Dólar Comercial compra R$ 3,8386 venda R$ 3,8393 máxima 3,8397
Euro compra R$ 4,3234 venda R$ 4,3254 máxima 4,3277
20 Jun - 02h15
quinta, 20 de junho de 2019
CADA VEZ MAIS NA FRENTE

Bolsonaro chega a 59% e abre vantagem histórica de 18 pontos sobre Haddad

Candidato do PSL segue na frente na corrida presidencial

11 Out 2018 - 10h13Atualizado 11 Out 2018 - 10h35Por Da Redação
Bolsonaro tem 18 pontos de vantagem sobre Haddad, segundo pesquisa - Crédito: ReproduçãoBolsonaro tem 18 pontos de vantagem sobre Haddad, segundo pesquisa - Crédito: Reprodução

Faltando  pouco mais de duas semanas do segundo turno, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) lidera esta etapa da corrida presidencial com ampla vantagem. Segundo pesquisa XP/Ipespe, realizada em 8 e 9 de outubro, o parlamentar agora conta com 59% das intenções de votos válidos, contra 41% de seu adversário, o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad (PT). O levantamento foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o código BR-02361/2018 e tem margem de erro máxima de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

O resultado mostra um aumento expressivo da distância entre os candidatos em comparação com o último levantamento, divulgado uma semana atrás, quando Bolsonaro e Haddad apareciam tecnicamente empatados - com o deputado numericamente à frente por 51% a 49%. Naquele momento, dois dias antes do primeiro turno, o cenário de disputa entre os dois candidatos representava somente uma das simulações feitas, embora já fosse tratada como a mais provável.

Em nenhum momento da série histórica deste levantamento a vantagem foi tão grande a favor de Bolsonaro como é hoje. Há duas semanas, em seu melhor desempenho, Haddad chegou a aparecer 4 pontos percentuais à frente de seu adversário, o que ainda configurava empate técnico, no limite da soma das margens de erro dos candidatos. A disputa de segundo turno entre os dois é testada pela pesquisa XP/Ipespe desde 16 de julho.

Cenário do segundo turno, considerando somente os votos válidos:


Fonte: XP / Ipespe / (BR -02361/2018)

Com informações do Infomoney.

Deixe seu Comentário