Dólar Americano/Real Brasileiro compra R$ 5,3915 venda R$ 5,3925 máxima 5,392
Euro/Real Brasileiro compra R$ 6,2962 venda R$ 6,2979 máxima 6,3106
28 Set - 07h45
terça, 28 de setembro de 2021
LIDER - MELHOR OFERTAS DESK - 02, 11, 20 E 28/09
LIDER - MELHOR OFERTAS MOB - 02, 11, 20 E 28/09
INVESTIGAÇÃO CONTINUA

CGU não encontra sobrepreço na compra da Covaxin, mas investiga Precisa

28 Jul 2021 - 23h20Atualizado 28 Jul 2021 - 23h22
CGU não encontra sobrepreço na compra da Covaxin, mas investiga Precisa - Crédito: Divulgação/Covaxin Crédito: Divulgação/Covaxin

A Controladoria-geral da União (CGU) descartou evidências de sobrepreço no processo de compra da Covaxin, vacina indiana contra a covid-19, encomendada pelo Ministério da Saúde em fevereiro deste ano.

Agora, a pasta suspeita da postura da Precisa, representante brasileira que esteve a frente do negócio, e irá investigá-la.

O relatório referente ao caso está sendo concluído e indicará que a Precisa não ofereceu oficialmente ao governo as doses do imunizante por US$ 10 para depois fechar contrato por US$ 15.

A CGU reuniu provas que atestam a versão apresentada por Emanuela Medrades, da Precisa, em depoimento à CPI da Pandemia, que durante o depoimento, informou que se tratava de uma expectativa e não uma oferta concreta.

A CGU então, descartou que o valor final acordado junto ao governo brasileiro tenha sido 1.000% maior do que o anunciado pela Bharat Biotech, como suspeitava a CPI. De acordo com o trabalho levantado, não houve irregularidades no valor fechado.

Mesmo  assim, a CGU continuará na trilha da Precisa. Uma vez que, a Bharat Biotech divulgou um comunicado rompendo a relação comercial com a empresa brasileira, alegando que não reconhecia documentos que foram enviados por ela ao Ministério da Saúde.

A CGU vai averiguar se houve uma tentativa de fraude por parte da Precisa.

Uma análise preliminar feita pela CGU encontrou cinco problemas na negociação e subsidiou a decisão do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, de suspender o contrato de compra da Covaxin: tentativa de realização de pagamento antecipado, sem previsão contratual; possível pagamento por meio de empresa não signatária do contrato; descumprimento dos prazos contratuais; justificativa de preço; manifestação do Ministério da Saúde sobre o inadimplemento.

 

Com informações da CNN

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 98547-6589ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Explosão em prédio na Suécia faz mais de duas dezenas de feridos
ACIDENTE

Explosão em prédio na Suécia faz mais de duas dezenas de feridos

há 11 minutos atrás
Explosão em prédio na Suécia faz mais de duas dezenas de feridos
Caixa paga auxílio emergencial para nascidos em julho nesta terça-feira
BENEFÍCIO

Caixa paga auxílio emergencial para nascidos em julho nesta terça-feira

há 31 minutos atrás
Caixa paga auxílio emergencial para nascidos em julho nesta terça-feira
Dia Mundial de Luta contra a Raiva: 59 mil pessoas morrem por ano
DOENÇA INFECCIOSA

Dia Mundial de Luta contra a Raiva: 59 mil pessoas morrem por ano

28/09/2021 04:58
Dia Mundial de Luta contra a Raiva: 59 mil pessoas morrem por ano
Bolsonaro sanciona MP do Documento Eletrônico de Transporte
COM VETO

Bolsonaro sanciona MP do Documento Eletrônico de Transporte

27/09/2021 22:43
Bolsonaro sanciona MP do Documento Eletrônico de Transporte
Governo anuncia ações pelo Dia de Luta da Pessoa com Deficiência
DIREITOS HUMANOS

Governo anuncia ações pelo Dia de Luta da Pessoa com Deficiência

27/09/2021 21:32
Governo anuncia ações pelo Dia de Luta da Pessoa com Deficiência
Últimas Notícias