Euro compra R$ 4,3972 venda R$ 4,3997 máxima 4,4539
Dólar Comercial compra R$ 3,8851 venda R$ 3,8856 máxima 3,9366
25 Mar - 11h08
segunda, 25 de março de 2019
Unique
"DIREITA CONSERVADOR"

Deputado do PSL propõe criar Secretaria de 'Desesquerdização'

Heitor Freire (PSL-CE) alega que é necessário ser 'de direita conservador' para compor o governo, antes de avaliação do nível técnico

16 Mar 2019 - 17h35Por DA REDAÇÃO
Deputado do PSL propõe criar Secretaria de 'Desesquerdização' - Crédito: Reprodução Crédito: Reprodução

Na última quarta-feira, 13, o deputado federal pelo Ceará Heitor Freire (PSL), que é novato no Congresso Nacional, protocolou um requerimento que sugere ao presidente da República a criação da "Secretaria Especial de Desesquerdização da Administração Pública".

No texto apresentado pelo gabinete do deputado, é citado o "aparelhamento gradual do Estado realizado por militantes de esquerda e seus sindicalistas", além de consequências como "o rombo escancarado dos cofres públicos" e o caos desde a economia até a "nossa juventude, envenenada pelo comunismo e pela famigerada ideologia de gênero".

A proposta "não é para indicar cargos, é só para monitorar e fiscalizar". O texto detalha que a secretaria seria "destinada a realizar um amplo controle, fiscalização, identificação, mapeamento, monitoramento, com consequente sugestão de exoneração por decisão do Presidente da República". Possíveis nomes que valessem uma demissão por reproduzir ideias da esquerda seriam indicados por integrantes da pasta.

O deputado Heitor entende que, para integrar o governo de Jair Bolsonaro, é necessário, em primeiro lugar, a ideologia alinhada à administração federal. Para ele, é "precisa ser de direita conservador, antes de ser analisado o nível técnico. Se não fizer isso, Bolsonaro não vai conseguir governar", explicou.

Heitor defende ainda que há servidores camuflados no governo. O texto cita que "são frequentes as denúncias de todo o país que nos chegam sobre os "técnicos" que mudaram seu discurso" para permanecer em seus cargos.

Questionado pelo Estado a respeito de exemplos, o deputado citou os ministérios do Meio Ambiente, Direitos Humanos, Casa Civil e órgãos federais, especialmente bancos. "Acho que o ICMBIO (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) é o que mais tem", afirmou.

No mesmo dia em que o documento foi protocolado, o Estado divulgou que o Ministério do Meio Ambiente, comandado por Ricardo Salles, havia orientado funcionários do ICMBio e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) a não se posicionarem diretamente à imprensa. E que solicitações de posicionamento deveriam ser encaminhadas ao Ministério.

Heitor Freire ainda não conversou sobre a proposta com o presidente Jair Bolsonaro, do mesmo partido que ele, e nem com demais candidatos. "Vou pedir agenda com o presidente e com o secretário de governo e vou fazer uma apresentação para mostrar a importância. É uma das principais pautas, urgentíssima", defendeu.

Para comandar a secretaria, Heitor defende que algum dos "bons nomes de direita e conservadores do PSL e de alunos do professor Olavo de Carvalho" seriam essenciais. "Eu mesmo até deixaria meu mandato para assumir", afirmou. A pasta, para ele, seria ligada diretamente à presidência ou à Casa Civil, do ministro Onyx Lorenzoni.

Um dia após a posse do novo governo, Lorenzoni anunciou que iria exonerar funcionários para "despetizar" o Brasil. No dia 3 de janeiro, 320 comissionados e servidores foram demitidos sob o pretexto de manter somente funcionários que se identifiquem com a "centro-direita".

Informações: Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

Massacre em aldeia no Mali deixa mais de 130 mortos
TERROR

Massacre em aldeia no Mali deixa mais de 130 mortos

25/03/2019 08:14
Massacre em aldeia no Mali deixa mais de 130 mortos
Edital do Enem é divulgado nesta segunda-feira, 25
CORREEEEE...

Edital do Enem é divulgado nesta segunda-feira, 25

25/03/2019 08:03
Edital do Enem é divulgado nesta segunda-feira, 25
Nova Zelândia cria comissão para investigar atentado a mesquitas
PROVIDÊNCIAS

Nova Zelândia cria comissão para investigar atentado a mesquitas

25/03/2019 08:01
Nova Zelândia cria comissão para investigar atentado a mesquitas
Professores da Escola Raul Brasil, em Suzano, retornam às atividades
O LUTO CONTINUA

Professores da Escola Raul Brasil, em Suzano, retornam às atividades

25/03/2019 07:52
Professores da Escola Raul Brasil, em Suzano, retornam às atividades
Dois meses após tragédia em Brumadinho, Vale tem R$13,65 bi bloqueados
CÓRREGO DO FEIJÃO

Dois meses após tragédia em Brumadinho, Vale tem R$13,65 bi bloqueados

25/03/2019 07:49
Dois meses após tragédia em Brumadinho, Vale tem R$13,65 bi bloqueados
Últimas Notícias