Dólar Comercial compra R$ 5,3817 venda R$ 5,3822 máxima 5,3819
Euro compra R$ 6,3251 venda R$ 6,3268 máxima 6,3273
12 Ago - 05h31
quarta, 12 de agosto de 2020
PMB ICOAR E OUT 27.7
PMB ICOAR E OUT - MOB 27.7
13 DE JULHO

Saiba porque hoje é comemorado o Dia Mundial do Rock

13 Jul 2020 - 05h00Atualizado 12 Jul 2020 - 11h30
Saiba porque hoje é comemorado o Dia Mundial do Rock -

É dia de rock, bebê! 13 de julho é a data que mexe com qualquer roqueiro no Brasil: é dia de colocar aquele solo de guitarra no volume máximo e curtir os clássicos.

Você já deve ter comemorado — ou viu uma galera celebrando essa data icônica — , mas será que sabe como o Dia Mundial do Rock surgiu?

No dia 13 de julho de 1985, aconteceu o chamado Live Aid, realizado principalmente em Londres e na Filadélfia (apesar de contar com alguns shows na Austrália, na Rússia e no Japão também).

Foi um festival histórico, idealizado para arrecadar doações para famílias pobres na Etiópia. A produção contou com uma das maiores transmissões em larga escala por satélite e televisão de todos os tempos, resultando em mais de 1,5 bilhão de espectadores.

Se você assistiu ao filme Bohemian Rhapsody, vai lembrar: é aquele concerto histórico que foi recriado! O festival incluiu alguns dos nomes mais memoráveis do rock: a lista tem Sting, U2, Phil Collins, Dire Straits, David Bowie, The Who, Elton John, Paul McCartney, Eric Clapton, Mick Jagger e Bob Dylan.

Por ser um momento tão inesquecível para a música, o próprio Phil Collins em certo ponto sugeriu que aquele “devia ser considerado o dia global do rock”.

Por volta de 1987, a data começou a ser celebrada principalmente por rádios rock brasileiras. O curioso é que a gente chama de “dia mundial”, mas a data só é comemorada no nosso país.

Nos Estados Unidos, por exemplo, a data considerada é 9 de julho, data em que estreou o programa American Bandstand, que ajudou a popularizar o gênero entre as décadas de 50 e 80.

O tal do rock ’n’ roll surgiu entre os anos 40 e 50 nos Estados Unidos, derivado de estilos como o blues e o R&B. De modo geral, o elemento predominante sempre foi a guitarra, mas o contrabaixo e a bateria também cumprem papéis essenciais em muitas bandas de rock.

Existem muitas histórias e significados para a expressão rock’n’roll: de modo geral, o rocking-and-rolling aparecia muito como uma gíria na comunidade negra para dançar ou para fazer relações sexuais.

Ou seja, um gênero frequentemente associado, de alguma forma, à rebeldia. Sexo, drogas e rock’n’roll. Ao longo da história, diversos estilos de rock foram surgindo até chegarmos na diversidade que temos hoje.

O rock começou com ícones do rhythm and blues, como Chuck Berry e Little Richard. Apesar disso, a indústria ainda era muito racista: quando o gênero começou a fazer sucesso, Sam Phillips, fundador de uma grande gravadora da época, afirmou que se “encontrasse um branco com esse som negro e feel negro, ganharia um milhão de dólares”. É daí que surge o “rei do rock”, Elvis Presley. Seja no rockabilly do Elvis ou no som de Chuck Berry, não dá pra negar que não faltou música boa na década de 50.

Nos anos 60, o gênero começou a ser reconhecido com uma forma de contestação política, principalmente pelos jovens que não concordavam com as gerações mais velhas. São os chamados Anos Rebeldes, além de ser a década do incomparável festival de Woodstock.

Aparecem os Beatles, Rolling Stones, Bob Dylan e Pink Floyd na Inglaterra; já nos Estado Unidos temos Jimi Hendrix, The Doors e Janis Joplin.

Aqui no Brasil rolava a Tropicália, movimento que revolucionou a MPB trazendo astistas como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa, Tom Zé e muitos outros.

Já na década seguinte, o rock dos anos 70 gerou vários movimentos. É aqui que surge o heavy metal, com nomes como Judas Priest e Black Sabbath. O punk aparece com expoentes tipo Sex Pistols e Ramones. Se tem uma coisa que não faltou nessa época foram ídolos: Queen, David Bowie e muito mais.

Hard rock? Glam rock? Rock alternativo? Temos! A década de 80 nos trouxe muitos hinos de bandas como AC/DC, Metallica, Iron Maiden, Bon Jovi, R.E.M, Sonic Youth entre outros. Como dá pra perceber, o rock dos anos 80 agradaram as mais diversas opiniões.

O que falar da década do Nirvana, Red Hot Chili Peppers, Megadeth e Green Day? Os anos 90 foram a cara do rock feito na garagem de casa, com sons caóticos e uma certa insatisfação com o mundo. Do Oasis ao Cranberries, alguns dos músicos ainda fazem sucesso até hoje.

O rock do século XXI já começou com muita música boa pra todos os gostos: de Audioslave à The Strokes, a palavra de ordem é guitarra. Foi também a época das bandas emo, com bandas tipo o My Chemical Romance e seus clipes em tom depressivo.

O rock foi um gênero que mudou totalmente a história da música popular, botando muita gente pra desafiar o sistema, quebrar tudo e abusar do amplificador.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Teatro do Sesi anuncia programação cultural para o mês de agosto
GRATUITO

Teatro do Sesi anuncia programação cultural para o mês de agosto

há 31 minutos atrás
Teatro do Sesi anuncia programação cultural para o mês de agosto
‘Halo: Infinite’ foi adiado por conta da pandemia
DECEPÇÃO

‘Halo: Infinite’ foi adiado por conta da pandemia

11/08/2020 18:45
‘Halo: Infinite’ foi adiado por conta da pandemia
'Um maluco no pedaço' vai voltar?
NOSTALGIA

'Um maluco no pedaço' vai voltar?

11/08/2020 17:10
'Um maluco no pedaço' vai voltar?
Prêmio Sindtifes de Literatura encerra inscrições no próximo dia 31
CONCURSO LITERÁRIO

Prêmio Sindtifes de Literatura encerra inscrições no próximo dia 31

11/08/2020 16:56
Prêmio Sindtifes de Literatura encerra inscrições no próximo dia 31
Fãs opinam sobre novo livro da saga Crepúsculo
REAÇÃO

Fãs opinam sobre novo livro da saga Crepúsculo

11/08/2020 15:52
Fãs opinam sobre novo livro da saga Crepúsculo
Últimas Notícias