Dólar Comercial compra R$ 4,1585 venda R$ 4,1591 máxima 4,1860
Euro compra R$ 4,6060 venda R$ 4,6070 máxima 4,6226
16 Out - 16h36
quarta, 16 de outubro de 2019
Unique
Unique_mobile
POLÍTICA INTERNACIONAL

Em conversa com Bush, Bolsonaro se mostra preocupado com eleição de Cristina Kirchner

Brasileiro diz que a volta da Argentina às mãos de ex-presidente seria 'gol contra'

15 Mai 2019 - 19h42Atualizado 15 Mai 2019 - 19h47
Em conversa com Bush, Bolsonaro se mostra preocupado com eleição de Cristina Kirchner -

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que a Argentina, e não a Venezuela, foi um dos principais assuntos discutidos com o ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush, durante um encontro de cerca de uma hora em Dallas, no Texas. Nesta quarta-feira, a Corte Suprema de Justiça decidiu acolher recursos apresentados pela ex-presidente e provável candidata Cristina Kirchner, provocando a suspensão de seu primeiro julgamento por corrupção, que deveria começar na próxima terça-feira.

— Na Argentina há a possibilidade de voltar a senhora ex-presidente e, em voltando, nós podemos correr o risco de, apesar de a economia deles não estar indo bem e o populismo voltar àquele local, nós termos uma nova Venezuela no sul da América do Sul — disse o presidente. — Sabemos da dificuldade da Venezuela voltar à normalidade. Mas, mais importante do que fazer um gol é evitar outro, e esse gol contra seria a Argentina voltando para as mãos da Kirchner.

No encontro com o Bush — o primeiro compromisso oficial em sua atual visita aos Estados Unidos — Bolsonaro também afirmou que “pelo semblante” do ex-presidente americano, acredita que ele compartilha de suas preocupações.

— Eu não sou vidente, mas, pelo semblante, eu entendi que ele tem preocupação não só com a Venezuela, mas com a questão da Argentina.

O presidente fez a ressalva de que sua preocupação é “como cidadão, como patriota, como democrata e amante da liberdade” e que “nós gostaríamos que a Argentina não retrocedesse nessa questão ideológica”. O primeiro turno das eleições no país acontece em outubro.

Segundo Bolsonaro, os dois também falaram sobre a “tradição dos ex-presidentes de não se envolverem na política atual, nem criticar ou elogiar o presidente de momento”. Bush é uma das mais potentes vozes opositoras a Donald Trump.

O presidente classificou o encontro como “bastante cordial”:

— Ele é uma pessoa bastante alegre, muito simpática, muito receptiva à nossa visita e deu grandes sinalizações de que tem uma grande simpatia e respeito pelo Brasil.

Bolsonaro chegou pela manhã ao Texas, onde receberá um prêmio da “Personalidade do Ano” da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. A solenidade de entrega aconteceria em Nova York, mas após protestos na cidade, declarações contrárias a sua visita pelo prefeito e a recusa do Museu de História Natural de sediar o evento, Bolsonaro cancelou sua participação e a agenda foi mudada para Dallas.

Questionado sobre a mudança de destino, o presidente disse que ainda pretende ir a Nova York, "se o prefeito (Bill de Blasio) deixar o poder".

— Estou muito feliz de estar aqui. À tarde me encontro com Bush — disse Bolsonaro, na entrada do hotel onde está hospedado na cidade. —  Também amo Nova York, pretendo, se o prefeito de lá deixar o poder, que vai deixar brevemente, conhecer essa cidade que também foi um sonho meu.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o Whatsapp do Portal Roma News
(91) 99385-1113ou clique aqui e fale conosco

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA

Governo dá desconto de até 70% para dívida de microempresas

há 1 minuto atrás
STF autoriza governo a rever anistia de cabos da Aeronáutica
PORTARIA 1.104

STF autoriza governo a rever anistia de cabos da Aeronáutica

há 22 minutos atrás
STF autoriza governo a rever anistia de cabos da Aeronáutica
Novas imagens mostram edifício desabando em Fortaleza
TRAGÉDIA

Novas imagens mostram edifício desabando em Fortaleza

há 45 minutos atrás
Novas imagens mostram edifício desabando em Fortaleza
Operação aplicou quase R$ 100 milhões em multas na Amazônia
QUEIMADAS E DESMATAMENTO

Operação aplicou quase R$ 100 milhões em multas na Amazônia

há 51 minutos atrás
Operação aplicou quase R$ 100 milhões em multas na Amazônia
PL aprovado no Senado determina que indenização por desastre com barragens não é renda
CRIME AMBIENTAL

PL aprovado no Senado determina que indenização por desastre com barragens não é renda

16/10/2019 15:00
PL aprovado no Senado determina que indenização por desastre com barragens não é renda
Últimas Notícias