Dólar Comercial compra R$ 5,3158 venda R$ 5,3163 máxima 5,3792
Euro compra R$ 5,9766 venda R$ 5,9782 máxima 6,0392
05 Jul - 10h10
domingo, 05 de julho de 2020
Basa Sua Conta
Basa Sua Conta
ECONOMIA

Contas públicas têm déficit recorde de R$ 126,6 bilhões

29 Jun 2020 - 13h14Atualizado 29 Jun 2020 - 13h15
Contas públicas têm déficit recorde de R$ 126,6 bilhões -

As contas públicas fecharam o mês de maio com saldo negativo de R$ 126,6 bilhões, informou hoje, 29, em Brasília, o Tesouro Nacional. O recorde no déficit primário, despesas maiores que as receitas, sem considerar no cálculo os gastos com juros, do governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) é explicado pelos efeitos da pandemia de covid-19 na economia. Em maio de 2019, o déficit primário ficou em R$ 14,7 bilhões.

“O déficit de maio é explicado, principalmente, pela redução significativa na arrecadação, combinada com o aumento nas despesas do Poder Executivo decorrentes de medidas de combate à crise de covid-19, bem como da antecipação do pagamento do 13º de aposentados e pensionistas”, disse o Tesouro, em relatório.

Acrescentou que, em relação a maio de 2019, o resultado primário no mês passado foi influenciado pela redução real (descontada a inflação) de 41,6% na receita líquida e pelo crescimento real de 68% na despesa total. 

A diminuição da receita líquida no mês decorre principalmente do adiamento do prazo para pagamento de tributos estimado de R$ 29,9 bilhões e pela redução de R$ 2,4 bilhões referente à diminuição do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) a zero em empréstimos. Esse imposto não será cobrado no período de abril a junho.

No caso das despesas, o Tesouro destaca as medidas de combate à crise gerada pela covid-19, que somaram R$ 53,4 bilhões em maio. 

“Destaque para o auxílio emergencial a pessoas em situação de vulnerabilidade social (R$ 41,1 bilhões), o Benefício Especial de Manutenção do Emprego e Renda (R$ 6,5 bilhões) e as despesas adicionais do Ministério da Saúde e demais ministérios (R$ 4,4 bilhões)”, explicou o Tesouro.

O órgão também destacou que os benefícios previdenciários tiveram crescimento de 54,2% em termos reais (R$ 26,2 bilhões) devido, principalmente, à antecipação do pagamento de 13º de aposentadorias e pensões.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

Gastronomia paraense na estreia do novo programa de Zeca Camargo
SABORES

Gastronomia paraense na estreia do novo programa de Zeca Camargo

há 58 minutos atrás
Gastronomia paraense na estreia do novo programa de Zeca Camargo
Ministério da Economia reconhece dificudade das empresas no acesso às linhas de crédito, que até o momento só liberaram 17% dos recursos
AINDA É POUCO

Ministério da Economia reconhece dificudade das empresas no acesso às linhas de crédito, que até o momento só liberaram 17% dos recursos

05/07/2020 09:04
Ministério da Economia reconhece dificudade das empresas no acesso às linhas de crédito, que até o momento só liberaram 17% dos recursos
Manaus e Tocantins estão abaixo da média nacional em saneamento básico
PRIVATIZAÇÃO

Manaus e Tocantins estão abaixo da média nacional em saneamento básico

05/07/2020 08:29
Manaus e Tocantins estão abaixo da média nacional em saneamento básico
Mega-Sena: Prêmio vai a R$33 milhões no próximo sorteio
LOTERIA

Mega-Sena: Prêmio vai a R$33 milhões no próximo sorteio

05/07/2020 08:26
Mega-Sena: Prêmio vai a R$33 milhões no próximo sorteio
Empresas boicotam publicidade no Facebook por discurso de ódio, incitação à violência e desinformação
REDE SOCIAL

Empresas boicotam publicidade no Facebook por discurso de ódio, incitação à violência e desinformação

04/07/2020 23:00
Empresas boicotam publicidade no Facebook por discurso de ódio, incitação à violência e desinformação
Últimas Notícias