo coronavírus. A questão surgiu quando o médico Daniel Tanaka, médico da linha de frente do combate a covid-19 em Parintins, no Amazonas, recebeu diagnóstico de reinfecção pelo coronavírus.

Ele precisou voltar ao tratamento, mas agora no Hospital do Coração, em São Paulo. Tanaka fez uma postagem em uma rede social para contar o caso.

No entanto, a infectologista Marília Xavier explica que até agora não há indícios de que isso seja possível. "As pesquisas até agora não evidenciam reinfecção e sim recrudescência do quadro. É reaparecimento de sintomas indicando que o paciente não estava completamente recuperado da doença", diz a especialista.

"Hoje, a comunidade científica não admite reinfecção exceto se houvesse uma grande mutação viral", comenta a infectologista Vanessa Santos."Acreditamos que a recrudescência dos sintomas possa ocorrer na covid-19 e estaria relacionada às doenças de base do paciente, uso de corticoides e até mesmo infecções bacterianas associadas", acrescenta.

Helena Brígido, infectologista paraense também, publicou em suas redes sociais uma explicação sobre casos de reinfecção.

"Está sendo compartilhado nas redes sociais um caso denominado de 'reinfecção' com novas manifestações clínicas após 52 dias de início do quadro da covid-19. É preciso observar parâmetros não citados no 'post'. Os dados apresentados não permitem afirmar que houve nova infecção. Após 52 dias com IgM reagente (dados do Post) foi relatado reaparecimento dos sinais e sintomas", diz.

"Isso é recrudescência, não nova infecção. A covid-19 é uma doença aguda inflamatória, metabólica sistêmica. O processo foi mantido ou reativado", afirma. A recrudescência é a remissão de sinais e sintomas de uma doença após declínio temporário do quadro clínico.

Entretanto, o doutorando em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários pela Universidade Federal do Pará (UFPA), Yuri Willkens, conta que a reinfecção pode ser possível. 

"O que se observou para outros coronavírus que foi no caso do primeiro surto de SARS de 2003 e MERS de 2012, é que para essas duas a imunidade durava cerca de dois anos e depois esses anticorpos específicos para o vírus diminuíam no corpo, então, a gente não sabe se essa imunidade que a gente tem para o coronavírus é uma imunidade imediata, se vai ser duradoura ou não, até porque é muito recente, mas é possível sim, muito possível", afirma.

"Uma coisa que pode acontecer é que a pessoa durante o processo de cura vai fazer os testes e o teste pode dar positivo para a presença de vírus, quando, na verdade, são resquícios que sobraram do processo de cura dessa pessoa, não significa que o vírus está ativado no corpo dela. Mas nesse caso, por exemplo, que há retorno dos sinais clínicos, o rapaz reporta que teve novamente os sintomas e o comprometimento do pulmão, então já é um indicio de que pode sim haver reinfecções, mas a gente não sabe se é muito comum, se vai ser frequente, a gente não sabe se é uma imunidade duradoura. Ainda não é consenso no ponto de vista científico", ressalta o pesquisador.

Confira a postagem do médico Daniel Tanaka:

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

São Paulo passa de 16 mil óbitos e 320.179 casos confirmados de coronavírus
BALANÇO

São Paulo passa de 16 mil óbitos e 320.179 casos confirmados de coronavírus

05/07/2020 21:00
São Paulo passa de 16 mil óbitos e 320.179 casos confirmados de coronavírus
Brasil tem 1.603.055 casos de covid-19 diagnosticados
ATUALIZAÇÃO DIÁRIA

Brasil tem 1.603.055 casos de covid-19 diagnosticados

05/07/2020 20:37
Brasil tem 1.603.055 casos de covid-19 diagnosticados
Estado do Rio de Janeiro registra 10.667 mortes por coronavírus
ATUALIZAÇÃO

Estado do Rio de Janeiro registra 10.667 mortes por coronavírus

05/07/2020 19:02
Estado do Rio de Janeiro registra 10.667 mortes por coronavírus
Brasil supera marca de 1 milhão de recuperados de covid-19, diz universidade norte-americana
LEVANTAMENTO

Brasil supera marca de 1 milhão de recuperados de covid-19, diz universidade norte-americana

05/07/2020 18:21
Brasil supera marca de 1 milhão de recuperados de covid-19, diz universidade norte-americana
Pará tem 114.535 casos e 5.105 óbitos registrados desde o início da pandemia
BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Pará tem 114.535 casos e 5.105 óbitos registrados desde o início da pandemia

05/07/2020 18:17
Pará tem 114.535 casos e 5.105 óbitos registrados desde o início da pandemia
Últimas Notícias