Euro compra R$ 4,2851 venda R$ 4,2896 máxima 4,2928
Dólar Comercial compra R$ 3,7648 venda R$ 3,7678 máxima 3,8152
24 Jan - 03h38
quinta, 24 de janeiro de 2019
belem_403
Mobile - Residencial Marajoara
PALAVRA DO MINISTRO DA JUSTIÇA

Moro dirá em encontro na Suíça que Brasil terá melhor ambiente de negócios combatendo a corrupção

Ministro falará no fórum sobre as três prioridades da gestão dele

11 Jan 2019 - 06h39Por Da Redação
O ministro da Justiça, Sérgio Moro - Crédito: Nelson Almeida/AFPO ministro da Justiça, Sérgio Moro - Crédito: Nelson Almeida/AFP

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, acompanhará o presidente Jair Bolsonaro no Fórum Econômico Mundial, em Davos, e dirá que o combate à corrupção atende a uma questão ética e também econômica: contribui para melhorar o ambiente de negócios no Brasil.

O encontro, na Suíça, acontecerá entre os dias 22 e 25 deste mês e reunirá cerca de 250 autoridades do G20 (grupo que reúne as 20 principais economias do mundo) e de outros países.

O tema do fórum será "Globalização 4.0: Moldando uma arquitetura global na era da quarta revolução industrial".

Conforme revelou o jornalista Heraldo Pereira no Jornal das Dez (GloboNews), Bolsonaro não fará um discurso de improviso. Com isso, o presidente já está rascunhando a fala em Davos.

Participação de Moro

Moro falará no fórum sobre as três prioridades da gestão dele à frente do ministério: combate à corrupção, ao crime organizado e aos crimes de violência.

A presença do ministro em Davos faz parte da estratégia do governo de melhorar a imagem do país no exterior.

A mensagem que o governo quer passar é que o país está na vanguarda do combate à corrupção.

O combate ao crime organizado e aos crimes violentos também têm sua vertente econômica: investimentos externos deixam de ser realizados pelo clima de insegurança nas principais cidades do país.

A indústria de turismo, grande geradora de emprego, também sofre com a violência, pois afasta o turista estrangeiro. Um exemplo do momento é Fortaleza (CE): o número de visitantes diminuiu com a onda de ataques dos últimos dias.

Com informações do G1.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Apostador do Rio leva sozinho o prêmio de R$ 37 milhões
MEGA-SENA

Apostador do Rio leva sozinho o prêmio de R$ 37 milhões

23/01/2019 23:04
Apostador do Rio leva sozinho o prêmio de R$ 37 milhões
Polícia prende enfermeiro por estupro de mulher em coma vegetativo há 14 anos
JUSTIÇA

Polícia prende enfermeiro por estupro de mulher em coma vegetativo há 14 anos

23/01/2019 22:39
Polícia prende enfermeiro por estupro de mulher em coma vegetativo há 14 anos
No segundo dia, SISU recebe mais de 910 mil inscrições
VESTIBULAR

No segundo dia, SISU recebe mais de 910 mil inscrições

23/01/2019 22:03
No segundo dia, SISU recebe mais de 910 mil inscrições
Maduro rejeita declaração de Guaidó como presidente
TENSÃO INTERNACIONAL

Maduro rejeita declaração de Guaidó como presidente

23/01/2019 18:15
Maduro rejeita declaração de Guaidó como presidente
Paulo Guedes disse que irá zerar o déficit fiscal de 2019
ECONOMIA

Paulo Guedes disse que irá zerar o déficit fiscal de 2019

23/01/2019 18:14
Paulo Guedes disse que irá zerar o déficit fiscal de 2019
Últimas Notícias